Assessor de petista é detido em carro com R$ 180 mil

Motorista do gabinete do senador Wellington Dias (PT), candidato ao governo do Piauí, foi detido na Bahia com RS 180 mil em notas de cem, escondidas sob o banco traseiro do carro. Primo de terceiro grau do petista, José Martinho de Araújo afirmou ser o dono do dinheiro e negou ligação da quantia com o senador. Ele foi liberado. A PF vai investigar o caso.

Petrobras: duas empreiteiras se propõem a falar ao MP

Empresas dizem estar dispostas a confessar participação em corrupção na estatal em troca de redução de penas…

Aécio: ‘Não bebo desse cálice do PT’

O candidato do PSDB à Presidência, Aécio Neves, também respondeu às declarações de Dilma de que há corruptos em todos os partidos: “Nós somos muito diferentes. Eu não bebo desse cálice do PT”.

Bolsa cai 2,42% e dólar sobe com pesquisa de 2ª feira

Com o avanço de Dilma em pesquisa Ibope divulgada ontem pela CNI, mas fechada na segunda-feira, antes do Datafolha, o dólar subiu 1,56%, para R$ 2,336, e a Bolsa caiu…

O Globo

Manchete: Eleições 2014 – ‘Em todos os partidos tem gente corrupta’, diz Dilma

Petista afirma ver risco à democracia em proposta de Marina

Presidente reitera que não sabia de denúncias contra Costa e que o tirou por falta de afinidade

Na série de sabatinas do GLOBO, a presidente Dilma Rousseff defendeu o PT e sua coalizão dizendo que em todos os partidos há “gente corrupta e gente que não é corrupta’.’ Disse que respeita Sarney e que Collor foi inocentado. Mesmo sem citar Marina Silva, centrou suas críticas em propostas da adversária do PSB. Em resposta a uma pergunta sobre a afirmação de Marina de que governará só com bons quadros, Dilma disse que, “toda vez que a democracia prescindiu de partidos, caímos na mais negra ditadura’.’ Disse ainda que demitiu o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa por falta de afinidade e antes de saber de denúncias contra ele. (Págs. 1 e 4 a 18)

Marina diz que não nega partidos

Em resposta, Marina disse que buscar os melhores para conversar nos partidos não é negá-los: “Se a Dilma se conforma em conversar com os piores, esse não é o meu objetivo.” O PT anunciou que processará Marina. (Págs. 1 e 17)

Aécio: ‘Não bebo desse cálice do PT’

O candidato do PSDB à Presidência, Aécio Neves, também respondeu às declarações de Dilma de que há corruptos em todos os partidos: “Nós somos muito diferentes. Eu não bebo desse cálice do PT”. (Págs. 1 e 17)

Bolsa cai 2,42% e dólar sobe com pesquisa de 2ª feira

Com o avanço de Dilma em pesquisa Ibope divulgada ontem pela CNI, mas fechada na segunda-feira, antes do Datafolha, o dólar subiu 1,56%, para R$ 2,336, e a Bolsa caiu. (Págs. 1, 8 e 36)

Merval Pereira: Pesquisa CNI/lbope não revela mudanças (Págs. 1 e 4)

Zuenir Ventura: Na volta à ativa, Lucia Hippolito alia a política ao humor (Págs. 1 e 23)

Jorge Bastos Moreno: Lula deve estar fazendo jogo de cena (Págs. 1 e 3)

Ancelmo Gois: Campanha não afasta Dilma do prazer de ler (Págs. 1 e 30)

Petrobras: duas empreiteiras se propõem a falar ao MP

Empresas dizem estar dispostas a confessar participação em corrupção na estatal em troca de redução de penas

Depois da delação premiada de Paulo Roberto Costa, ex-diretor da Petrobras, duas das maiores empreiteiras do país estão negociando com o Ministério Público Federal um acordo de leniência para confessar participação em desvios de dinheiro da estatal em troca de redução de penas em processos criminais, revela Jailton de Carvalho. Os nomes das empreiteiras não foram informados. Se concretizado, o acordo ajudará o MPF e a Polícia Federal a descobrir toda a estrutura da corrupção em torno de contratos e obras da Petrobras. (Págs. 1 e 3)

Crime no Rio: Homicídios caem 8,1% depois de 20 meses de alta

As estatísticas de violência divulgadas ontem pelo Instituto de Segurança Pública revelam que os casos de assassinatos, em alta desde dezembro de 2012, tiveram queda de 8,1% em agosto deste ano em comparação com o mesmo mês de 2013. Já casos de assaltos a transeuntes subiram. (Págs. 1 e 27)

Comandante morto: UPPs do Alemão recebem reforço

Após a morte do comandante de uma UPP no Alemão, autoridades de segurança voltaram a pedir penas mais duras para assassinos de policiais. Dois suspeitos do crime já foram presos. Alemão terá mais 300 PMs. (Págs. 1 e 25)

Hidrelétrica do Tapajós: Leilão é marcado sem ouvir Funai

O governo marcou para 15 de dezembro o leilão da usina de Tapajós, mas só depois pediu estudo sobre o impacto à Funai, que terá pouco tempo para se pronunciar. (Págs. 1 e 33)

Na mira da Justiça: Família de Eike pode perder bens

O MP do Rio ofereceu denúncia contra Eike Batista por crimes financeiros. Se aceita pela Justiça, ele se tornará réu. Os bens da família do empresário também podem ser arrestados. (Págs. 1 e 35)

Certidão inédita: Bebê tem duas mães e um pai

A Justiça gaúcha permitiu o inédito registro de um bebê por duas mães e um pai. A menina é filha biológica de uma das mulheres, que é casada com a outra, e do homem. (Págs. 1 e 38)

————————————————————————————

Zero Hora

Manchete: 2 a 0 para a intolerância 

Em Porto Alegre, casa de torcedora gremista flagrada em ato de racismo é atacada. (Págs. 1 e Esporte 29)

Após incêndio criminoso em CTG de Santana do Livramento, juíza Carine Labres alega razões de segurança e vai fazer casamento gay, hoje, no Fórum. (Págs. 1 e Sua Vida 22 e 23)

Prévia do PIB de julho sugere recuperação

Após dois meses de queda, índice do Banco Central indica um crescimento de 1,5% na economia do país em relação a junho. (Págs. 1 e Notícias 17 e 19)

————————————————————————————

Folha de S. Paulo

Manchete: Haddad recua e libera faixas de ônibus para táxis

Prefeito de São Paulo implanta mudança faltando três semanas para eleições; especialistas criticam medida

O prefeito Fernando Haddad (PT) anunciou que a partir deste sábado (13) os táxis estão liberados para circular por todas as faixas de ônibus de São Paulo, em qualquer horário. Antes a permissão era restrita às marginais Pinheiros e Tietê e a uma dezena de avenidas da cidade.

Apenas os táxis que estiverem com passageiros poderão se beneficiar da medida.

Em ano eleitoral, com o PT em sérias dificuldades em SP e em disputa acirrada para o Planalto, a decisão atende à demanda dos taxistas na maior capital do país. Eram 70 km de faixas compartilhadas, agora serão 440 km.

No sábado passado, a presidente Dilma, candidata à reeleição, participou de evento de sindicato da categoria, que a apoia nas urnas.

Segundo Haddad, que antes defendia a exclusividade de ônibus nas faixas, a medida foi tomada após técnicos de trânsito concluírem não haver prejuízo à velocidade dos ônibus nas vias também usadas por táxis. Especialistas em mobilidade criticaram a decisão do prefeito.

Em corredores de ônibus, táxis continuam vetados nos horários de pico. (Págs. 1 e Cotidiano 1, C1)

Assessor de petista é detido em carro com R$ 180 mil

Motorista do gabinete do senador Wellington Dias (PT), candidato ao governo do Piauí, foi detido na Bahia com RS 180 mil em notas de cem, escondidas sob o banco traseiro do carro.

Primo de terceiro grau do petista, José Martinho de Araújo afirmou ser o dono do dinheiro e negou ligação da quantia com o senador. Ele foi liberado. A PF vai investigar o caso. (Págs. 1 e Poder 2, 2)

Marina afirma ser vítima de boatos e chora ao falar de Lula

A candidata Marina Silva (PSB) se disse vítima de boatos do PT e chorou ao ser questionada sobre crítica do ex-presidente Lula, de quem foi aliada por 24 anos, relata Marina Dias. “Não posso controlar o que Lula pode fazer contra mim, mas posso controlar que não quero fazer nada contra ele.”

A ex-senadora disse que o petista a ensinou a não se render à mentira. (Págs. 1 e Poder 1 a 4)

José Simão: Dilma e Marina em PATADAS; uma dá patada na outra (Págs. 1 e Ilustrada E13)

André Singer: Dilma decide fazer inflexão à esquerda (Págs. 1 e Opinião A2)

Corinthians pede à torcida fim de grito homofóbico

Por temor de punição da Justiça desportiva, o Corinthians pediu aos torcedores que abandonem o grito de “bicha” no tiro de meta do goleiro adversário. O clássico contra o São Paulo, no dia 21, no Itaquerão, motivou o pedido. A torcida Gaviões da Fiel disse que não faz esse coro. (Págs. 1 e Esporte D1)

Casa de torcedora que xingou goleiro Aranha pega fogo

A casa em que morava a torcedora gremista Patrícia Moreira, filmada chamando o goleiro Aranha, do Santos, de “macaco”, teve um princípio de incêndio. A polícia espera o resultado de perícia para confirmar se a ação foi criminosa. Um suspeito foi preso. Moreira não vive mais no local. (Págs. 1 e Esporte D3)

Editoriais

Leia “Varejo partidário”, sobre fragmentação do Congresso Nacional, e “Paradoxos americanos”, acerca de plano dos EUA contra milícia radical. (Págs. 1 e Opinião A2)

EBC

Edição: Equipe Fenatracoop

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.