Manchete nos Jornais para esta Terça-Feira 20 de Dezembro de 2011

119

Habitação busca nova fonte de crédito – Primeira sonda do pré-sal vira guerra entre estados – Baque na Previdência: Estado terá de ressarcir funcionários – Poder limitado: STF torna mais difícil punir juízes – Ciência: Laboratório mantém vivas células cancerígenas – Greve ameaça embarques de fim de ano – Mercosul deve ampliar lista de exceções à TEC – Orçamento deixa funcionalismo sem reajuste…

O Globo

Manchete: Liminar do STF torna mais difícil a punição de juízes
No primeiro dia do recesso, Marco Aurélio decide sozinho sobre ação da AMB

Depois de entrar na pauta do Supremo Tribunal Federal (STF) 13 vezes e não ser julgada, a ação movida pela Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) que tira poder do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) para punir juízes teve uma decisão. Em liminar, no primeiro dia do recesso do Supremo, o ministro Marco Aurélio Mello esvaziou os poderes do CNJ, presidido pelo ministro Cezar Peluso, também presidente do STF, que não reclamou. De acordo com a liminar, os juízes sob suspeita de crimes ou irregularidades voltarão a ser julgados pelas corregedorias dos tribunais onde atuam, o que torna mais difícil a punição. Especialistas criticaram a decisão de Marco Aurélio, chamada de retrocesso, mas que foi aplaudida por magistrados. (Págs. 1, 3, 4 e Merval Pereira)

Concluído relatório sobre o mensalão

O ministro, Joaquim Barbosa, do STF, concluiu o relatório do mensalão, resumo da investigação sobre o maior escândalo de corrupção do governo Lula, com 122 páginas. O documento foi enviado ontem ao ministro Ricardo Lewandowski, revisor do caso e que vai elaborar seu próprio relatório e voto. A previsão é que o julgamento dos 38 réus ocorra em maio. (Págs. 1 e 5)

Coréia do Norte tem novo ditador
Morte de Kim Jong-il leva ao poder filho inexperiente e põe países vizinhos em alerta

Um dos países mais isolados do mundo, a Coréia do Norte está agora nas mãos de um jovem de menos de 30 anos, que não teve tempo, segundo analistas, de preparar-se para a função. A morte do ditador Kim Jong-il, de ataque cardíaco e anunciada ao país e ao mundo com dois dias de atraso, lançou a minipotência nuclear num período de incertezas e pôs seus vizinhos em alerta. Especialistas temem que a inexperiência de Kim Jong-um abra espaço para lutas pelo poder. Norte-coreanos entraram em desespero. A notícia de um novo teste com mísseis de curto alcance elevou a tensão na península. (Págs. 1, 31, a 34 e editorial “Sinais de fumaça em Pyongyang”)

Preso mais um chefe de batalhão
Mencionado em escuta telefônica, coronel nega ter recebido propinas de traficantes

Pela segunda vez em três meses, um comandante de batalhão da PM é preso acusado de envolvimento em crimes. Desta vez, foi detido o coronel Djalma Beltrami, acusado de receber propinas do trafico. Há três meses ele havia substituído o tenente-coronel Cláudio Oliveira – no comando do 7º BPM (São Gonçalo). Cláudio é acusado de ser o mentor do assassinato da juíza Patrícia Acioli. Com base em gravação telefônica, na qual é mencionado por um PM, Beltrami – que era árbitro de futebol – está sendo acusado de receber propina para não reprimir o tráfico em São Gonçalo. Foram presos outros seis PMs e sete traficantes. O oficial negou as acusações. (Págs. 1, 14 e 15)

Friburgo volta a sofrer com as chuvas
Quase um ano depois do temporal que atingiu a serra, Nova Friburgo voltou a entrar em alerta com a chuva forte que deixou isolados moradores do bairro Córrego Dantas. A correnteza levou uma ponte improvisada, a única no local, usada por pedestres. Em protesto, moradores fecharam ontem a estrada que liga Friburgo a Teresópolis, a RJ-130. Eles só querem a dragagem do riacho. (Págs. 1 e 22)

Vazamento: Marinha abre inquérito
A Marinha abriu ontem inquérito administrativo contra a Modec para levantar as causas do vazamento de óleo na Baia da Ilha Grande. O combustível vazou do navio-plataforma que estava a caminho do estaleiro, onde seria reformado para depois operar no pré-sal. (Págs. 1 e 26)

Natal pode ter greve nos aeroportos
Terminou sem acordo entre patrões e empregados do setor aéreo a reunião de conciliação no Tribunal Superior do Trabalho (TST). Aeronautas e aeroviários planejam parar a partir das 23h do próximo dia 22. A categoria pretende manter apenas 20% do efetivo. (Págs. 1 e 25)

Na seletiva, ônibus chega mais cedo
Um teste feito ontem pelo GLOBO revelou que a viagem de ônibus pelo sistema de faixas seletivas, o BRS – do Leblon ao Centro -, está mais curta. Durou só seis minutos a mais do que de carro. Os ônibus fretados não podem usar o sistema. (Págs. 1, 18 e 19)
————————————————————————————

O Estado de S. Paulo

Manchete: Liminar do STF esvazia poder do CNJ para investigar juízes
Decisão provisória submete a ação do órgão nacional às decisões de corregedorias estaduais

Uma liminar do ministro do Supremo Tribunal Federal Marco Aurélio Mello, às vésperas do recesso do Judiciário, esvaziou os poderes de investigação e de correição do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Pela decisão, a Corregedoria Nacional de Justiça não pode instaurar investigação contra magistrados suspeitos por conta própria e deve esperar o pronunciamento das corregedorias estaduais. Além disso, o CNJ está ameaçado por um novo processo da Associação dos Magistrados Brasileiros, que conseguiu a liminar limitando os poderes do órgão. A AMB quer impedir a devassa que está sendo feita na folha de pagamentos do Tribunal de Justiça de São Paulo. (Págs. 1 e Nacional A4)

Orçamento não prevê reajustes

Apesar das pressões por aumento de gastos em ano eleitoral, o relatório final do Orçamento 2012 não prevê reajuste para os servidores públicos. Os funcionários do Judiciário, por exemplo, reivindicam um aumento médio de 56%, o que custaria R$ 7,7 bilhões no ano que vem. (Págs. 1 e Nacional A5)

Após Corinthians, Kassab acena a outros clubes
Para compensar os benefícios concedidos ao Corinthians na construção do Itaquerão, o prefeito Gilberto Kassab (PSD) quer ajudar também o São Paulo, o Palmeiras e a Portuguesa. “Entendo esse apoio como um compromisso nosso com a sociedade. É uma demanda que noto nas ruas”, disse Kassab. Em entrevista ao Estado, o prefeito disse ainda que “é praticamente impossível” cumprir todas as metas de sua gestão até o final do mandato. (Págs. 1 e Cidades C1)

Prefeito já busca nova opção eleitoral
Ainda sem acordo com o PSDB, Gilberto Kassab quer que Henrique Meirelles seja candidato do PSD à Prefeitura. O plano B é seu secretário da Educação, Alexandre Schnelder. (Págs. 1 e Nacional A6)

Aeroviários dizem que vão iniciar greve no dia 22
Trabalhadores do setor aéreo notificaram o Tribunal Superior do Trabalho que vão entrar em greve a partir das 23h do dia 22 de dezembro, mantendo apenas 20% da operação durante os feriados de final de ano. A decisão foi tomada depois do fracasso das negociações com representantes das empresas – a diferença entre as propostas foi de 0,83 ponto porcentual. (Págs. 1 e Economia B1)

Juiz condena 3 padres de Alagoas por pedofilia (Págs. 1 e Vida A16)

Luiz Zanin
Faltou Almir Pernambuquinho

Para dificultar um pouco as coisas para o Barcelona faltou talvez ao Santos um jogador desses que não aceitam a derrota de jeito nenhum. (Págs. 1 e Esportes E4)

Notas & Informações
O comércio e a lei da selva

A fase da abertura comercial está encerrada e o vírus do protecionismo tende a se espalhar. (Págs. 1 e A3)
————————————————————————————

Correio Braziliense

Manchete: Servidora é presa por desvios no TRT
Investigada pela Operação Perfídia, da Polícia Federal, Márcia de Fátima Pereira e Silva Vieira foi detida ontem em sua casa no Park Way. Segundo a PF, ela confessou ser a chefe de um esquema que roubou pelo menos R$ 5,5 milhões em indenizações liberadas pelo Tribunal Regional do Trabalho (TRT). O marido, a mãe e o irmão de Márcia de Fátima também estão na cadeia acusados de integrar a quadrilha. Mais 13 pessoas são suspeitas de participar do golpe, revelado pelo Correio. Com ordens judiciais falsas, Márcia ordenava que o Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal depositassem os valores pagos em contas que ela indicava. Os bens de todos os presos foram bloqueados, entre eles a mansão em que Márcia morava, avaliada em R$ 2,7 milhões. “O que ela possuía estava muito acima do padrão de uma servidora pública”, disse a delegada responsável pelo caso, Fernanda de Oliveira. (Págs. 1 e 2)

Orçamento deixa funcionalismo sem reajuste (Págs. 1 e 6)

GDF: Pacote de obras para Brasília
O governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, anunciou um programa de investimentos de R$ 778 milhões. Além da construção de ciclovias e parques, os recursos serão aplicados em infraestrutura nas cidades. (Págs. 1 e 26)

Judiciário: STF reduz os poderes do CNJ
Liminar do ministro Marco Aurélio Mello proíbe o Conselho Nacional de Justiça de abrir processos disciplinares contra magistrados. A decisão ainda terá que ser julgada pelo plenário do Supremo. (Págs. 1 e 3)

A Coréia das incertezas e das ameaças
Norte-coreanos choram pelo ditador Kim Jong-li, em Pyongyang. O país comunista será governado pelo filho dele, o jovem Kim Jong-um, que herdou o quarto exército do mundo e bombas nucleares. (Págs. 1, 18, 19 e Visão do Correio 16)

Caos Aéreo: Sem acordo, aeroviários vão parar
A greve dos funcionários dos aeroportos e das empresas aéreas foi confirmada para a quinta-feira, às 23h. Trabalhadores e patrões não avançaram na proposta de reajuste salarial, após uma reunião tensa no TST. (Págs. 1 e 10)
————————————————————————————

Valor Econômico

Manchete: ALL cria mineradora Vetria com investimento de R$ 7 bi
Com investimentos estimados em R$ 7,6 bilhões até 2016, acaba de nascer a Vetria Mineração, que vai extrair, transportar e comercializar minério de ferro do Maciço do Urucum, em Corumbá (MS). A América Latina Logística (ALL), uma das maiores ferrovias do continente, aliou-se aos grupos Triunfo Participações e Investimentos (TPI) e Vetorial Mineração para criar a nova empresa.

A Vetria surge como uma mina operacional com capacidade para negociar 27,5 milhões de toneladas por ano e terá garantido por contrato de longo prazo o escoamento ferroviário da produção até Santos, além da exportação por um terminal portuário próprio. O executivo Alexandre Santoro, ex-Danone e Ambev, será o presidente da nova companhia. (Págs. 1 e B1)

Queda do juro dá mais brilho à poupança
A queda da Selic para a casa dos 9% ao ano em 2012 vai aumentar a competitividade da caderneta de poupança em relação aos fundos DI e renda fixa. Com os juros em 9,5%, carteiras com taxas de administração superiores a 1,5% já podem ficar abaixo da poupança.

Alguns investidores já deveriam ter migrado para a caderneta há muito tempo. Levantamento da Economática mostra um grande número de fundos com taxas de administração de 3% a 5% ao ano que renderam menos que a poupança nos últimos cinco anos. Em 2009, o governo chegou a discutir mudanças na poupança, mas com a retomada do aperto monetário a questão perdeu a urgência. (Págs. 1 e D1)

Receita de grandes grupos cresce 16% e vai a R$ 2,3 tri
Petrobras, Bradesco, Banco do Brasil e Vale lideram o pelotão dos maiores grupos brasileiros, cujo faturamento somado cresceu 16,4% no ano passado e atingiu R$ 2,3 trilhões. O lucro total, de R$ 195,6 bilhões, foi 22,2% maior. Embalados pelo aumento do consumo, os conglomerados comerciais registraram o maior crescimento no lucro (43%). O Magazine Luiza foi o que mais aumentou a lucratividade (145,1%). O anuário “Valor Grandes Grupos”, com 324 páginas, circula hoje para assinantes e venda em bancas, e traz o perfil dos 200 maiores grupos do país, com organogramas de participações acionárias, indicadores de desempenho e nomes dos principais executivos. (Pág. 1)

Mercosul deve ampliar lista de exceções à TEC
Os presidentes dos países do Mercosul deverão anunciar hoje a ampliação da lista de exceções à Tarifa Externa Comum (TEC) do bloco, além da criação de um novo mecanismo que permitirá a aplicação da alíquota máxima da TEC a um número maior de produtos, desde que temporariamente. A mudança é defendida pelos governos da Argentina e do Brasil e a relação dos produtos agravados deverá ficar entre 100 e 200.

Segundo o ministro da Fazenda, Guido Mantega, a aplicação da alíquota máxima de 35% poderá atingir, entre outros setores, os de bens de capital, químicos e têxteis. (Págs. 1 e A4)

Dinamismo e inércia no Madeira
Até o fim do mês, um ano antes do prazo, a primeira das 44 turbinas da hidrelétrica de Santo Antônio começa a gerar energia. Mas o cenário de Porto Velho é muito parecido com o de antes: um em cada três habitantes não tem água encanada, a rede de esgoto só atende a 2,5% da população, asfalto ainda é objeto de desejo na periferia e nenhum dos parques planejados saiu do papel. A letargia do poder público limitou o desenvolvimento da infraestrutura urbana que a construção das usinas do rio Madeira prometia levar à capital de Rondônia.

A paralisia das obras públicas contrasta com o dinamismo privado. Grandes marcas do varejo invadiram Porto Velho. O número de indústrias em Rondônia subiu de 3.147 para 7.032 em cinco anos. Recursos fluíram aos cofres públicos. As receitas de ISS da prefeitura aumentaram de R$ 35 milhões para R$ 200 milhões por ano e as de ICMS do Estado de R$ 1,4 bilhão para R$ 2,8 bilhões. (Págs. 1 e A12)

Unctad rejeita linha conservadora
A agência para o comércio e o desenvolvimento da ONU, Unctad, recomendou que os emergentes preparem planos contra o “contágio contracionista” das políticas econômicas das nações desenvolvidas. Para a Unctad, pacotes de austeridade criam uma “acumulação perigosa” de riscos para a economia mundial. A agência condenou essa política e sugeriu que o alvo deveria ser o crescimento, e não o corte de déficit público. (Págs. 1 e A9)

Ajuste fará Dilma lançar programas de baixo custo
Em vez de programas sociais e de infraestrutura ambiciosos, como o Bolsa Família e o PAC, o governo Dilma Rousseff será marcado em 2012 pela consolidação da nova linha de políticas públicas do PT, iniciada neste ano: a de projetos relativamente modestos, baratos, como os planos de combate ao crack e de apoio às pessoas com necessidades especiais. É essa a previsão do cientista político Octavio Amorim Neto, da Fundação Getúlio Vargas, do Rio.

Para o pesquisador, será a saída para que Dilma mantenha a imagem de uma administração sensível às questões sociais, diante da necessidade de prolongar o ajuste fiscal. Em entrevista ao Valor, Amorim afirma que a presidente não faz um governo de continuidade do expansionismo do governo Lula. Por dois motivos: a crise europeia e, especialmente, o “freio” de arrumação depois da “farra eleitoral” que teria induzido uma alta taxa de crescimento em 2010 para criar um clima favorável à eleição de Dilma. (Págs. 1 e A8)

Sem acordo salarial na Justiça, pilotos e aeroviários ameaçam iniciar paralisação (Págs. 1 e A2)

Blue Interactive recebe aporte
A gestora inglesa de fundos de “private equity” 3i fechou seu primeiro investimento no Brasil, com aporte de R$ 100 milhões na Blue Interactive, provedora de serviços de TV a cabo e banda larga. Os recursos serão aplicados na expansão da rede de cobertura. (Págs. 1 e B3)

Vale muda estratégia para navios
A Vale vendeu a armadores asiáticos 4 dos 19 navios encomendados a estaleiros chineses e coreanos. A intenção é se desfazer também dos 15 navios restantes, sempre vinculados a contratos de arrendamento de longo prazo. (Págs. 1 e B8)

Expansão do algodão
Apesar das cotações em declínio, o cultivo de algodão na safra 2011/12 começou com perspectiva de crescimento de área. Alguns produtores, principalmente de grande porte, que fecharam contratos antecipados, vão ampliar o cultivo em até 20%. (Págs. 1 e B12)

Reajustes nos preços de patentes
A partir de janeiro, os preços para os registros de marcas e patentes no Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI) ficarão em média 14% mais caros. Mas alguns serviços terão reajustes superiores a 100%. Pedidos pela internet terão descontos. (Págs. 1 e E1)

Ideias
Delfim Netto

A crise européia mostra que é preciso avançar no federalismo fiscal, o que tornaria irrelevante o déficit dos países devedores. (Págs. 1 e A2)

Ideias
José Eli da Veiga

Mudança do Código Florestal é um pacto do latifúndio mais tropical com as mais bucólicas elites urbanas. (Págs. 1 e A11)
————————————————————————————

Estado de Minas

Manchete: Alerta nas estradas
Buracos e deslizamentos de encostas aumentam o perigo nas viagens de Natal e réveillon

Dados do Dnit, DER e Polícia Rodoviária Federal consolidados pelo Estado de Minas apontam pelo menos 11 pontos críticos provocados pelas chuvas nas rodovias federais que cortam o estado. Entre eles estão trecho esburacado na BR-040 do Viaduto da Mutuca a Lafaiete e desmoronamento na BR-356, entre Ouro Preto e a 040. Desde
quinta-feira, já foram seis mortes, 17 feridos e 12 interdições de pista nas BRs em Minas.

A PRF divulgou os trechos nas estradas em que ocorrem mais acidentes. O mais perigoso fica entre os quilômetros 480 e 490 da BR-381, em Contagem. A chuva também castigou BH. Rachaduras na cabeceira do Viaduto São Francisco interditaram duas pistas no local.

No Bairro Santo Antônio, uma cratera fechou um quarteirão da Rua Carlos Gomes. E o desmoronamento de um muro de arrimo danificou cinco caminhões no Caiçara. (Págs. 1)
Herança explosiva
Morte do líder comunista Kim Jong-il, que há 17 anos governava a Coréia do Norte com mãos de ferro, deixou nações asiáticas e o governo dos Estados Unidos em alerta. Preocupação é com arsenal atômico mantido por Pyongyang, que anunciou ontem ter feito teste de míssil, aumentando a tensão na fronteira com a Coréia do Sul. No Japão, o primeiro-ministro fez reunião especial de segurança e disse para o país se preparar “para qualquer circunstância inesperada”. O ex-líder será sucedido pelo filho mais novo, Kim Jon-un, de 29 anos, que enfrenta resistência dos militares e da elite política do país
para assumir o poder. O funeral do corpo do excêntrico ditador está marcado para o dia 28. (Págs. 1, 15 e 16)
Greve ameaça embarques de fim de ano
Trabalhadores do setor aéreo marcaram para quinta-feira o início da paralisação nacional da categoria, sem data para acabar. Eles prometem operar com apenas 20% do pessoal. (Págs. 1 e 12)
Orçamento 2012: Relator deixa fora reajuste de servidores
Parecer final do deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP) não inclui previsão de aumento salarial para o funcionalismo dos três poderes, nem para ministros do Supremo e magistrados. (Págs. 1 e 4)
Minas de emprego
Mineradoras e siderúrgicas anunciam oferta de 3,6 mil vagas de trabalho em Minas Gerais. (Págs. 1 e 11)
Lista de Furnas: Deputados querem que a Assembléia apure fraudes (Págs. 1 e 5)

Ciência: Laboratório mantém vivas células cancerígenas (Págs. 1 e 18)
————————————————————————————

Jornal do Commercio

Manchete: Ameaça de caos aéreo
Depois do fracasso das negociações com representantes de companhias aéreas, trabalhadores do setor notificaram o TST de que pretendem fazer greve de 24 horas a partir das 23h de quinta (22), comprometendo as viagens para o Natal. (Págs. 1 e 2)
O primeiro prédio da Hemobrás
Ministro da Saúde, Alexandre Padilha, inaugurou ontem a câmara fria da Empresa Brasileira de Hemoderivados e Biotecnologia, em Goiânia. Ele anunciou que os usuários vão poder avaliar hospitais do SUS. (Págs. 1, Cidade 6 e Economia 5)
Coréia do Norte, de Kim Jong-il a Kim Jong-um
Ditador morre e deixa filho mais novo como sucessor um enigma numa tirania com poder nuclear. (Págs. 1, 11 a 14)

Foto-legenda: De pai para filho Jong-il deixa no poder Jong-um, no regime mais fechado do mundo
Metroviários param na sexta por 24 horas
Categoria pede mais segurança no Metrorec. Assembléia foi realizada ontem. (Págs. 1 e Capa Dois)
Ministro do STF esvazia poderes do CNJ
Para Marco Aurélio Mello, conselheiro não pode investigar juiz antes de tribunais. (Págs. 1 e 10)
Síria autoriza observadores da Liga Árabe no país (Págs. 1 e 14)
————————————————————————————

Zero Hora

Manchete: Prisões por embriaguez ao volante crescem 57,9% no RS
Sob o rigor da legislação e o reforço das blitze, 4.551 motoristas foram detidos e conduzidos às delegacias em 2011 – no total, foram multados 15,5 mil por dirigir sob efeito de álcool acima do permitido. (Págs. 1 e 30)
Reajuste: Mínimo regional serão de até R$ 761,28
O valor tende a ser aprovado na Assembléia. (Págs. 1 e 18)
Poder limitado: STF torna mais difícil punir juízes (Págs. 1 e 12)

Baque na Previdência: Estado terá de ressarcir funcionários
TJ considera ilegal descontar 14% de salários mais altos. (Págs. 1, 8, Rosane de Oliveira, 10)
Ditadura de pai para filho
Com a morte de Kim Jong-il, herdeiro assume poder e mantém a Coréia do Norte como uma ameaça global. (Págs. 1, 4 e 5)
————————————————————————————

Brasil Econômico

Manchete: Fed ameaça bancos e ações desabam
O banco central dos Estados Unidos, comandado por Ben Bernanke, estuda medidas para tornar mais rigorosa a regulamentação do setor financeiro no país e aproximá-la das regras do Acordo da Basileia. JP Morgan –3,73%. Bank of America –4,13%. Citigroup –4,65%. Morgan Stanley –5,47%. (Pág. 1)

Habitação busca nova fonte de crédito
Entre as ideias para ampliar os recursos para o setor estão os R$ 800 bilhões dos fundos de pensão. (Págs. 1 e 8)

Bancos sobem morro em busca da classe C
Com o aumento da renda, os moradores de áreas carentes têm novas ofertas de serviço bancário. (Págs. 1 e 4)

Primeira sonda do pré-sal vira guerra entre estados
Pernambuco e Espírito Santo duelam por um lugar na história: quem fará antes o equipamento para a indústria petrolífera. (Págs. 1 e 11)

ALL aposta R$ 7,6 bilhões em mineração
Maior operadora de carga por via férrea dos país lidera consórcio para a formação da Vetria, empresa que receberá pesados investimentos em extração, transporte e venda de 20 milhões de toneladas de minério de ferro por ano de mina em Maciço do Urucum (MS). (Págs. 1 e 16)

Um negócio das Arábias
Bilionário príncipe saudita Alwaleed bin Talal paga US$ 300 milhões por 3,75% do capital do Twitter. (Págs. 1 e 26)

A sangria continua
Novo governo espanhol toma posse amanhã, mas já anuncia cortes de 16,5 bi de euros para reduzir déficit. (Págs. 1 e 36)

Clipping Radiobrás

Edição: Equipe Fenatracoop



Portal Cambé, site de informações e serviços de Cambé – PR.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *