Agricultores ganham 134% a mais se venderem no mercado interno – Dia da queda: Ministro vai entregar carta de demissão – Debate no STF: Degradar o Judiciário é suicídio, diz Peluso – Homens-bomba ao volante: Acidentes fecham BRs por 34 dias – Caixa avança com seguro-saúde – Embrapa desenvolve transgênicos mais resistentes à seca, diz Arraes – Sucessos no combate ao câncer de próstata – Partidos disputam PAC da periferia…

O Globo

Manchete: Presidente do STF: degradar o Judiciário leva à barbárie

Supremo começa julgamento sobre poder do CNJ, mas adia conclusão para hoje

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cezar Peluso, fez ontem defesa contundente do Judiciário e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que também preside, negando a existência de uma crise no poder. Na reabertura do ano judiciário, e no mesmo dia em que o STF começou a julgar o poder do CNJ de punir juízes antes de investigação das corregedorias regionais, Peluso afirmou que a corrupção deve ser combatida sem tréguas. “Só uma nação suicida ingressaria voluntariamente em um processo de degradação do Judiciário”, discursou, acrescentando que isso aniquilaria a segurança jurídica e levaria à barbárie. Para o presidente do STF, as cortes têm o dever de enfrentar as pressões impróprias, uma “manifestação de autoritarismo e desrespeito à convivência democrática”. O discurso de Peluso provocou reações de apoio e contrárias. O STF adiou para hoje a conclusão do julgamento sobre o poder de investigação do CNJ. (Págs. 1, 3 e 4)

Briga no futebol mata 74 no Egito

Torcedores de time vencedor invadem campo e investem contra jogadores e torcida rivais

Num país marcado pela violência no futebol e em estado de emergência desde a queda do ex-ditador Hosni Mubarak, o confronto entre torcedores do Al Masry e do Al Ahly matou 74 pessoas e feriu 188, segundo dados oficiais do governo do Egito – de acordo com a TV AlJazeera – são mais de mil feridos. Os distúrbios começaram quando torcedores do Al Masry, após a vitória do time por 3 a 1, invadiram o campo, com facas e outras armas. perseguindo jogadores do Al Ahly, entre eles o brasileiro Fábio Júnior, ex-Flamengo. Em seguida, investiram contra a torcida rival. Havia pouco policiamento. A Irmandade Muçulmana acusou partidários do ex-ditador pela violência. O novo Parlamento convocou uma sessão de emergência. (Págs. 1 e Caderno de Esportes)

EUA: Romney diz não se preocupar com os pobres

Tachado de elitista, o pré-candidato republicano Mitt Romney, que venceu as primárias da Flórida, foi muito criticado ontem, ao dizer que não se preocupa com os pobres: “Minha prioridade é a classe média, os aposentados e os que não conseguem emprego.” A campanha de Obama reagiu rapidamente. (Págs. 1, 31 e editorial “Republicanos temem ‘fogo amigo’)

Goteiras do Aeroporto do Galeão chegam à maioridade (Págs. 1 e 20)

Testemunha viu parede externa de prédio cair

Uma testemunha localizada pelo GLOBO viu da janela em frente, todo o desabamento no Centro. Segundo Otonjel Bonfim, antes de o edifício ruir, uma parede caiu na metade do prédio de 20 andares, abrindo um buraco. Um vídeo mostrado na TV Globo revela montanhas de entulho de obras no nono andar. (Págs. 1 e 14 a 19)

Seguro morreu de velho

O secretário de Segurança, José Mariano Beltrame, pediu que seja feita uma vistoria no prédio da Central, onde trabalha. Síndico do edifício, ele está preocupado com as más condições do imóvel. (Págs. 1 e 18)

PF investiga vazamento no pré-sal

A Polícia Federal e o Ministério Público abriram inquéritos sobre o vazamento de óleo num poço do pré-sal da Petrobras, na Bacia de Santos. A Marinha diz que a mancha é de 70km². O presidente da estatal, José Sérgio Gabrielli, minimizou o acidente. (Págs. 1 e 23)

————————————————————————————

O Estado de S. Paulo

Manchete: Presidente do STF diz que degradar Judiciário é ‘suicídio’

Em discurso, Peluso admite que a Justiça não é invulnerável à corrupção, mas afirma que é o Poder que mais se fiscaliza e classifica de ‘impróprias’ as pressões sobre juízes

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cezar Peluso, rebateu ontem as críticas ao Judiciário, acusado de corporativismo e de dificultar a investigação sobre magistrados suspeitos. “Só uma nação suicida ingressaria voluntariamente em um processo de degradação do Poder Judiciário”, afirmou Peluso, em discurso de 38 minutos, na abertura dos trabalhos do STF. Peluso admitiu que a magistratura; não é invulnerável à corrupção, mas afirmou que o Judiciário é o Poder que mais se fiscaliza. Ele classificou como “impróprias” e “tendentes a constranger juízes e ministros” as pressões exercidas contra magistrados. O julgamento no STF que delimitaria o poder do Conselho Nacional de Justiça foi suspenso ontem e prosseguirá hoje. (Págs. 1 e Nacional A4 e A6)

Cezar Peluso
Presidente do STF

“Esse caminho nefasto (crise no Judiciário) conduziria a uma situação de quebra da autoridade ética e jurídica das decisões judiciais que, aniquilando a segurança jurídica, significaria retorno à massa informe da barbárie”

Briga de torcidas mata 73 no Egito

Pelo menos 73 pessoas morreram e mais de 130 ficaram feridas em distúrbios entre torcedores num jogo do campeonato egípcio entre o Al Ahly e o Al Masry, em Port Said. Após vitória de virada por 3 a 1 sobre o Al Ahly, a torcida do Al Masry invadiu o gramado e agrediu os jogadores adversários. Testemunhas disseram que as mortes foram causadas por bombas. “Todos os jogadores foram brutalmente agredidos. Ficamos presos no vestiário, e o nosso técnico não está conosco agora”, relatou Ahmed Fathi, lateral-direito do Al Ahly time que conta com o brasileiro Fábio Júnior. (Págs. 1 e Esportes E6)

Declaração de Dilma em Cuba frustra ativistas

Entidades internacionais de direitos humanos criticaram a presidente Dilma Rousseff por ter evitado abordar a situação dos direitos humanos em Cuba. Para a Anistia Internacional, as declarações de Dilma foram “frustrantes”. A dissidente cubana Yoani Sánchez, colunista do Estado, disse à radio Estadão ESPN que ficou “decepcionada” com a atitude de Dilma. (Págs. 1 e Nacional A8)

Kassab dá área no centro ao Instituto Lula

Em meio às investidas do PSD para compor aliança com o PT nas eleições municipais, o prefeito Gilberto Kassab (PSD) enviou projeto à Câmara propondo a cessão de uma área da Prefeitura, no centro da cidade, ao Instituto Lula. O terreno fica na Rua dos Protestantes, dentro do perímetro da Nova Luz, projeto urbanístico que prevê a revitalização de 45 quarteirões. (Págs. 1 e Nacional A10)

Negromonte diz a PP que deixa hoje o governo

Demitido pela presidente Dilma Rousseff, o ministro das Cidades, Mário Negromonte, avisou seu partido, o PP, que deixa hoje o governo. Um dos cotados para o cargo é Aguinaldo Ribeiro (PP-PB). Líder da bancada da Câmara, Ribeiro favoreceu no Orçamento de 2012 o reduto eleitoral da irmã, a deputada estadual Daniella Ribeiro, pré-candidata em Campina Grande. (Págs. 1 e Nacional A9)

Petrobras capta US$ 7 bi no exterior

A Petrobras captou US$ 7 bilhões em bônus no exterior, surpreendendo até mesmo os bancos coordenadores. A demanda veio principalmente da Europa e da Ásia. (Págs. 1 e Economia B1)

Multa por acidente no pré-sal será de R$ 50 mi (Págs. 1 e Vida A15)

UE vai pressionar Brasil sobre Síria e Irã (Págs. 1 e Internacional A11)

Demétrio Magnoli

A cota de Cardozo

Ao estabelecer cotas para a concessão de vistos a haitianos, o ministro da Justiça curva-se a reações preconceituosas das marcas social e de cor. (Págs. 1 e Espaço Aberto, A2)

Notas & Informações

Dilma desandou

Ela merece ser criticada por tentar justificar seu silêncio em face da política dos irmãos Castro. (Págs. 1 e A3)

————————————————————————————

Correio Braziliense

Manchete: Juízes vão ao supremo por reajuste

Associação entra na Justiça para garantir 4,8% de aumento no salário dos ministros do STF. A medida elevaria o teto do funcionalismo público para R$ 28 mil e atingiria todos os magistrados do país

Derrotados no Congresso durante a votação do Orçamento de 2012, os servidores do Judiciário ainda não desistiram de obter ganhos salariais este ano e abriram nova frente de batalha. A Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe) apresentou ação no Supremo Tribunal Federal exigindo que os parlamentares votem um aumento para repor as perdas inflacionárias de 2011. Caso aprovados, os 4,8% de reajuste custariam R$ 151,5 milhões aos cofres públicos. (Págs. 1 e 13)

Não há crise no Judiciário, diz Peluso (Págs. 1, 2 e 3)

Tropas saem, mas Brasil fica no Haiti

Mesmo com a retirada da Força de Paz da ONU, em março, os brasileiros vão manter forte presença no país devastado por terremotos. Em Porto Príncipe, Dilma Rousseff garantiu ao presidente Michel Martelly ajuda nas áreas de infraestrutura, saúde e segurança. (Págs. 1 e 20)

Cadeira à espera de Aguinaldo Ribeiro

Deputado convence Planalto e mantém o PP à frente do Ministério das Cidades. Mário Negromonte já comunicou ao partido a saída do governo. Ele tem encontro com Dilma hoje. (Págs. 1 e 4)

Miriam Belchior: Ministra passa mal e é internada

Titular do Planejamento foi atendida ontem à tarde no Incor, em Brasília, e à noite viajou para São Paulo, onde fará um checape no Hospital Sírio-Libanês. Ela teve oscilação de pressão em casa e cancelou toda a agenda de trabalho. (Págs. 1 e 6)

Inscrição para o Senado fecha neste domingo (Págs. 1 e 14)

Exportações: Prejuízo histórico

Balança comercial brasileira tem rombo de US$ 1,29 bi. A crise na Europa foi decisiva para a queda das vendas do país. (Págs. 1 e 15)

Escolas: O fantasma do SPC

Pais inadimplentes podem ser inscritos nos serviços de proteção ao crédito. Mas é proibida a retenção de transferências. (Págs. 1 e 27)

————————————————————————————

Valor Econômico

Manchete: Brasil vai romper acordo automotivo com o México

O governo decidiu romper o acordo automotivo mantido com o México, por ordem da presidente Dilma Rousseff, que está incomodada com o déficit crescente no comércio de automóveis entre os dois países. A decisão, mais uma de uma série de medidas protecionistas tomadas sem consulta prévia ao Itamaraty, segundo admitem seus autores, deve ser oficializada nos próximos dias, com a volta ao Brasil da presidente e dos ministros do Desenvolvimento, Fernando Pimentel, e das Relações Exteriores, Antônio Patriota.

O acordo automotivo, firmado em 2002, prevê a possibilidade de “denúncia” (anulação), desde que haja comunicação com 14 meses de antecedência. Esse prazo deve ser respeitado, o que significa que só em 2013 os automóveis, partes e peças comprados naquele país passarão a pagar tarifa de importação. (Págs. 1 e A3)

Foto-legenda: Aposta na inovação

Brasil, China e Rússia terão importância estratégica para a Roche, empresa farmacêutica que fatura o equivalente a US$ 46 bilhões ao ano, disse o presidente global da companhia, Severin Schwan. O Brasil, exemplificou, pode ser muito interessante no desenvolvimento de produtos. (Págs. 1 e B1)

Pagamento a servidores cai frente ao PIB

A despesa da União neste ano com o pagamento dos servidores públicos, ativos e inativos, será a menor dos últimos 17 anos em relação ao Produto Interno Bruto (PIB) – desde o início da série histórica feita pela Secretaria do Tesouro Nacional. A previsão do governo é de que os gastos com pessoal fiquem em 4,13% do PIB, contra 4,34% em 2011. No ano passado, já houve uma certa contenção, com essa rubrica caindo 0,08 ponto percentual do PIB em relação a 2010.

Essa conta será uma das principais variáveis de ajuste no Orçamento neste ano e deverá compensar, ao menos em parte, o efeito do aumento do salário mínimo nas despesas com os benefícios previdenciários, assistenciais e do abono/seguro-desemprego. (Págs. 1 e A2)

IPI menor já provoca falta de geladeiras

A redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para a linha branca, que entrou em vigor há dois meses, estimulou tanto as vendas que provocou a falta de produtos em algumas lojas. Segundo varejistas, faltam geladeiras. “Poderia estar vendendo pelo menos 20% mais refrigeradores se a indústria não estivesse entregando o produto a conta-gotas”, afirma Clayton Salfer, presidente da rede Salfer, dona de cerca de 200 lojas em Santa Catarina e no Paraná.

Em dezembro, as vendas de refrigeradores, fogões e lavadoras de roupa no varejo saltaram 56% em relação a novembro e cresceram 30% em comparação ao Natal anterior, segundo os dados mais recentes da empresa de pesquisa de mercado GfK. Em janeiro, a demanda continuou aquecida: na Whirlpool, líder do setor, o aumento foi de 20% no primeiro mês do ano. (Págs. 1 e B4)

Partidos disputam PAC da periferia

Cidade com uma das maiores rendas per capita do país, Brasília tem também a periferia com maior desigualdade em relação a seu núcleo entre as regiões metropolitanas. Formado por 20 municípios de Goiás, com um milhão de pessoas, o entorno do Distrito Federal convive com altos índices de violência e desemprego, transporte público precário, carências em saúde e educação. Para piorar, a população tem dúvidas sobre quem deve assisti-los: o Distrito Federal, Goiás ou a União. Os municípios são muito mais ligados a Brasília do que a Goiânia.

Diante desse cenário, pela primeira vez o governo federal acena com um programa específico – um PAC para a região – estimado em R$ 6 bilhões. Os governadores dos partidos rivais em âmbito nacional, Agnelo Queiroz (PT), do Distrito Federal, e Marconi Perillo (PSDB), de Goiás, solicitaram à presidente Dilma Rousseff recursos para a região. Ela pediu que elaborassem um plano de ação conjunto, nos moldes do Plano de Aceleração do Crescimento. Mas o que deveria ser um bom sinal acabou deflagrando divergências entre os dois governos e disputas eleitorais entre quatro partidos: PT, PSDB, PSB e PMDB. (Págs. 1 e A8)

Rural realiza ajustes por decisão do BC

O Banco Rural teve de fazer um aumento de capital de R$ 65 milhões em dezembro, depois que uma inspeção realizada pelo Banco Central no segundo semestre de 2011 culminou com uma determinação para que o banco fizesse ajustes de R$ 180 milhões em seu balanço, parte deles com efeito direto sobre o patrimônio líquido.

Segundo João Heraldo Lima, presidente do Rural, a lista de ajustes continha aumento de provisões por operações de crédito no Brasil e no exterior, reforço em provisões trabalhistas e para ações cíveis, entre outros. Dos R$ 180,936 milhões em ajustes, o banco fez R$ 112,022 milhões no balanço de 30 de setembro de 2011. Mais R$ 37 milhões, referentes a depósitos judiciais de ações trabalhistas, foram registrados antes do fim do ano, devendo aparecer no balanço de 31 de dezembro, a ser publicado. O Rural apresentou ao BC defesa para reverter a decisão de realizar o ajuste dos R$ 32 milhões restantes. (Págs. 1 e C12)

Sucessos no combate ao câncer de próstata

Farmacêuticas conseguiram uma série de recentes sucessos contra o câncer de próstata. Pesquisadores anunciaram nesta semana que uma droga experimental desenvolvida pela americana Medivation aumentou em cinco meses a sobrevida de pacientes. Uma droga em desenvolvimento pela Bayer e pela Algeta, direcionada ao câncer de próstata que se espalhou para os ossos, elevou a sobrevida por quase três meses. (Págs. 1 e B1)

Nove consórcios farão oferta por concessão de aeroportos

Pelo menos nove consórcios devem entregar hoje propostas para obter a concessão dos aeroportos de Guarulhos, Campinas e Brasília. Os principais representantes do setor de infraestrutura – CCR e EcoRodovias – estão confirmados.

Entre as que participarão, a Triunfo Participações e Investimentos foi uma das últimas a confirmar parcerias. O grupo vai ao leilão ao lado da Egis Airport Operation (operadora francesa que tem a concessão de 11 aeroportos) e a UTC Participações (holding controladora da TEC Incorporações e UTC Engenharia). (Págs. 1 e A16)

Comissão Europeia barra a fusão entre Deutsche Börse e NYSE (Págs. 1 e C2)

Embrapa desenvolve transgênicos mais resistentes à seca, diz Arraes (Págs. 1 e B12)

Brasil cai no ranking da banda larga

Líder na adoção da banda larga móvel na América Latina há quatro anos, o Brasil perdeu duas posições no ranking, elaborado pela A.T.Kearney, e foi ultrapassado pelo Chile, na primeira colocação, e pela Argentina. (Págs. 1 e B3)

TAM amplia acesso à classe C

De olho na classe C, a TAM planeja encerrar o trimestre com 18 pontos de venda de passagens em locais de grande concentração popular. Ontem foi aberto o 16º, na Feira de São Cristóvão, no Rio. (Págs. 1 e B6)

Caixa avança com seguro-saúde

Em três meses de atividade, a Caixa Seguros Saúde já alcançou 5 mil clientes de seguro-saúde e 2 mil em planos odontológicos. Com foco corporativo, a meta é chegar a 2015 com 500 mil beneficiários. (Págs. 1 e B6)

Atlantia já pensa em aeroportos

Depois de anunciar parceria com o grupo Bertin para atuar na administração de rodovias, o presidente da italiana Atlantia, Giovanni Castelucci, anuncia a disposição de participar de uma segunda rodada de concessão de aeroportos, como Galeão e Confins. (Págs. 1 e B8)

Rio impõe regra a compras coletivas

O Rio de Janeiro foi o primeiro Estado a estabelecer regras para os sites de compras coletivas. A partir de abril, entre outras exigências, as empresas terão de fornecer um número de telefone para atendimento ao consumidor e informar seu endereço físico. (Págs. 1 e E1)

Ideias

Rakesh Valdyanathan

Empresas brasileiras que pretendem se internacionalizar deveriam pensar em uma aliança com suas congêneres indianas. (Págs. 1 e A14)

Ideias

Alexandre Schwartsman

Enquanto o Fed se move para institucionalizar o regime de metas, aqui desmantelamos o que vinha funcionando tão bem. (Págs. 1 e A15)

————————————————————————————

Estado de Minas

Manchete: Perigo e transtorno em Confins

Atraídos pelo aterro sanitário de Vespasiano, urubus ameaçam pousos e decolagens. Foram 32 batidas de aves contra os aviões nos dois últimos anos. O aterro fica a 5,7km das pistas, quando não poderia estar a menos de 20km. Por isso foi interditado. Os quatro municípios que o utilizam buscam alternativa para despejar o lixo, que pode ser uma usina em Matozinhos. Enquanto isso, o aeroporto entra hoje na terceira etapa da reforma do terminal 1, cujas obras têm prejudicado as áreas de estacionamento e a circulação de veículos. No município de Confins, a dor de cabeça é com o transbordamento de uma lagoa, que inundou o Bairro Várzea Bonita.

Foto-legenda: Na cidade de Confins, hotel-fazenda ficou totalmente alagado. No aeroporto, tapumes e amolação

TCU aprova leilões dos aeroportos de Brasília, Congonhas (SP) e Campinas. (Págs. 1, 14, 15, 25 e 26)

Ministro das Cidades pede demissão hoje

Mário Negromonte (PP) comunicou ao partido que deixará o cargo hoje. Ele pretende se reunir com a presidente Dilma, que retorna de viagem ao Haiti, para entregar carta de renúncia. O deputado federal Aguinaldo Ribeiro (PP-PB) deve assumir o comando da pasta. (Págs. 1 e 8)

Homens-bomba ao volante: Acidentes fecham BRs por 34 dias

Em mais uma reportagem da série sobre os abusos dos caminhoneiros, registros da Polícia Rodoviária Federal no Twitter, de 23 de março a 31 de dezembro, mostram que desastres com carretas interditaram estradas total ou parcialmente por 819 horas, ou 34 dias. Balanço não inclui tombamentos em rodovias estaduais, como o que fechou por quatro horas, ontem, a MG-155, na Grande BH. (Págs. 1 e 27)

Biometria: Digital para afugentar pianistas

No retorno à Assembleia, deputados tiveram de se cadastrar em sistema de identificação biométrica para evitar casos como o de parlamentares que votaram no lugar de colegas, em novembro. (Págs. 1 e 9)

Planejamento: Ministra Miriam Belchior passa mal e é internada (Págs. 1 e 4)

————————————————————————————

Jornal do Commercio

Manchete: De volta às aulas e ao caos

Ficou na promessa e ameaça da CTTU de punir motoristas infratores nas imediações das escolas do Recife. O que se viu ontem foram carros estacionados em faixa amarela, nas calçadas ou em fila dupla. Havia poucos guardas de trânsito nas ruas. (Págs. 1 e Cidades 4)

Petroquímica Suape abre concurso

Complexo da Petrobras vai selecionar 143 profissionais para área administrativa. Assembleia Legislativa também fará seleção. (Págs. 1, Economia 1 e 5)

Ibama multa a Petrobras em R$ 50 milhões

Estatal será punida após o registro do primeiro grande vazamento no pré-sal, no litoral paulista. Valor é o máximo previsto pelo órgão ambiental. Empresa pode recorrer. (Págs. 1 e Cidades 6)

Pouca adesão ao “catracaço” estudantil

Protesto contra aumento dos ônibus tentou convencer usuários a viajar sem pagar, mas poucos aceitaram. (Págs. 1 e Capa Dois)

Gás natural sofre aumento médio de 2,39%

Reajuste foi aprovado pela Agência Reguladora de Pernambuco. (Págs. 1 e Economia 3)

Massacre durante partida no Egito

Mais de 70 pessoas morreram em briga de torcidas num jogo do campeonato nacional. (Págs. 1 e 5)

Campanha contra dengue será antecipada

Com o aumento dos casos da doença, governo e Prefeitura do recife começam mais cedo a guerra contra o mosquito. Verba foi ampliada. (Págs. 1 e Cidades 5)

————————————————————————————

Zero Hora

Manchete: Liminar põe Justiça gaúcha sob impasse

Fruto de uma divergência sobre a sucessão no TJ, medida judicial suspende a posse do novo presidente e cria constrangimento no Judiciário. (Págs. 1, 6 e Rosane de Oliveira, 8)

Debate no STF: Degradar o Judiciário é suicídio, diz Peluso

Presidente do Supremo rebate acusações de corporativismo entre magistrados. (Págs. 1 e 6)

Forno no RS: Calor de até 39,5°C põe energia no limite (Págs. 1, 4 e 5)

Entrevista ZH: Ruralista do Paraguai sai em defesa de brasileiros (Págs. 1 e 21)

Dia da queda: Ministro vai entregar carta de demissão (Págs. 1 e 10)

Barbárie: Guerra de torcidas no Egito causa massacre

Confronto após partida matou mais de 70 e feriu pelo menos mil. (Págs. 1 e 22)

————————————————————————————

Brasil Econômico

Manchete: Petrobras emite US$ 7 bi, mas investidores queriam US$ 25 bi

Em meio a uma troca de comando em seu alto escalão, o valor captado pela petrolífera no mercado internacional é o maior já obtido por uma empresa nacional e mostra que o apetite de investidores por companhias brasileiras está cada vez maior. (Págs. 1 e 4)

Facebook inicia IPO e pode captar US$ 5 bi

A entrada da empresa de Mark Zuckerberg no mercado acionário gerou uma grande expectativa. O Facebook tem 800 milhões de usuários e lucro estimado de US$ 1,5 bi. (Págs. 1 e 30)

Agricultores ganham 134% a mais se venderem no mercado interno

Exportadores de produtos como milho, café e soja estão tendo mais lucro negociando no Brasil que no exterior. (Págs. 1 e 6)

Governo estuda o fim de acordo automotivo com o México

Desde 2008 as montadoras brasileiras estão importando mais, o que vem prejudicando a balança comercial. (Págs. 1 e 16)

Veto à fusão com a Deutsche deixa Nyse no ar (Págs. 1 e 32)

Redes dos EUA de comida asiática vêm ao país (Págs. 1 e 3)

Uma cerveja que custa R$ 600

Fabricante escocesa de cervejas especiais BrewDog abrirá um bar no país para servir suas bebidas de “preços módicos”. (Págs. 1 e 21)

Obama tem que explicar Obama

Na campanha eleitoral, o presidente terá que dizer por que não cumpriu muitas das suas promessas feitas em 2008. (Págs. 1 e 36)

Um lugar no pódio

Depois de anunciar uma fábrica em Resende, Nissan quer ser patrocinadora oficial da Olimpíada do Rio. (Págs. 1 e 17)
Clipping Radiobrás

Edição: Equipe Fenatracoop

Portal Cambé, site de informações e serviços de Cambé – PR.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.