Termina greve nos bancos privados; Entre instituições federais, apenas funcionários da Caixa voltam ao trabalho. BB e BNB seguem parados… – Senado não pode pagar IR de senador; Tributaristas consideram uma manobra absurda e ilegal a decisão da Mesa do Senado de quitar o IR não recolhido sobre o 14º e 15º salários dos parlamentares. A medida divide até os senadores… – Joaquim x Lewandowski: duelo acirra ânimos no STF; Relator é duro com revisor do mensalão por absolver ex-dirigente do PTB de dois crimes,em decisão que mais adiante pode favorecer Dirceu. Colegas tiveramde intervir para pôr fim à discussão…

O Globo

Manchete: Crédito turbinado

Juros caem, mas calote não diminui

Após críticas de Dilma a bancos, taxa cai ao menor nível desde 94

Um em cada 4 consumidores já esteve ou está em lista de inadimplentes, mostra pesquisa

Com a cruzada de Dilma contra os juros altos dos bancos, a taxa média cobrada das pessoas físicas caiu, em agosto, para 35,6% ao ano, a menor desde 1994. Mas a inadimplência ficou em 7,9%, o mesmo nível do mês anterior e do auge da crise de 2009. Segundo o BC, o crédito crescerá ainda mais no ano, puxado por bancos públicos. Pesquisa do SPC mostra que 41% dos consumidores já estiveram, ou estão, nas listas de inadimplentes. (Págs. 1 e 25)

Protestos reacendem crise europeia, e Bolsa cai (Págs. 1 e 27)

Revisor também condena Jefferson

O revisor do mensalão, Ricardo Lewandowski, condenou o presidente do PTB e delator do esquema, Roberto Jefferson, por corrupção passiva. Para os ministros Marco Aurélio e Luiz Fux, já está claro que havia um esquema de compra de votos. (Págs. 1, 3 e 4)

PF detém diretor da Google no país

O diretor-geral da Google no Brasil, Fabio Coelho, foi detido ontem pela Polícia Federal, em São Paulo, por não cumprir ordem judicial de retirar do YouTube um vídeo com ataques a um candidato a prefeito de Campo Grande (MS). Ele foi ouvido e liberado. (Págs. 1 e 11)

Rio não sabe se terá tropas

O pedido por tropas federais na eleição, feito em julho ao TSE, ainda está sem resposta, o que preocupa o TRE do Rio. (Págs. 1 e 6)

Egípcio estreia atrás de liderança

Em estreia na ONU, o presidente Mohamed Mursi, do Egito, buscou o papel de líder muçulmano, com forte crítica aos EUA, contrastando com o tom brando da despedida do iraniano Ahmadinejad. (Págs. 1 e 33)

Obama cresce em estados-chave

Em nova pesquisa, Barack Obama abriu dez pontos de vantagem sobre Mitt Romney em Ohio e nove na Flórida, os dois estados mais cobiçados da campanha. Jamais um republicano se elegeu sem vencer em Ohio. (Págs 1 e 34)

————————————————————————————

Folha de S. Paulo

Manchete: PF prende chefe do Google por não retirar vídeo do ar

Justiça mandou excluir imagens com ataques a candidato de Mato Grosso do Sul

O diretor-geral do Google no Brasil, Fabio José Silva Coelho, foi preso ontem pela Polícia Federal em São Paulo, porque a empresa não cumpriu determinação da Justiça Eleitoral do Estado de Mato Grosso do Sul.

O Google não retirou do YouTube vídeos com ataques ao candidato do PP a prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal. As imagens ligam o candidato a aborto e violência doméstica e questionam seu patrimônio.

O juiz eleitoral Flávio Saad Peron, que determinou a prisão, disse à Folha que a liberdade tem limites. À tarde, após o caso ganhar repercussão, ele expediu alvará de soltura por achar o crime de “menor potencial ofensivo”.

O executivo foi solto à noite. O caso recebeu destaque em jornais e TVs internacionais. O Google alega que, por ser uma plataforma, não é responsável pelo conteúdo do site. A empresa é alvo de ações em 21 Estados. (Págs. 1 e Poder A4)

Relator insinua que revisor do mensalão faz ‘vista grossa’

Na mais tensa sessão do julgamento do mensalão, o relator Joaquim Barbosa insinuou que o revisor Ricardo Lewandowski fez “vista grossa” dos autos do processo. Barbosa foi repreendido pelo presidente do STF e por mais dois ministros.

Lewandowski condenou Roberto Jefferson (PTB) e José Borba (ex-PMDB) por corrupção passiva, mas os absolveu da acusação de lavagem de dinheiro. (Págs. 1 e Poder A14)

Marcelo Coelho

Picuinha volta ao STF após sessões modorrentas. (Págs. 1 e Poder A12)

Juro é o menor já registrado no país, e tarifa bancária sobe

Os juros cobrados dos consumidores e de empresas caíram em agosto para o menor nível da história, a 30,1% ao ano, em média, segundo o Banco Central.

Com o cenário de juros baixos, os bancos estão buscando novas fontes de receita para manter os seus ganhos. As tarifas bancárias chegaram a ter alta de até 526% neste ano. (Págs. 1 e Mercado B1)

Greve em bancos privados e BB acaba; na Caixa contínua

Em greve desde o dia 18, bancários das instituições privadas e do Banco do Brasil decidiram voltar ao trabalho hoje em quase todo o país. O reajuste salarial de 7,5% aceito pelos sindicatos, porém, foi rejeitado por funcionários da Caixa, que continuarão parados. (Págs. 1 e Poder A17)

Premiê britânico critica o Brasil por protecionismo

Depois dos EUA, o primeiro-ministro britânico, David Cameron, que chega hoje ao Brasil, criticou o protecionismo brasileiro em entrevista à Folha. “Tentar proteger a indústria da concorrência pode beneficiar a indústria, mas tem custos a longo prazo.” (Págs. 1 e Mundo A22)

Fotolegenda: Tá quente

Policial em meio a chamas de coquetéis molotov lançados por manifestantes em Atenas durante protesto contra medidas de austeridade do governo grego; crise também levou espanhóis às ruas e a confrontos em Madri. (Págs. 1 e Mundo A18)

SP troca comandante da Rota após alta da violência

O governador Geraldo Alckmin (PSDB-SP) trocou o comandante da Rota um dia após a divulgação do aumento de homicídios no Estado e mortes em confronto com a tropa de elite da polícia paulista. O tenente-coronel Nivaldo César Restivo substituirá Salvador Madia.

O número de mortos pela Rota em confronto aumentou 45% nos cinco primeiros meses do ano em relação ao mesmo período de 2011.

O secretário de Segurança, Antonio Ferreira Pinto, negou haver ligação entre a alta da criminalidade e a saída de Madia. (Págs. 1 e Cotidiano C1)

Avião da TAM faz pouso de emergência em Nova York (Págs. 1 e Cotidiano C8)

Editoriais

Leia “No limite”, acerca de transferências de renda e queda da desigualdade social, e “Insegurança florestal”, a respeito de nova legislação ambiental. (Págs. 1 e Opinião A2)

————————————————————————————

O Estado de S. Paulo

Manchete: Russomanno tem ‘laranja’ na chefia de plano de governo

Candidato admite que Carlos Baltazar é ‘nome de guerra’ para Carlos Joaquim, mas coordenador é Luiz Augusto

A campanha do candidato do PRB à Prefeitura de SP, Celso Russomanno, tem um “laranja” como suposto coordenador de seu programa de governo, informam Ricardo Ghapola, Julia Duailibi e Fernando Gallo. Apontado até ontem como responsável pela coordenação do programa, o jornalista Carlos Baltazar é, na verdade, Carlos Alberto Joaquim, funcionário de carreira da Prefeitura. Mas quem coordena de fato as propostas é Luiz Augusto de Souza Ferreira, filiado ao PRB. Ele trabalha com marqueteiros da campanha. Questionado sobre o uso de sobrenome falso pelo assessor, Russomanno disse que colaboradores do seu programa usam “nome de guerra” para se proteger de possível “perseguição”, já que atuam em órgãos controlados por outros partidos. (Págs. 1 e Nacional A4)

Diretor do Google Brasil foi preso

O diretor-geral do Google Brasil, Fábio José Silva Coelho, foi preso pela Polícia Federal em SP por não cumprir determinação do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul para retirar do ar vídeos postados no YouTube considerados ofensivos ao candidato do PP a prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal. À noite, o juiz mandou soltá-lo. (Págs. 1 e A10)

Revisor não vê compra de votos no mensalão

Revisor do processo do mensalão no STF, Ricardo Lewandowski disse não haver provas de que houve compra de deputados pelo governo Lula para aprovação de projetos. Em seu voto, porém, condenou por corrupção passiva os ex-deputados Roberto Jefferson, Romeu Queiroz e José Borba. E absolveu o ex-secretário-geral do PTB Emerson Palmieri. Na sessão, Lewandowski discutiu com o relator Joaquim Barbosa. (Págs. 1 e Nacional A14)

Bancos oficiais fazem BC prever maior expansão do crédito

O Banco Central elevou sua estimativa de crescimento do crédito para este ano, por causa dos bancos oficiais. Eles serão os principais fornecedores de crédito voltado para o consumo em 2012. A expectativa é que o aumento de oferta dos bancos estatais seja de 24% este ano, em comparação com uma previsão anterior, de 21%. (Págs. 1 e Economia B1)

Anatel cobra melhores serviços das TVs pagas

O governo se reúne hoje com as operadoras de TV por assinatura para cobrar mais investimentos e um plano de metas para qualidade no serviço. (Págs. 1 e B18)

Chefia ordenou furto de arquivo, diz demitida

Uma das dez pessoas demitidas pelo furto de arquivos dos Jogos de Londres afirmou ontem que diretores do Comitê Rio 2016 sabiam e orientaram para que as cópias fossem feitas, contrariando o que vinha alegando a coordenação. (Págs. 1 e Esportes E5)

Governo de SP troca comando da Rota

O governo mudou o comando da Rota no mesmo dia em que anunciou a maior operação de combate e prevenção à criminalidade feita no governo Geraldo Alckmin (PSDB). O tenente-coronel Nivaldo César Restivo assume o cargo. (Págs. 1 e Cidades C1)

Egito faz apelo contra intervenção na Síria (Págs. 1 e Internacional A18)

Câmara descriminaliza o aborto no Uruguai (Págs. 1 e Vida A28)

Dilma quer tirar 38 mil crianças de abrigos (Págs. 1 e Cidades C4)

Peter Baker

O gestor de crises de Obama

Tom Donilon é quem acorda o presidente se um embaixador é morto na Líbia, impede Israel de cortar relações e mantém o Egito nos trilhos. (Págs. 1 e Visão Global A22)

Tutty Vasques

Todo brasileiro é meio censor

Na semana em que Monteiro Lobato foi parar no STF, o Brasil se juntou a Afeganistão, Bangladesh e Paquistão na censura a filme que ofendeu o islã. (Págs. 1 e Cidades C8)

Notas & Informações

A redução da desigualdade

O Brasil continua sendo muito desigual, mas milhões de pessoas melhoraram de vida. (Págs. 1 e A3)

————————————————————————————

Correio Braziliense

Manchete: Voo da morte

Avião em que bombeiro aposentado trazia o cadáver da mulher caiu logo após decolar de Ilhéus. O corpo do piloto, que não tinha habilitação para conduzir bimotores, foi encontrado na praia. As buscas continuam hoje

A queda de um EMB-810 Seneca no litoral da Bahia intriga a polícia. O corpo de Joaz Cardoso Ribeiro foi resgatado do mar, ontem, mas o nome do piloto não consta do plano de voo da aeronave. Pela documentação apresentada à Anac, quem deveria estar no comando era Amílcar de Carvalho Jacobina. O avião transportava para Brasília o caixão com a dona de casa Carita de Souza Ramos, que morreu afogada em Porto Seguro (BA). A bordo também estava o marido dela, José Nilton. Amílcar e o dono do aparelho, Bruno de Sá Martins de Araújo, podem ser responsabilizados pelo acidente. (Págs. 1, 21 e 22)

Joaquim x Lewandowski: duelo acirra ânimos no STF

Relator é duro com revisor do mensalão por absolver ex-dirigente do PTB de dois crimes,em decisão que mais adiante pode favorecer Dirceu. Colegas tiveramde intervir para pôr fim à discussão. (Págs. 1, 3 e 4)

O país pagar por calote de senadores é aberração, dizem tributaristas

Flagrados recebendo 14º e 15º salários sem pagar o devido Imposto de Renda à Receita, senadores deram um jeitinho de empurrar a dívida para o Senado. “Lambança”, “vergonha” e “aberração” foram alguns dos termos usados por especialistas em tributação para classificar a atitude. O vexame pegou mal até no próprio Congresso. “Isso é um absurdo”, reagiu o senador Randolfe Rodrigues (PSol-AP). O recebimento dos extras, sem recolher o IR ao Fisco, foi revelado em março pelo Correio Braziliense. (Págs. 1, 2 e Visão do Correio, 14)

Ted, o urso doidão, aloprou Protógenes

O filme é para maiores de 16 anos. O deputado leu a sinopse, achou que era para crianças e levou o filho de 11 pra ver. Agora quer que longa só seja exibido para adultos. (Págs. 1 e 9)

Justiça eleitoral leva diretor do Google à polícia (Págs. 1 e 5)

Brasileiro deve R$ 1 trilhão e vai gastar mais (Págs. 1 e 10)

Grupo que inclui Brasil pede diálogo com o Irã

Nova York — Chanceleres dos Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) deixam crise econômica em segundo plano e defendem, no plenário da ONU, cessar-fogo imediato na Síria e retomada das negociações para acordo nuclear como Irã. (Págs. 1 e 17)

————————————————————————————

Valor Econômico

Manchete: “Guerra” aos juros ameaça consumo

Acendeu a luz amarela na “novela” dos juros dos cartões de crédito. A “guerra” do governo, iniciada para forçar os bancos a baixar as taxas e estimular o consumo, pode ter o efeito inverso. Para reduzir as taxas no crédito rotativo, alguns bancos planejam acabar com os parcelamentos “sem juros” ou cobrar uma taxa extra dos lojistas.

O Valor apurou que o governo não vai permitir que os bancos cobrem essa taxa adicional nem vai aceitar o fim abrupto da prática do parcelamento. Teme-se que essas restrições afetem negativamente o consumo das famílias exatamente no momento em que a economia começa a dar sinais de recuperação. Os técnicos entendem que pode haver desestímulo às compras, principalmente de bens duráveis, passagens aéreas e pacotes turísticos. O estoque de crédito parcelado atinge R$ 90 bilhões, cerca de 70% de todo o financiamento nos cartões. (Págs. 1, C1, C3 e B4)

Fotolegenda: Violência na Europa

Policiais gregos são atingidos por coquetéis molotov em Atenas, na maior manifestação contra as medidas de austeridade na Grécia em mais de um ano. Na Espanha, a população voltou às ruas pelo segundo dia consecutivo para tentar impedir um novo pacote que deve ser anunciado hoje. (Págs. 1 e A13)

Confaz discute ICMS sobre importados

O governo federal é contra adiar a entrada em vigor da alíquota interestadual de 4% de ICMS para os produtos importados, diz o secretário-executivo do Ministério da Fazenda, Nelson Barbosa. A alíquota foi fixada pela Resolução nº 13 do Senado, de abril, e entrará em vigor em janeiro. O adiamento da medida foi defendido pelo coordenador dos Estados no âmbito do Confaz, Claudio Trinchão, sob o argumento de que não há consenso entre os técnicos em torno da regulamentação da medida. Para Nelson Barbosa, é possível fazer a regulamentação até o fim de dezembro.

Hoje os secretários estaduais de Fazenda devem discutir o adiamento. Os Estados de São Paulo e Rio Grande do Sul são contra adiar a medida. Santa Catarina e Espírito Santo, a favor. (Págs. 1 e A2)

Fábrica de PET verde da Coca será em Araraquara

A Coca-Cola e a empresa indiana JBF Industries lançam hoje em Araraquara (SP) a pedra fundamental de uma fábrica da resina BioMeg, utilizada na produção da PlantBottle, garrafa PET reciclável de origem vegetal. O valor do investimento não foi divulgado.

Atualmente, existe apenas uma fábrica do tipo, na Índia, responsável por fornecer a resina para a Coca-Cola em todo o mundo, inclusive no Brasil. A unidade, que será construída pela JBF, deve começar a operar em 2015 e terá capacidade de produzir até 440 mil toneladas da resina por ano. A Coca-Cola se comprometeu a adquirir a totalidade da produção nos três primeiros anos de operação. (Págs. 1 e B5)

Em Natal, a campeã nacional da rejeição

Detentora do triste recorde de maior índice de rejeição – 92% – já apurado pelo Ibope, a prefeita de Natal, Micarla de Souza (PV), também assiste a outro fenômeno. Nenhum dos candidatos à sua sucessão quer seu apoio ou qualquer vínculo a ela. São tantos os ataques pessoais e à sua gestão na campanha que ela pediu a um advogado do PV para monitorar a propaganda e pedir direito de resposta.

Eleita no primeiro turno de 2008 com 50,8% dos votos, Micarla venceu não apenas a principal concorrente, a hoje deputada federal Fátima Bezerra (PT), mas toda uma coalizão de caciques do Rio Grande do Norte, além do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. (Págs. 1 e A11)

Distribuidora poderá prestar outros serviços

As distribuidoras de energia elétrica devem receber sinal verde, até o fim do ano, para oferecer produtos e serviços com cobrança diretamente nas contas de luz. Seguros, planos de assistência médica, assinaturas de revistas, reformas de instalações elétricas e troca de geladeiras estão entre as ofertas que poderão ser feitas aos consumidores. A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) prepara uma nova regra sobre o assunto e condiciona a liberação dos serviços à concessão de descontos nas contas de luz. Dez audiências públicas foram realizadas pela agência, que recebeu contribuições até terça-feira, para discutir o assunto. (Págs. 1 e B9)

Executivos querem distância das redes sociais

No começo do mês, quando o presidente da GE, Jeffrey Immelt, tuitou pela primeira vez, recebeu um punhado de réplicas insolentes. Uma delas: “Como é que meu avô chegou ao Twitter antes de você?” Immelt pode ter chegado tarde, mas sua estreia faz dele uma raridade entre presidentes de grandes companhias, que em geral mantêm distância de sites sociais, mesmo quando suas empresas recorrem ao meio para conversar com clientes e buscar novos negócios.

De cada dez presidentes de empresas no ranking Fortune 500, sete não têm presença em grandes redes sociais como Twitter, Facebook, LinkedIn, Pinterest e Google+. Entre os que estão nessas redes, 4% têm conta pública no Twitter e 8% usam o Facebook com o próprio nome. A título de comparação, 34% de todos os americanos estão no Twitter e 50% usam o Facebook. (Págs. 1 e B12)

Obama amplia vantagem em Estados-chave (Págs. 1 e A13)

Presidente do Google é detido

O presidente do Google no Brasil foi detido pela polícia pela demora em retirar um vídeo do YouTube contra um candidato à Prefeitura de Campo Grande (MS). Após prestar depoimento o executivo foi liberado. (Págs. 1 e A8)

Estratégia proativa

Para enfrentar os concorrentes asiáticos, a JCB, que produz máquinas para o setor de construção, constrói nova fábrica em Sorocaba (SP) e aumenta o número de distribuidores de 26 para 37 até o fim do ano. (Págs. 1 e B6)

Inadimplência no mercado livre

A elevação dos preços à vista da energia no mercado livre aumentou a inadimplência na Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), alcançando quase 14% em julho. (Págs. 1 e B8)

Cidades inteligentes

Projeto-piloto da distribuidora EDP Bandeirante está transformando o município de Aparecida na primeira cidade paulista dotada de rede inteligente de eletricidade (smart grid), com foco na eficiência energética e melhoria da qualidade de serviço, diz João Brito Martins. (Págs. 1 e Especial)

As duas faces da moeda

Estudo da Unesp mostra que o crescimento do agronegócio, normalmente associado à elevação da renda e à prosperidade no interior do país, também colabora para o aumento da pobreza relativa e a violência. (Págs. 1 e B11)

Frete de grãos sobe 40% no MT

Nova legislação para os caminhoneiros elevou o custo do frete para o transporte de grãos no Mato Grosso. O preço médio de janeiro a agosto subiu 40% em relação a igual período de 2011, mas a alta das commodities mais que compensou essa elevação. (Págs. 1 e B11)

Inovação

Com a recente reorganização e unificação de suas linhas de financiamento à inovação, o BNDES espera desembolsar R$ 2,7 bilhões nessa área. “Não basta olhar só o projeto, a inovação tem que estar inserida no conceito estratégico da empresa”, diz Helena Tenório. (Págs. 1 e Especial)

Ações caras

Pesquisa do Santander Brasil com seus principais clientes de renda variável mostra que apenas 28,9% pretendem aumentar a exposição a ações. Para eles, os papéis estão caros. (Págs. 1 e D3)

Ideias

Humberto Saccomandi

Sob Chávez, a Venezuela é cada vez mais — e quase que exclusivamente — um imenso posto de gasolina mundial. (Págs. 1 e A11)

Felipe Salto

Melhora do resultado fiscal com a queda dos juros não deve ser vista como carta-branca para o expansionismo. (Págs. 1 e A15)

————————————————————————————

Estado de Minas

Manchete: Brasileiros devem aos bancos R$ 1.042.574.000.000,00

Dívida das famílias passa de um trilhão de reais e deve aumentar com a expansão do crédito

Previsão do Banco Central é de que a oferta de empréstimos cresça de 10% a 13% entre os bancos privados e até 24% nos estatais, dado o esforço do governo de impulsionar a economia por meio de financiamentos baratos. Mas, com o endividamento maior, a preocupação passa a ser com a inadimplência, cujo nível é considerado elevado, de 7,9%. A boa notícia é a queda dos juros, que reduzirá a correção das dívidas.

Entre fevereiro e agosto, o juro médio ao consumidor caiu quase 10 pontos percentuais. A taxa média despencou de 45,4% ao ano para 35,6%, a mais baixa desde 1994, o que tende a diminuir o calote. Além disso, é preciso destacar que, entre as operações de crédito, a que concentra a maior parte do valor devido pelos brasileiros é a de financiamento imobiliário, cujo saldo no mês passado era de R$ 250 bilhões. (Págs. 1, 14 e o editorial ‘Moderação com o crédito’, 6)

Fortuna de Minas: Polícia apura suspeita de fraude eleitoral

Cidade da Região Central de Minas tem 2.698 habitantes e 2.640 eleitores. Há denúncia de que candidatos a vereador cadastraram parentes de outras cidades no eleitorado local, para garantir uma cadeira na Câmara Municipal, que pode ser obtida com 70 votos. Na última lista de transferências apareceram 150 novos eleitores. (Págs. 1 e 5)

Eleições 2012: Uberaba

Peemedebista à espera do segundo turno

Paulo Piau (PMDB) lidera com32% das intenções de voto, seguido por Antônio Lerin (PSB), com 17,4%; Wagner do Nascimento Jr. (PTC), 11,2%; Adelmo Carneiro (PT), 10,2%; e Fahim Sawan (PSDB), 9,8%, na pesquisa do MDA para o Estado de Minas. (Págs. 1 e 8)

Estradas: BRs de Minas vão receber R$ 15 bilhões

Estudos da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) aos quais o Estado de Minas teve acesso indicam o total a ser investido na duplicação e melhoria de 2,91 mil quilômetros das BRs 040, 050, 116, 153 e 262 no estado para concessão à iniciativa privada. (Págs. 1 e 12)

Aborto: Uruguai aprova na Câmara a legalização da prática

Projeto descriminaliza a retirada do feto até a 12ª semana de gestação e 14ª em caso de estupro. Se houver risco para a saúde da mãe, procedimento pode ser feito a qualquer momento. (Págs. 1 e 18)

Senado não pode pagar IR de senador

Tributaristas consideram uma manobra absurda e ilegal a decisão da Mesa do Senado de quitar o IR não recolhido sobre o 14º e 15º salários dos parlamentares. A medida divide até os senadores. (Págs. 1 e 4)
————————————————————————————

Jornal do Commercio

Manchete: Todas as 7.372 opções de emprego na Fiat

O JC detalha hoje as 50 especialidades que estão sendo contratadas para a construção da fábrica em Goiana. As vagas variam de pedreiro a auxiliar de laboratório e coordenador. (Págs. 1 e Economia 3)

Disputa pelo segundo lugar segue embolada

Em relação à pesquisa de domingo do Instituto Maurício de Nassau/JC, Humberto diminuiu a diferença para Daniel de seis para dois pontos percentuais, ontem. Na liderança, Geraldo cresceu mais dois pontos e Mendonça, quatro colocado, caiu dois. (Págs. 1 e 6)

ANS vai ouvir a sociedade sobre norma

Agência começa hoje a receber propostas de como os planos de saúde devem justificar a negativa de atendimento. (Págs. 1 e Economia 1 e 2)

Termina greve nos bancos privados

Entre instituições federais, apenas funcionários da Caixa voltam ao trabalho. BB e BNB seguem parados. (Págs. 1 e Capa Dois)

Diretor-geral do Google é detido pela STF

Prisão se deu porque vidros do YouTube contra candidato a prefeito de Campo Grande não foram retirados do ar. (Págs. 1 e 9)

————————————————————————————

Zero Hora

Manchete: Seis sinais apontam reação da economia

Depois de primeiro semestre em ritmo lento, surge efeito de estímulos do governo, que projeta final de 2012 com o dobro do crescimento do início do ano. (Págs. 1, 24 e Maria Isabel Hammes, 26)

Mensalão: Irritação e baixaria na Corte

Em dia tenso no Supremo, relator foi repreendido por colegas. (Págs. 1 e 14)

A dez dias das eleições: O que você deve saber

Datas, prazos, campanha na TV, o que pode e o que não pode no período final. (Págs. 1 e 4 a 6)

Justiça Eleitoral: A polêmica prisão do diretor da Google (Págs. 1 e 16)

————————————————————————————

Brasil Econômico

Manchete: Volume de crédito aumenta, juros caem, mas calote continua alto

Total de financiamento no país subiu 1,2% em agosto, enquanto o Banco Central esperava uma expansão de apenas 0,7%. Inadimplência atingiu 5,9%, mesmo patamar registrado em junho; atrasos de pessoas físicas encostaram nos 8%. (Págs. 1 e 30)

“Em 20 anos, o país ganhou confiança”

Em reportagem especial sobre as duas décadas do impeachment de Fernando Collor, a ex-ministra Zélia Cardoso de Mello fala sobre o confisco e as mudanças na economia brasileira no período. (Págs. 1 e 4)

Setor de serviços cresce e se aproxima de R$ 1 tri, diz IBGE

Segundo o instituto, segmento foi impulsionado pelo aumento da renda e do crédito e se tornou decisivo para que o país superasse os efeitos da crise econômica global de 2008. (Págs. 1 e 8)

Ericsson investe e se prepara para atender o 4G

Empresa já aumentou capacidade de fábrica de rádio base e planeja nova expansão em 2013. (Págs. 1 e 16)

Polícia Federal prende presidente do Google Brasil

Justiça eleitoral determina prisão após manutenção no site de vídeos contra candidato a prefeito. (Págs. 1 e 17)

Candidatos em São Paulo pedem bênção a padre pop

Pouco conhecido fora da periferia, Padre Ticão é assediado por todos os prefeituráveis da capital. (Págs. 1 e 12)

Campanha na reta final

Líder nas pesquisas em Salvador, ACM Neto promete: “Sempre que necessário, vou explorar o mensalão”. (Págs. 1 e 13)

Um nome forte no Itaú

Próximo de sua aposentadoria, o CEO Roberto Setubal dá a Márcio Schettini papel de protagonista no banco. (Págs. 1 e 31)

Clipping Radiobrás

Edição: Equipe Fenatracoop

Portal Cambé, site de informações e serviços de Cambé – PR.

Responda

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.