Contra a crise: Juro menor e pacote para aquecer o PIB;Comas projeções de crescimento econômico caindo semana a semana, governo federal planeja novo conjunto de medidas para estimular a indústria nacional…-Soja sustenta balança do agronegócio; A exportação de soja para a China foi o destaque da balança comercial do agronegócio no primeiro semestre. Foi o único entre os principais itens da pauta a fechar o período com resultado superior ao de 2011… – Gasolina pode ter mistura de 25% de álcool; O ministro Edison Lobão disse que o governo estuda aumentar o percentual de álcool anidro adicionado na gasolina, de 20% para 25%. Ele explicou que a mudança na gasolina poderá ser feita tão logo a produção do etanol cresça e justifique esse aumento.   

O Globo

Manchete: Alimento e transporte deixam Rio com maior inflação do país

Grandes eventos e aquecimento da economia local provocam alta de preços

O carioca está com a inflação mais alta entre 11 regiões metropolitanas, segundo o IBGE. Pelo índice oficial (o IPCA), o custo de vida no Rio subiu no ano, até junho, 3,16%, bem acima dos 2,32% no país. Em 12 meses, o salto foi de 5,81%, contra 4,92% no país. Alimentos, habitação e transporte estão entre os itens que mais pressionam o bolso de quem mora no Rio. Segundo especialistas, além da economia local mais aquecida, que puxa preços de serviços, valores cobrados na compra e aluguel de imóveis, e refeições fora de casa, já sofrem o impacto de grandes eventos, como Rio+20, Copa e Olimpíadas. (Págs. 1 e 17)

País pode crescer só 0,5% no trimestre (Págs. 1 e 19)

Torcida eleitoral

Candidato à reeleição, o prefeito Eduardo Paes, que é vascaíno, abriu as portas do Palácio da Cidade para apresentar a nova contratação do Botafogo, o holandês Seedorf. Para a Procuradoria da República, houve abuso de poder e uso da máquina. (Págs. 1 e 5)

Balcão de emendas vai, enfim, a julgamento

O Conselho de Ética da Câmara indicará amanhã o relator que investigará o balcão de emendas parlamentares montado por deputados. Os primeiros alvos são João Carlos Bacelar (PR-BA) e Marcos Medrado (PDT-BA). Ao GLOBO, Medrado admitiu ter negociado a destinação de uma emenda de R$ 2 milhões com Bacelar. (Págs. 1 e 3)

Cassação: STF proíbe divulgar voto em painel

O Supremo Tribunal Federal proibiu o Senado de divulgar, no painel, votos de senadores no processo de cassação de Demóstenes Torres (sem partido-GO) amanhã, mesmo que a pedido dos parlamentares. Quem quiser dizer como votou terá de fazê-lo por iniciativa própria, após a decisão. (Págs. 1 e 3)

Gasolina pode ter mistura de 25% de álcool

O ministro Edison Lobão disse que o governo estuda aumentar o percentual de álcool anidro adicionado na gasolina, de 20% para 25%. Ele explicou que a mudança na gasolina poderá ser feita tão logo a produção do etanol cresça e justifique esse aumento. (Págs. 1 e 23)

Rússia mostra impaciência com a Síria

Aliado estratégico do ditador Bashar al-Assad, o Kremlin já começou a dar sinais de impaciência com a Síria, anunciando a suspensão de novos contratos de venda de armas ao país “até que a situação se estabilize”. O chanceler russo encontrou-se com opositores sírios. (Págs. 1 e 24)

Obama quer excluir ricos de isenção tributária (Págs. 1 e 25)

Fotolegenda: Missão cumprida

Militares da banda do Exército deixam o Alemão após uma apresentação em homenagem à troca de comando. Após 19 meses de ocupação, o Exército passou ontem à PM o controle de todo o complexo de favelas, onde já estão em operação seis Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs). Mais duas serão inauguradas até o fim do mês. (Págs. 1 e 14)
————————————————————————————

O Estado de S. Paulo

Manchete: Mercado pressiona Espanha e Europa acena com alívio

União Europeia deve estender prazo para a Espanha cumprir metas de corte de gastos

O custo da dívida da Espanha subiu para níveis considerados perigosos ontem, enquanto os ministros das Finanças de países europeus se reuniam para discutir novas medidas contra a crise. Títulos do Tesouro espanhol, com vencimento de dez anos, só encontraram compradores ao serem oferecidos com taxas de juros de 7%. Em Bruxelas, os representantes dos governos da zona do euro decidiram conceder um ano a mais para que a Espanha atinja a meta de redução do déficit das contas públicas. Segundo um dos participantes do encontro, o governo espanhol poderá encerrar o ano com déficit de até 6,3% do PIB. A meta anterior era de 5,3%. Em troca, a Espanha deverá anunciar um pacote de aumento de impostos e corte de gastos e benefícios sociais de € 30 bilhões. (Págs. 1 e Economia B1 e B3)

€ 10 bilhões
É o tamanho do corte de gastos que a Espanha deverá realizar em 2012.

PT já pensa em expulsar prefeito de Palmas

Diante do vídeo que mostra o prefeito de Palmas (TO), o petista Raul Filho, negociando com o contraventor Carlinhos Cachoeira, a cúpula do PT vai insistir que o prefeito nunca foi um quadro histórico do partido. A estratégia é tentar isolá-lo e mostrar que seu envolvimento com Cachoeira não desgasta o PT. A tendência é que Raul Filho seja expulso do partido depois da abertura de processo na Comissão de Ética. Parte da direção do PT defende que esse processo seja concluído somente depois das eleições de outubro. (Págs. 1 e Nacional A4)

Comissão da Verdade decide reabrir caso Berbert

A Comissão da Verdade vai reabrir o caso do guerrilheiro Ruy Carlos Vieira Berbert, morto aos 24 anos, em 1972. O caso é o primeiro reaberto pelo grupo instalado em maio. No sábado, o Estado publicou fotos inéditas do corpo de Berbert. O próximo passo será tentar localizar os restos mortais. (Págs. 1 e Nacional A5)

Gilson Dipp
Integrante da Comissão da Verdade
“Não tínhamos noção de que o Arquivo Nacional guardasse essas imagens”.

Fotolegenda: Exército sai do Alemão

Após 19 meses de ocupação, o Exército transferiu ontem o controle do policiamento nos complexos, do Alemão e da Penha, no Rio, para a Polícia Militar. Após a solenidade, o Exército retirou todos os seus homens e veículos blindados. A administração da base passou para a Coordenadoria de Polícia Pacificadora da PM. (Págs. 1 e Cidades C3)

Corte egípcia nega reabertura de Parlamento

Depois de o recém-empossado presidente egípcio, Mohamed Morsi, emitir decreto determinando a reabertura do Congresso eleito após a queda de Hosni Mubarak, e dominado por partidos islâmicos, o Tribunal Constitucional reafirmou ontem que o Poder Legislativo é dos militares. A medida, determinou o supremo tribunal, é “definitiva e vinculante”. (Págs. 1 e Internacional A7)
Favorito para liderar a Líbia adota tom cauteloso

Mahmud Jibril, da Aliança das Forças Nacionais, disse que a eleição deve servir para unir o país em torno de projeto de reconciliação, informa o enviado especial Andrei Netto. (Págs. 1 e Internacional A8)

Análise: Gilles Lapouge

Após Primavera, países adotam rumos diferentes. (Págs. 1 e Internacional A8)
Menino haitiano tem cidadania

A Justiça Federal incluiu o haitiano Virgile, de 13 anos, no Programa de Proteção a Vítimas e Testemunhas e determinou que seja concedida a ele cidadania brasileira. O garoto foi abandonado em 2009 em São Paulo por traficantes internacionais de pessoas e vive num abrigo. A Justiça também mandou prender os “coiotes”. A decisão pode criar polêmica em Brasília, já que o processo de naturalização segue disciplina legal rígida. (Págs. 1 e Cidades C1)

Revolução de 32: Monumento será restaurado

Nas comemorações dos 80 anos da Revolução Constitucionalista de 1932, ontem, o governador Geraldo Alckmin anunciou projeto de restauração do Obelisco do Ibirapuera, para reabertura à visitação pública. As obras devem começar no início de 2013. (Págs. 1 e Nacional A6)

Dora Kramer

Livre-arbítrio

O governador Eduardo Campos não quer briga com Dilma Rousseff ou com Lula, só que não renuncia à sua autonomia político-partidária. (Págs. 1 e Nacional A6)

José Paulo Kupfer

O valor da confiança

Enquanto o sistema bancário-financeiro não recuperar a credibilidade não haverá hipótese de recuperação econômica sustentável. (Págs. 1 e Economia B4)

Notas & Informações

Infraestrutura ruim e cara

Os investimentos no Brasil não são apenas inferiores às necessidades do País. São mal aplicados. (Págs. 1 e A3)

Embraer vai usar sistema de armas da Boeing (Págs. 1 e Economia B10)

Restituição do IR tem valor recorde de R$ 2,6 bi (Págs. 1 e Economia B6)

————————————————————————————

Correio Braziliense

Manchete: Preso advogado do golpe das adoções

Uma semana depois de o Correio Braziliense iniciar a série de reportagens sobre o golpe das adoções usado para conseguir cidadania europeia, a Justiça determinou, ontem, a prisão de dois acusados de envolvimento no esquema. Um deles, o advogado do Paulo Alves Ferreira da Silva, com escritório em Ceres (GO), se entregou depois da decisão judicial. O outro, Felipe de Freitas Monteiro, ex-servidor da comarca de Itapaci (GO), está foragido. A fraude também envolve estrangeiros. Principalmente, portugueses e italianos. Eles recebem dinheiro para “adotar” brasileiros adultos, que, em troca, têm livre acesso aos países da União Europeia. A Interpol e o governo português investigam caso. Há suspeita de tráfico de pessoas. (Págs. 1 e 8)

Fotolegenda: Monumentos – Reformas quase eternas

Vários cartões-postais da cidade estão fechados. A Catedral, desde julho de 2009 está em obras. A última vez em que o Panteão da Pátria recebeu turistas foi em 2008. No Aeroporto JK, o problema é prático: uma escada rolante foi interditada há quatro meses. Falta uma pecinha, segundo a Infraero. Por lá, passam 10 mil pessoas por dia. (Págs. 1, 13 e 28)

Transparência: Abismo entre vencimentos na Esplanada supera 500%

No topo dos órgãos que oferecem remuneração mais elevada está a Advocacia-Geral da União (AGU), onde a média é de R$ 22,5 mil, seguida dos ministérios da Fazenda, da Ciência e Tecnologia, e do Trabalho. A menor média, de RS 3,3 mil, é do Ministério das Comunicações. (Págs. 1, 2 e 24)

Justiça condena postos em Brasília por formar cartel (Págs. 1 e 31)

Demóstenes, a ser julgado amanhã, defende mentiras (Págs. 1 e 3)

————————————————————————————

Valor Econômico

Manchete: Elétricas pressionam por definição sobre concessões

As empresas do setor elétrico aumentaram a pressão sobre o governo para que sejam renovadas suas concessões. O atraso na definição já afeta o custo do dinheiro para investimento das companhias.

Totalmente no escuro em relação às condições que o governo imporá para atender essa demanda, dezenas delas, incluindo estatais, já protocolaram pedidos de prorrogação na Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). A maioria dos contratos termina na primeira semana de julho de 2015 e a legislação exige manifestação formal de interesse na prorrogação a 36 meses do vencimento. (Págs. 1 e B1)

Ibama acelera licenças para petróleo e gás

O Ibama vai liberar um volume recorde de licenças para o setor de petróleo e gás. Ao todo, 11 empreendimentos de grande porte receberão autorizações ambientais do instituto até o fim deste ano, um pacote de projetos liderados pela Petrobras, OGX e BG Group. Segundo Gisela Forattini, diretora de licenciamento do órgão, nunca foi concedido “de forma tão concentrada um volume de licenças para o setor como faremos desta vez”.

A aceleração do licenciamento ambiental para petróleo e gás está diretamente associada às mudanças promovidas pelo Programa de Mobilização da Indústria Nacional de Petróleo e Gás Natural, que simplificou os procedimentos, explica o presidente do Ibama, Volney Zanardi. (Págs. 1 e A14)

GE Brasil volta a investir em lâmpadas

Quatro anos depois de ter saído do segmento de lâmpadas no mercado brasileiro, a General Eletric volta a investir nessa área no país e trouxe da Philips um executivo para comandar as operações. Alexandre Ferrari é o novo diretor-geral de GE Iluminação no Brasil – até agora, esse setor fazia parte do departamento de América Latina do grupo.

“Precisamos de alguém que pense somente no Brasil”, explicou a presidente global da GE Iluminação, Maryrose Sylvester. Ferrari terá ainda sob sua responsabilidade o desenvolvimento do projeto da nova fábrica de lâmpadas da multinacional no país. Uma das apostas da empresa são os investimentos em infraestrutura para a Copa e a Olimpíada. (Págs. 1 e B6)

Fotolegenda: Novo paradigma

Com início da criação em 2005, a Marfrig trouxe profissionalização ao mercado de ovinos e começou a mudar a imagem da carne de cordeiro no país. “O criador não sabia o que produzir e o consumidor não sabia qual era o parâmetro de qualidade”, lembra Gustavo Martini. (Págs. 1 e B10)

Múltis de alimentos buscam a bolha perfeita

Grandes empresas de alimentos, como Nestlé e Unilever, estão injetando ar em seus esforços de pesquisa. A Nestlé anunciou que, para compreender a ciência das bolhas de ar, fez parceria com a Agência Espacial Europeia.

Amostras de alimentos foram embarcadas em avião espacial que voa a 8.500 metros para testar o comportamento da espuma em gravidade zero. Essa pesquisa pode ajudar a aperfeiçoar a espuma de um cappuccino, de um sorvete ou até reduzir o uso de sal e açúcar. “Queremos fazer a bolha de ar quase perfeita”, disse Cécile Gehin-Delval, cientista da multinacional. (Págs. 1 e B6)

“Kassabismo” enfrenta sua primeira crise

Menos de um ano depois de ter criado o PSD, partido do qual é o presidente nacional, o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, enfrenta a primeira grande dissidência interna. A senadora Kátia Abreu (PSD-TO), primeira-vice-presidente da legenda, enviou ontem carta em que se declara em oposição interna a Kassab.

O motivo do rompimento é a intervenção determinada pelo prefeito de São Paulo no diretório de Belo Horizonte, para forçar o apoio ao candidato do PT a prefeito, o ex-ministro Patrus Ananias, depois de o diretório local ter aprovado em convenção adesão à campanha do prefeito Márcio Lacerda (PSB) à reeleição. Para a senadora, foi um ato “truculento e autoritário”. (Págs. 1 e A5)

Europa teme criar geração perdida de desempregados (Págs. 1 e A12)

Aumenta o risco de deflação na China (Págs. 1 e A13)

Com imagem arranhada, Eike terá de reconquistar o mercado (Págs. 1 e B5)

Batalha dura em duas frentes

As ações da Nokia caíram abaixo de € 1,50 pela primeira vez em 16 anos. A companhia enfrenta dura concorrência de fabricantes chineses no segmento de celulares mais baratos e da Apple e Samsung no mercado de smartphones. (Págs. 1 e B2)
Teles investem em lojas próprias

Operadoras de celulares investem na ampliação de suas redes de lojas próprias. O objetivo da estratégia é melhorar o atendimento aos clientes a fim de atraí-los para os planos pós-pagos, mais rentáveis para as companhias. (Págs. 1 e B2)

Consumo mais responsável

Pesquisa do Boston Consulting Group mostra que os consumidores brasileiros estão reduzindo suas compras devido ao maior endividamento e direcionando os recursos para a quitação de débitos. (Págs. 1 e B3)

Liquidação da Pluna

O governo uruguaio enviou ontem ao Congresso um projeto de lei para liquidar a Pluna, que deixou de voar na sexta-feira. O primeiro passo, que prevê uma nova empresa aérea, será leiloar aeronaves e devolver outras adquiridas por leasing. (Págs. 1 e B4)

Recursos para os novos VW

A Volkswagen obteve financiamento de R$ 342 milhões do BNDES. Parte dos recursos será destinada ao desenvolvimento local de dois novos modelos: um subcompacto e um sedã médio. (Págs. 1 e B6)

MRV cria empresa de loteamento

A MRV criou uma nova empresa, a Urbamais, para atuar no setor de loteamentos, com foco em empreendimentos residenciais para a classe média, comerciais e industriais. (Págs. 1 e B6)

Soja sustenta balança do agronegócio

A exportação de soja para a China foi o destaque da balança comercial do agronegócio no primeiro semestre. Foi o único entre os principais itens da pauta a fechar o período com resultado superior ao de 2011. (Págs. 1 e B9)

“Market maker” do acionista

A XP Investimentos passará a atuar em breve como formador de mercado de três ações negociadas na bolsa, atendendo a pedidos não das empresas, mas dos acionistas, duas gestoras com perfil de investimento de longo prazo. (Págs. 1 e D2)

Ideias

Wolfgang Münchau

Pelas decisões do Conselho Europeu, a conclusão lógica é que a crise do euro não será resolvida em menos de 20 anos. (Págs. 1 e A15)

Yoshiaki Nakano

Os problemas centrais da economia brasileira, particularmente graves neste momento, estão do lado da oferta. (Págs. 1 e A15)

————————————————————————————

Estado de Minas

Manchete: O retrovisor sumiu

Apenas uma loja de peças automotivas recebe por mês cerca de 150 carros sem os retrovisores. Os ladrões, em vez de arrombar os veículos, estão arrancando o que está mais visível, para vender no mercado paralelo. Além dos espelhos, levam antenas, palhetas de limpadores de para-brisa, rodas e pneus sobressalentes. A polícia não tem dados sobre os ataques, mas de acordo com o Sindicato das Seguradoras os furtos aumentam no ritmo de 10% ao ano em BH, principalmente nas regiões Noroeste e Centro-Sul. (Págs. 1 e 19)

Partidos se mobilizam contra Kassab

Coligação que apoia a reeleição de Marcio Lacerda (PSB) assinou ontem nota de repúdio com críticas à intervenção do prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (PSD), que articula as alianças nacionais do partido. O desencontro entre o diretório municipal e o nacional, que caminha para o lado do PT, uniu representantes de 19 partidos contra a influência paulista na eleição de BH. Lacerda afirmou ontem que vai demitir os servidores da prefeitura que fizerem campanha durante o expediente ou atrapalharem o funcionamento da administração. (Págs. 1, 4 e 5)

Contra a crise: Juro menor e pacote para aquecer o PIB

Comas projeções de crescimento econômico caindo semana a semana, governo federal planeja novo conjunto de medidas para estimular a indústria nacional. Previsão é de que a tendência de corte da Taxa Selic seja mantida amanhã pelo Comitê de Política Monetária (Copom). (Págs. 1, 11 e Editorial, 8)

À Vista X Cartão

BC dá aval a venda com preço diferente no país. (Págs. 1 e 13)

Suína mata mais três

É de Passos, Região Sul, a 11ª vítima do vírus Influenza A este ano no estado. (Págs. 1 e 22)

Fotolegenda: Rios De Minas – E o Doce ficou amargo

A bacia do Rio Doce, que banha 202 municípios do Leste mineiro, se transformou numa vastidão turva e malcheirosa, contaminada por esgoto e lixo. Governador Valadares já estuda mudar a captação de água para abastecer seus 263,6 mil moradores. O afluente Santo Antônio, no qual o garoto Valdivino, de 10 anos, se diverte, é o único ainda com vida. (Págs. 1 e 21)

————————————————————————————

Zero Hora

Manchete: Retrato do descontrole

A mulher que passeia com o cão em frente à Assembleia Legislativa, numa tarde de março, deveria estar no parlamento trabalhando. Ela ganha R$ 24,3 mil ao mês para ser recepcionista no gabinete do deputado Paulo Azeredo (PDT) por uma jornada de 8 horas diárias. Durante 15 dias, ZH observou a rotina da servidora e constatou: a obrigação de cumprir as oito horas de trabalho só existe no papel. O caso é apenas um exemplo que ajuda a ilustrar o descontrole no Legislativo gaúcho. A Assembleia gasta R$ 170 milhões por ano e não cobra presença dos 1,5 mil funcionários. (Págs. 1, 4 a 6 e Rosane de Oliveira, 10)

————————————————————————————

Brasil Econômico

Manchete: “Fomos traídos em BH”, desabafa Rui Falcão, presidente do PT

Em entrevista exclusiva ao BRASIL ECONÔMICO, líder petista afirma que o PSB rompeu na última hora acordo assinado na capital mineira; diz que o partido não é “subalterno” e promete Lula no palanque no Recife contra o candidato de Eduardo Campos. (Págs. 1 e 4)

As metas ousadas do novo piloto da Audi no Brasil

Leandro Radomile, que assumirá o posto deixado por Paulo Kakinoff, conta ao BRASIL ECONÔMICO como pretende chegar à vice-liderança do mercado brasileiro. (Págs. 1 e 18)

Imposto menor vai destravar 40 obras

Medida do governo prevê redução de até 35% na carga tributária que incide sobre o lucro e concessionárias responsáveis por projetos públicos e ajudará a tirar do papel um número significativo de PPPs. (Págs. 1 e 8)

Mais uma pedra no caminho do Mercosul

Chile, Peru, Colômbia e México formam a Aliança do Pacífico, que pode fragilizar mais o bloco liderado por Brasil e Argentina. (Págs. 1 e 38)

Europeus preferem prejuízos a riscos

França e Alemanha captam recursos a taxas negativas, mostrando que futuro do euro ainda é fonte de preocupação. (Págs. 1 e 31)

Volks ganha crédito de R$ 342 mi do BNDES (Págs. 1 e 19)

Primeiro da classe

OCDE diz que o Brasil é o único país que está crescendo entre as economias mais industrializadas do mundo. (Págs. 1 e 10)

“Preciso ganhar a vida”

Fernando Gabeira diz que não fará campanha em 2012 e continuará trabalhando como jornalista. (Págs. 1 e 3)

Clipping Radiobrás

Edição: Equipe Fenatracoop

Responda

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.