Cristina admite negociar com credores dívida da Argentina – Pela primeira vez, a presidente da Argentina, Cristina Kirchner, admitiu negociar com os fundos de investimento com os quais briga na Justiça dos EUA…

Os sem-hotel – Torcedores dormem em espaços para turistas de rodoviárias e aeroportos. Uma cama confortável é um luxo distante para milhares de torcedores –sobretudo latino-americanos– nesta Copa do Mundo… Os “desalojados” do Mundial no Rio são jovens sem ingresso e com até R$ 100 para gastar por dia –com esse cacife, até albergues ficam caros. Chegam quase todos de países como Argentina, Colômbia, Chile e Peru…A saída tem sido ocupar dois espaços públicos: a rodoviária Novo Rio e a “Fun Zone” do Galeão, área montada pela Infraero no aeroporto do Rio e nos terminais das outras sedes do torneio…

Fifa teme fraude no jogo da seleção – Em entrevista, o chefe de segurança da Fifa lançou suspeitas sobre Camarões, adversário do Brasil na segunda-feira. “Há um risco maior nesse jogo do que na final ou na partida de abertura”, disse Robert Mutschke. “Todo mundo vai apostar no favorito e dono da casa para vencer. A questão é o número de gols.” As desconfianças recaem, inclusive, sobre a derrota dos africanos por 4 x 0 para a Croácia e, também, sobre o pênalti a favor do Brasil na abertura da Copa. Na internet, cambistas virtuais oferecem ingressos para o jogo da Seleção, em Brasília, por até R$ 13 mil…

 

FOLHA DE S.PAULO

Insatisfeito, PTB abandona Dilma para apoiar Aécio

Na véspera da convenção petista que lançará a campanha de Dilma Rousseff à reeleição neste sábado (21), o PTB decidiu deixar a coligação da presidente para apoiar o rival Aécio Neves (PSDB).

A reviravolta transfere para o tucano cerca de 40 segundos em cada bloco de propaganda eleitoral na TV. Além disso, representa um baque no momento em que Dilma tenta mostrar força e estancar a queda nas pesquisas de intenção de voto.

O apoio dos petebistas era dado como certo no comitê da presidente. Em maio, ela foi à sede do partido para celebrar a união em almoço.

O PTB, no entanto, estava contrariado com o Planalto desde o início do ano. Seus dirigentes se sentiram preteridos na reforma ministerial, feita justamente para ampliar o tempo de Dilma na TV. Por semanas a fio, o partido ouviu que seu presidente, o ex-deputado Benito Gama (BA), seria nomeado para o Ministério do Turismo.

PM foi ingênua e vai conter vandalismo, diz secretário de SP

Chefe da segurança da gestão Alckmin, Fernando Grella afirma que não sabia de negociação da polícia com o MPL em protesto

América

Costa Rica derrota Itália, elimina Inglaterra e ratifica força do continente no torneio

Em convenção, Dilma proporá mudança com continuidade

Na convenção do PT neste sábado (21) que indicará Dilma como candidata do partido à reeleição, o tom do discurso da presidente será de “mudança com continuidade”. Numa convenção que a apresentará como a melhor opção para atender ao desejo de mudança que o eleitorado tem demonstrado nas pesquisas de intenção de voto, o PT oficializa neste sábado (21) a presidente Dilma Rousseff como candidata à reeleição. O evento, que será realizado em Brasília, terá a presença do ex-presidente Lula, fiador da candidatura de Dilma.

Além da presidente e de seu antecessor, devem discursar o vice-presidente Michel Temer (PMDB) e o presidente do PT, Rui Falcão. Segundo auxiliares de Dilma, o tom do discurso da presidente será de “mudança com continuidade”, sob o argumento de que a transformação começou em 2003. O plano é exaltar as realizações dos últimos quatro anos sempre inserindo o período no contexto dos “12 anos petistas”, sem quebrar o elo com Lula.

Campos se une aos tucanos em São Paulo e ao PT no Rio

O ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos (PSB) entrará na disputa pela Presidência da República sem candidatos próprios em dois dos principais colégios eleitorais do país e aliado aos partidos de seus dois adversários na corrida presidencial.

Em São Paulo, Campos selou ontem uma aliança com o governador Geraldo Alckmin (PSDB), que concorre à reeleição e apoia o senador Aécio Neves (MG) para a Presidência. No Rio, Campos decidiu se aliar ao senador Lindbergh Farias (PT), candidato ao governo fluminense que apoia a reeleição da presidente Dilma Rousseff.

As alianças contrariam o discurso de Campos e sua vice, a ex-senadora Marina Silva, que pregam a renovação na política e se apresentam como alternativa à polarização entre petistas e tucanos.

Ato contra a Copa no Rio tem ao menos sete detidos

Cerca de 300 pessoas fizeram um protesto no centro do Rio nesta sexta (20) em comemoração ao um ano da maior manifestação na cidade em 2013, que reuniu 300 mil pessoas em frente à prefeitura.

Os manifestantes percorreram de forma pacífica a avenida Rio Branco e concentraram o ato na Lapa, onde fizeram uma festa junina. Uma faixa com a frase Fuck Fifa” foi aberta nos Arcos da Lapa.

Quando o ato se aproximou da esquina das ruas Mém de Sá e Lavradio, no entanto, a PM usou spray de pimenta para tentar dispersar os ativistas. Apesar do corre-corre, não houve problemas sérios.

Com divisão da base na Câmara, gestão Haddad perde apoio

O mais recente revés foi o boicote ao projeto de decretar feriados  em jogos da Copa. Vereadores pedem cargos e influência

Cristina admite negociar com credores dívida da Argentina

Pela primeira vez, a presidente da Argentina, Cristina Kirchner, admitiu negociar com os fundos de investimento com os quais briga na Justiça dos EUA

Segunda-feira terá trânsito crítico, prevê prefeitura

A Prefeitura de São Paulo prevê um novo dia crítico para o trânsito da cidade na segunda-feira, quando há partida da Copa no Itaquerão às 13h e o Brasil joga às 17h.

Os sem-hotel

Torcedores dormem em espaços para turistas de rodoviárias e aeroportos. Uma cama confortável é um luxo distante para milhares de torcedores –sobretudo latino-americanos– nesta Copa do Mundo.

Os “desalojados” do Mundial no Rio são jovens sem ingresso e com até R$ 100 para gastar por dia –com esse cacife, até albergues ficam caros. Chegam quase todos de países como Argentina, Colômbia, Chile e Peru.

A saída tem sido ocupar dois espaços públicos: a rodoviária Novo Rio e a “Fun Zone” do Galeão, área montada pela Infraero no aeroporto do Rio e nos terminais das outras sedes do torneio.

 

O GLOBO

Argentina recua e negociará para evitar nova moratória

Bye, Inglaterra: azarão avança no grupo da morte

Aliança entre PT e PSB no Rio embola ainda mais cenário eleitoral no estado

O senador Lindbergh Farias (PT), candidato ao governo do Rio, oficializou nesta sexta-feira o convite para que o PSB faça parte da coligação do PT no Rio. O petista anunciou ainda que o deputado federal Romário (PSB) disputará o Senado em sua chapa. A deputada federal Jandira Feghali (PCdoB) deve tentar a reeleição, assim como Miro Teixeira, que desistiu nesta quinta-feira de concorrer ao governo do estado. A decisão do PSB ficará para a convenção da legenda, marcada para este sábado. Mas a tendência é que os socialistas façam a aliança.

— Tinha muita gente duvidando da minha candidatura, diziam que eu estava isolado, mas, na reta final, fizemos um gol de bicicleta no último minuto. Essa é a chapa para ganhar o governo e o Senado Federal — comemorou Lindbergh se encontrou com Romário, o presidente regional do PSB-RJ, Glauber Braga, e o vice-presidente nacional do PSB, Roberto Amaral, no diretório estadual do PSB no Rio.

O presidente nacional do PT, Rui Falcão, afirmou nesta sexta-feira que não vê problema na aliança.

— Vai reforçar muito a campanha do Lindbergh (Farias) — disse Falcão.

Barbosa marca para quarta-feira análise de pedidos de mensaleiros

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), durante Sessão da última quarta: José Dirceu pediu ao ministro Luís Roberto Barroso que mude sozinho a decisão do presidente de Barbosa sobre o seu pedido de trabalho externo Foto: Givaldo Barbosa/18/06/2014 / Agência O Globo O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), durante Sessão da última quarta: José Dirceu pediu ao ministro Luís Roberto Barroso que mude sozinho a decisão do presidente de Barbosa sobre o seu pedido de trabalho externo – Givaldo Barbosa/18/06/2014 / Agência O Globo

O ex-ministro José Dirceu pediu ao ministro Luís Roberto Barroso que mude sozinho a decisão do presidente do Supremo, Joaquim Barbosa, sobre o seu pedido de trabalho externo. A petição foi apresentada no dia seguinte a Barbosa anunciar que deixaria a relatoria de todos os processos relativos ao mensalão acusando advogados de agir “politicamente” no caso. Apesar do pedido Barbosa marcou para a próxima quarta-feira, dia 25 de junho, o julgamento de pedidos de condenados no mensalão relativos ao cumprimento de suas penas. Está na pauta a decisão sobre prisão domiciliar para José Genoino e sobre a concessão de autorização para trabalho externo de José Dirceu, Delúbio Soares, Romeu Queiroz e Rogério Tolentino. Barbosa abriu mão de relatar os processos nesta semana e o ministro Luís Roberto Barroso assumiu a função.

Assinado pelos advogados Rodrigo Dall’acqua e Camila Torres Cesar, o pedido de Dirceu protocolado na quarta-feira (18). Eles relatam que a Procuradoria-Geral da República opinou pela reversão da decisão de Barbosa de rejeitar a concessão do direito a trabalho externo para Dirceu. Diferente das petições apresentadas anteriormente em que pediam apenas a discussão do tema em plenário, a defesa solicita uma reconsideração por meio de uma nova decisão de Barroso. Somente se o novo relator concordar com Barbosa o tema deveria ir a plenário, na visão da defesa.

Em discurso para convenção, Rui Falcão diz que vaias a Dilma vieram de ‘classes dominantes’

Presidente do PT chama militância para ir às ruas e lança críticas contra Eduardo Campos

 

O ESTADO DE S.PAULO

Costa Rica bate Itália e sai em 1º do grupo da morte

Fred deve ficar fora

O técnico Luiz Felipe Scolari ensaia mudanças na seleção. O atacante Fred deve treinar hoje entre os reservas – sua vaga ficaria com Jô.

Após se queixar de ‘extorsão’, Argentina quer negociar dívida

Na véspera de convenção, PTB deixa Dilma

No dia da convenção que oficializará a candidatura da presidente Dilma Rousseff ao segundo mandato, o PT vai perder um aliado importante. O presidente do PTB, Benito Gama, disse nesta sexta-feira, 20 que “ficou muito difícil” apoiar o PT, como anunciara no mês passado, e deu como praticamente fechada a parceria com o senador Aécio Neves, candidato do PSDB.

Secretário admite erro da PM em protesto

PSB se alia a PT no Rio e a tucano em SP

PT prega discurso radicalizado para reeleger Dilma

Depois de abafar o coro do “Volta, Lula”, o PT vai oficializar neste sábado, 21, a candidatura da presidente Dilma Rousseff ao segundo mandato numa convenção que será pontuada pela radicalização do discurso contra os tucanos. Na mais difícil disputa presidencial desde 2002, o partido adotará o slogan “Mais Mudanças, Mais Futuro”, que aparecerá em um painel verde e amarelo. Com esse mote, Dilma dirá que só quem fez no passado tem credibilidade para fazer mais de agora em diante.

Eleitor desanimado com política embola disputa no Rio

Vários candidatos com chances de chegar ao 2.º turno, uma briga sem trégua entre PT e PMDB e a alta rejeição dos concorrentes marcam a disputa pelo governo do Rio de Janeiro, terceiro colégio eleitoral do País, com 12 milhões de votantes. Esse quadro cria um constrangimento para a presidente Dilma Rousseff, candidata à reeleição, que viu parte do PMDB migrar para a candidatura presidencial do tucano Aécio Neves, em resposta ao lançamento do senador petista Lindbergh Farias ao Palácio Guanabara, sede do Executivo fluminense.

 

CORREIO BRAZILIENSE

Fifa teme fraude no jogo da seleção

Em entrevista, o chefe de segurança da Fifa lançou suspeitas sobre Camarões, adversário do Brasil na segunda-feira. “Há um risco maior nesse jogo do que na final ou na partida de abertura”, disse Robert Mutschke. “Todo mundo vai apostar no favorito e dono da casa para vencer. A questão é o número de gols.” As desconfianças recaem, inclusive, sobre a derrota dos africanos por 4 x 0 para a Croácia e, também, sobre o pênalti a favor do Brasil na abertura da Copa. Na internet, cambistas virtuais oferecem ingressos para o jogo da Seleção, em Brasília, por até R$ 13 mil.

Eleições: PT oficializa Dilma. Aécio monta equipe

Convenção petista em Brasília, hoje, vai confirmar a candidatura da presidente à reeleição. Adversário de Dilma, o tucano Aécio Neves anunciou ontem o nome de seis coordenadores de seu plano de governo.

Argentina: Cristina, agora, admite honrar todas as dívidas

Pela primeira vez, a presidente Cristina Kirchner manifesta intenção de negociar para evitar um calote na dívida externa do país. “Tudo o que pedimos é que nos deem condições justas”, disse.

CONGRESSOEMFOCO

Edição: Equipe Fenatracoop

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.