Manchete nos Jornais para esta Terça-Feira 27 de Março de 2012

78

IPI menor: Benefício é estendido a móveis e luminárias; Governo mantém corte de imposto para a linha branca e amplia incentivo para outros setores da indústria após prévia do PIB em janeiro mostrar queda de 0,13% – Fazenda “perdoa” dívida de R$ 20 mil – Comércio eletrônico deve ter ICMS rateado entre Estados – Senado vota o fim do 14º e 15º salários. Agora vai? – Projeto dos EUA facilita entrada de brasileiros…

O Globo

Manchete: Judiciário debate se ficha limpa vale para tribunais

CNJ quer que escolha para cargos de confiança siga espírito da nova lei

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) começou a debater ontem resolução que obriga os tribunais do país a contratar apenas pessoas com ficha limpa para ocupar cargos de confiança. A proposta, apresentada pelo conselheiro Bruno Dantas, recebeu dois votos favoráveis, antes de um pedido de vista. O ministro Ayres Britto, que presidiu a sessão e assumirá a presidência do CNJ no mês que vem, considerou a proposta “extremamente louvável” por se inserir no princípio da moralidade administrativa previsto na Constituição. Se aprovada, a nova regra só não atingirá o Supremo Tribunal federal, que não é submetido às decisões do CNJ. (Págs. 1 e 3)

TJ abre processo contra juiz

O Tribunal de Justiça do Rio aprovou, por unanimidade, abertura de processo disciplinar contra o juiz Rafael Fonseca, titular de Mangaratiba, por suspeita de corrupção. Ele é recordista em autorização de escutas. (Págs. 1, 3 e editorial “Justiça não pode ter imagem arranhada”)

Meio ambiente fora da Rio+20

Cientistas criticam falta de foco e de agenda política da conferência

O mais importante evento ambiental antes da Rio+20 começou ontem em Londres com críticas à conferência que o Brasil sediará em junho, relata a enviada especial Roberta Jansen. O representante do Ministério da Ciência e Tecnologia, Carlos Joly, reclamou que temas como biodiversidade e clima ficaram de fora e que nenhum chefe de Estado de países poluidores confirmou presença. O sociólogo inglês Anthony Giddens, um dos grandes teóricos da economia verde, afirmou que não há compromisso político. (Págs. 1 e 28)

Papa dá recado velado aos Castro

O Papa Bento XVI moderou seu discurso de condenação ao marxismo com o qual criticara o governo cubano no avião rumo ao México – e fez apenas referencias indiretas aos presos políticos em Cuba ao desembarcar no país ontem. Bento XVI, que defendeu um melhor papel social para a Igreja, foi recebido no aeroporto de Santiago de Cuba pelo presidente Raúl Castro, que o amparou ao caminhar. Dissidentes voltaram a acusar o governo de impedir o livre acesso às missas do Papa na Ilha. (Págs. 1 e 25)

Pimentel tem dez dias para se explicar

A Comissão de Ética da Presidência da República deu ontem dez dias de prazo para o ministro do Desenvolvimento, Fernando Pimentel, dar esclarecimentos sobre as consultorias que lhe renderam R$ 2 milhões em 2009 e 2010, quando ainda não era do governo. Parte desse dinheiro foi para palestras que nunca ocorreram. (Págs. 1 e 5)

Rocinha: Líder comunitário é executado

Vanderlan Barros de Oliveira, o Feijão, presidente de uma das associações de moradores da Rocinha, foi executado ontem, em plena luz do dia, com três tiros de pistola. A polícia suspeita que haja relação com a disputa do tráfico. (Págs. 1 e 17)

Arma “não letal” provoca outra morte

Um disparo de uma pistola Taser, feito por um PM, matou no domingo Carlos Meldola, de 33 anos, em Florianópolis. A mesma arma causara a morte do estudante paulista Roberto Laudísio, de 21, na Austrália. (Págs. 1 e 10)

Confidências indiscretas de Obama

Sem saber que um microfone registrava a conversa, o presidente dos EUA, Barack Obama, foi flagrado falando a seu colega russo já como reeleito e prometendo maior flexibilidade sobre o escudo antimísseis após as eleições. (Págs. 1 e 26)

Eike vende a árabes fatia da sua empresa por US$ 2 bilhões (Págs. 1 e 23)

Foto legenda: Em chamas contra a China

Jampa Yeshi, de 26 anos, corre após atear fogo ao corpo em Nova Délhi. Em um ano, 30 outros tibetanos já fizeram o mesmo em protesto contra a ocupação chinesa no Tibete. (Págs. 1 e 26)
————————————————————————————

O Estado de S. Paulo

Manchete: Projeto dos EUA facilita entrada de brasileiros

Experiência começa com grupo restrito, mas será estendida a turistas; intenção é acabar com o visto

Em um projeto-piloto, o governo americano vai começar a livrar alguns brasileiros das filas de imigração nos principais aeroportos dos EUA. O programa, conhecido como Global Entry, vai selecionar inicialmente 150 brasileiros com visto de negócios (B1) para entrar naquele país passando apenas por um quiosque automático. Depois de um ano, o programa vai ser estendido para 1,5 mil turistas com visto B2. O objetivo é diminuir em até 70% o tempo de espera do passageiro na imigração. “É o primeiro passo para a isenção de visto para brasileiros”, disse o adido americano de alfândega e proteção de fronteiras, Jaime Ramsay. Os EUA também estabeleceram novas regras para agilizar a concessão de visto. A partir de agora, vistos expirados nos últimos quatro anos, desde que sejam para não imigrantes, podem ser renovados sem entrevista. (Págs. 1 e Cidades C1)

Espanhóis: regra mais dura

Na próxima segunda-feira, começam a valer regras mais rígidas para a entrada de espanhóis no Brasil. Os turistas terão de apresentar diversos comprovantes. (Págs. 1 e Cidades C1)

Mantega prorroga corte de IPI para eletrodomésticos

O ministro Guido Mantega (Fazenda) prorrogou por mais três meses a redução do IPI sobre eletrodomésticos da linha branca, como geladeiras, e sobre móveis. O objetivo é estimular a economia. Em janeiro, o Índice do Banco Central sobre atividade econômica indicou retração de 0,13% ante dezembro, em razão do fraco desempenho da indústria. (Págs. 1 e Economia B1 e B4)

Em Cuba, papa pede ‘liberdade’

As primeiras palavras do papa Bento XVI ao chegar ontem a Cuba foram uma mensagem de encorajamento e de solidariedade à população do país. “Carrego no meu coração as justas aspirações e legítimos desejos de todos os cubanos, onde quer que se encontrem”, disse. Hoje, no Santuário da Virgem da Caridade, o papa pedirá intercessão para que guie os destinos dessa amada nação pelos caminhos da justiça, da paz, da liberdade e da reconciliação”. (Págs. 1 e Internacional A12 e A13)

Deu para ouvir, Obama

Captado por microfone aberto, Obama pede ao russo Medvedev que espere passar a eleição para negociar escudo antimíssil. (Págs. 1 e Internacional A14)

Secretários vão reforçar equipe de Serra

Secretários do governo de Geraldo Alckmin devem deixar suas funções a partir das próximas semanas para atuar na cúpula da campanha de José Serra (PSDB) à Prefeitura de São Paulo. O prefeito Gilberto Kassab (PSD) também admite que trabalhará a favor da candidatura. (Págs. 1 e Nacional A4)

Árabes põem US$ 2 bi nas empresas de Eike (Págs. 1 e Economia B15)

Polícia de SC mata com pistola de choque (Págs. 1 e Cidades C4)

Prefeitura atrasa repasses de educação (Págs. 1 e Vida A17)

Rubens Barbosa

Mudança na percepção externa

O grito de alerta contra a desindustrialização e em prol do emprego, com a perspectiva de mobilização, acendeu a luz vermelha em Brasília. (Págs. 1 e Espaço Aberto A2)

Notas & Informações

A prévia tucana

O PSDB se saiu duplamente mal da prévia para a escolha do seu candidato à Prefeitura da capital. (Págs. 1 e A3)
————————————————————————————

Correio Braziliense

Manchete: Senado vota o fim do 14º e 15º salários. Agora vai?

Projeto que acaba com o privilégio precisa passar em comissão, hoje, para ser apreciado no plenário

Na semana passada, um pedido de vista impediu que a extinção do 14º e 15º salários fosse discutida na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), que tem 27 senadores. Ouvidos pelo Correio, 12 deles não quiseram se pronunciar sobre a questão, mas 13 se declararam favoráveis ao fim dos pagamentos extras. Se cumprirem a palavra, no mínimo haverá um empate. Nesse caso, o presidente da CAE, Delcídio Amaral, promete votar a favor da proposta que seria então levada ao plenário. Se não houver um nova manobra, o Senado dará hoje o primeiro passo para enterrar o privilégio, uma afronta aos brasileiros que trabalham para sustentá-los. (Págs. 1 e 2)

Entre Deus e a ditadura

No primeiro de sua visita a Cuba, Bento XVI fala sobre presos políticos e reforma da economia, além de avanços sociais. Enquanto o presidente Raúl Castro afirmava que o país garante liberdade religiosa, dissidentes revelaram ao Correio ter sido impedidos de acompanhar a missa do papa. (Págs. 1 e 17)

IPI vira arma contra nova queda do PIB

Assustado com a notícia de que o PIB, total das riquezas produzidas no país ficou negativo em 0,13% em janeiro, o governo decidiu manter o corte de imposto de eletrodomésticos e ainda o estendeu a móveis, laminados, lustres e luminárias. Também sinalizou financiamento mais barato para veículos. (Págs. 1, 9 e 10)

Protesto na Índia marca encontro dos Brics

Tibetano ateou fogo ao corpo em repúdio ao presidente chinês. Dilma chega hoje para cúpula do grupo integrado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul. (Págs. 1, 12 e Visão do Correio, 14)

Fanático recrutava para ataque

Suspeito de planejar um massacre de alunos da UnB, Marcelo Valle convocou racistas pela internet para participar do seu plano. Há mais indícios da relação dele com o atirador de Realengo, no Rio. (Págs. 1, 21 e 22)

Taser mata em Florianópolis

Um homem de 33 anos morreu após ser atingido por disparos de uma arma de choque. Segundo a PM, ele havia consumido drogas e ameaçava se atirar de um prédio. (Págs. 1 e 8)
————————————————————————————

Valor Econômico

Manchete: Comércio eletrônico deve ter ICMS rateado entre Estados

O governo quer resolver um conflito entre os Estados que está se transformando em nova guerra fiscal. O ministro da Fazenda, Guido Mantega, pediu que o Senado aprove o mais rápido possível a proposta de emenda constitucional (PEC) que muda o sistema de cobrança do ICMS nas vendas pela internet, o chamado comércio eletrônico.

Atualmente, quase toda a receita do ICMS no varejo eletrônico fica nos Estados do Sul e Sudeste, principalmente São Paulo e Rio de Janeiro, sedes das empresas “pontocom”. Os demais Estados tentam participar do bolo, cobrando alíquota adicional de ICMS, o que está sendo questionado na Justiça sob o argumento de bitributação. (Pág. 1)

EUA cortam preferências da Argentina

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, suspendeu ontem a Argentina do Sistema Geral de Preferências (SGP), benefício que permite a entrada de produtos no mercado americano com isenção do Imposto de Importação. A decisão foi motivada pelo não pagamento de dívidas com duas empresas americanas – Azurix e Blueridge -, cujos contratos foram rescindidos durante o governo de Fernando De la Rúa (1999-2001). Em 2011, a Argentina exportou US$ 4,1 bilhões aos EUA, dos quais 11% por meio do SGP. O Ministério das Relações Exteriores do país vizinho classificou a decisão de “unilateral” e resultado de um “lobby de fundos abutres”. (Págs. 1 e A13)

Ometto quer energia e logística

Erra quem imagina que o empresário Rubens Ometto Silveira Mello esteja se preparando para reduzir o ritmo de atividade. Depois de consolidar a Cosan como maior companhia de açúcar e álcool e ganhar a disputa para se associar à Shell, ele prepara seu grupo para ser um gigante de infraestrutura e energia, com a proposta de entrar no controle da ALL. Por trás do negócio, vê oportunidades de investimento em logística. Com estilo agressivo, Ometto é um empresário de posições firmes. “Essa postura não pode ser confundida com arrogância. Binho [seu apelido] sempre foi muito transparente, mas o lado político dele não é o mais forte”, diz um antigo concorrente. Em Brasília, seu trânsito é bom. (Págs. 1 e B12)

Aplicador sênior impera na bolsa

Apenas 13% dos investidores na bolsa brasileira têm mais de 66 anos, mas estão em suas mãos 40% do patrimônio aplicado. Em fevereiro, cada investidor dessa faixa etária tinha em média R$ 594 mil em ações. Eles contrariam o senso comum de que o investidor deve ficar mais conservador à medida que a idade avança – e recebem o apoio de especialistas como Fábio Colombo, que sugere ao idoso estimar o volume de recursos necessários para manter o padrão de vida e destinar o restante às ações.

Para os que não conhecem muito do mercado acionário ou não querem ter trabalho, um caminho são os fundos de ações. A idade não trouxe esse desejo de comodidade para o aposentado Ernesto Heisler, de 82 anos. Assim como quando começou, aos 19 anos, ele mantém o investimento direto em ações. (Págs. 1 e D1)

Alemanha vive difícil travessia rumo ao fim da energia nuclear

As pessoas que estão na linha de frente da desativação gradual das usinas nucleares na Alemanha dizem que há uma luta diária para manter as luzes acesas.

Um ano após metade das usinas do país terem sido desligadas, o governo diz que a conversão para a eletricidade gerada por fontes renováveis está a caminho. Mas especialistas afirmam que a transição mostra-se difícil. (Págs. 1 e A12)

Fundo dos Emirados na EBX

O empresário Eike Batista vendeu 5,63% do grupo EBX para a Mubadala, empresa de desenvolvimento e investimento estratégico de Abu Dhabi, nos Emirados Árabes, por US$ 2 bilhões. (Págs. 1 e B1)

Warner quer barrar venda da EMI

A Warner Music entrou no Cade com um pedido de suspensão da compra de divisões da EMI por Universal e Sony, sob o argumento de concentração no mercado fonográfico. (Págs. 1 e B2)

General Atlantic entra na Aceco

Responsável pela construção e manutenção de mais de 500 centros de processamento de dados no Brasil e em vários países na América do Sul, a empresa brasileira Aceco TI acaba de ganhar uma nova sócia, a gestora americana de fundos de “private equity” General Atlantic. (Págs. 1 e B3)

Gol vai reduzir tripulações

Após suspender um programa de licença não remunerada para pilotos e comissários e abrir um plano de demissões voluntárias, a Gol vai reduzir de quatro para três o número de comissários a bordo em voos com Boeings 737-700. (Págs. 1 e B6)

Cummins constrói fábrica

A Cummins vai construir em Itatiba (SP) sua quarta fábrica no país, onde serão produzidos geradores de energia e instalado um centro de distribuição de peças e equipamentos. (Págs. 1 e B13)

Demanda fraca desafia o algodão

Com o consumo doméstico retraído, produtores e tradings buscam o mercado externo. O major desafia virá com a próxima safra, que começa em maio e deverá ter produção recorde, superior a 2 milhões de toneladas. (Págs. 1 e B16)

Debêntures do BNDESPar

Investidor de varejo tem até 3 de abril para fazer seu pedido de compra de debêntures do BNDESPar, em oferta que chegará a R$ 2 bilhões. O investimento mínimo para a pessoa física é de R$ 1 mil e máximo de R$ 500 mil. (Págs. 1 e D2)

Fazenda “perdoa” dívida de R$ 20 mil

A Fazenda Nacional não cobrará mais na Justiça débitos em execução fiscal quando o valor total for de até R$ 20 mil. No entanto, a portaria que definiu esse novo piso estabelece exceção no caso de alto potencial de recuperabilidade do crédito. (Págs. 1 e E1)

Ideias

Delfim Netto

Ninguém hoje, nem os mais extravagantes libertários, propõe o fim dos bancos centrais ou sua “independência” da política. (Págs. 1 e A2)

Ideias

Raymundo Costa

Ex-governador, prefeito e duas vezes candidato à Presidência, esperava-se de Serra melhor desempenho na prévia tucana. (Págs. 1 e A8)
————————————————————————————

Estado de Minas

Manchete: O país do atraso

Descaso, incompetência e excesso de burocracia fazem o Brasil emperrar. E quem sofre somos nós

Pontual por mania e convicção, Adélcio Andrade, de 58 anos, dono de tradicional relojoaria de BH, não tolera esperar mais que 10 minutos além do horário marcado. Por isso, tem motivos de sobra para se irritar. Ele é uma exceção entre compatriotas que se acostumaram a prazos não cumpridos. Algumas vezes, a demora é tanta que chega a ser folclórica, como a da ampliação do metrô da capital e a da duplicação da Rodovia da Morte(BR-381). Aliás, obras em geral parecem concebidas para atrasar. Como a do Estádio Independência, cujo cronograma já mudou nove vezes e dificilmente será inaugurado dia 15. A implantação do Parque Serra do Curral se arrasta desde 2008. E a reabertura dos teatros Clara Nunes e Francisco Nunes é aguardada há três anos. As reformas de Confins e outros aeroportos andam devagar, enquanto a superlotação aumenta o tempo das viagens. Não à toa, o atraso é um dos principais componentes do custo Brasil, que nos rouba competitividade econômica. Se, ainda assim, a economia avança, triplicam os atrasos na entrega de apartamentos, por exemplo, devido à forte expansão da construção civil. O mesmo ocorre com as compras on-line. E olhe que, na era do computador, 20 mil famílias mineiras ainda não têm luz elétrica. É ou não é muito atraso? (Págs. 1, 5, 10, 12, 19 a 21, Super Esportes, 8 e Em Cultura, 10)

IPI menor: Benefício é estendido a móveis e luminárias

Governo mantém corte de imposto para a linha branca e amplia incentivo para outros setores da indústria após prévia do PIB em janeiro mostrar queda de 0,13%. (Págs. 1 e 11)

Papa faz crítica velada ao regime em Cuba (Págs. 1 e 17)

Eleições em BH

Líderes petistas não se entendem sobre aliança. (Págs. 1, 3 e 4)

Choque perigoso

Médico afirma que uso de armas taser pode matar. (Págs. 1 e 22)
————————————————————————————

Jornal do Commercio

Manchete: Rigor contra a baderna

Secretaria de Defesa Social anunciou ontem que vai endurecer contra as manifestações que têm paralisado o trânsito no Grande Recife. Ruas e avenidas ocupadas serão logo desobstruídas pela Polícia Militar e quem resistir pode até ser preso. (Págs. 1 e Cidades 1)

Fotolegenda: Obra parada

Tocado pelo governo do Estado e Ministério do Turismo, serviço nos arrecifes foi interrompido depois do Carnaval. (Págs. 1 e Cidades 4)

Gasolina está mais cara nos postos

Mesmo sem o reajuste da Petrobras, concorrência faz preço do combustível subir até 7% desde janeiro. (Págs. 1 e Economia 1)

Fotolegenda: O papa em Cuba

Ao lado do presidente Raúl Castro, Bento XVI evita críticas ao regime. (Págs. 1 e Internacional, 10)

Fotolegenda: Nova Déli

Exilado tibetano põe fogo no corpo em protesto contra o governo chinês no Tibete. (Págs. 1 e 10)

PT Recife entre silêncios e contra-ataques

O senador Humberto Costa não dá uma palavra e o prefeito João da Costa recorre à cúpula do partido contra a “traição”. (Págs. 1 e 3)
————————————————————————————

Zero Hora

Manchete: Com IPI zero, preço de móveis vai baixar

Varejo garante repasse imediato de isenção de imposto. Governo também prorroga benefício a eletrodomésticos e inclui novos segmentos para estimular economia.

Protesto em defesa de produção e emprego.

Importação muda perfil do trabalho.

Novos setores terão alívio na folha dia 3. (Págs. 1, 14, 18, Editoriais, 16 e Maria Isabel Hammes, 22)

No bolso: Cobrança de multas opõe TCE a prefeitos

Tribunal quer ampliar valor de punição de administradores por mau uso de recursos públicos. (Págs. 1, 4 e 5)

Ruínas urbanas

Retirada de casas para dar lugar a obra de pista do aeroporto da Capital transformou Jardim Floresta em bairro fantasma. (Págs. 1 e 28)
———————————————————————————–

Brasil Econômico

Manchete: FHC usa Código Florestal para fazer pressão sobre Dilma na Rio+20

O ex-presidente Fernando Henrique quer usar a votação do Código Florestal, alterado pelos ruralistas, para colocar o governo numa saia justa internacional. Ele foi o primeiro a assinar o projeto do Greenpeace que propõe a Lei do Desmatamento Zero. (Págs. 1 e 8)

Gol tem hoje metade do valor de mercado da Tam

A empresa vale R$ 3,6 bi e a Tam R$ 7,1 bi. Em 5 de janeiro de 2007, a situação era outra: a Gol valia R$ 11,7 bi e a concorrente R$ 9,4 bi. (Págs. 1 e 4)

Prévia do PIB surpreende e aponta queda em janeiro

Indicador do BC mostra retração de 0,13% no nível de atividade e levanta dúvidas sobre o ritmo da retomada do crescimento econômico. (Págs. 1 e 6)

O sócio árabe de Eike investe US$ 2 bi nas Xs

Eike Batista anunciou parceria estratégica como fundo soberano Mubadala, que fará aporte inicial de US$ 2 bi pela compra de 5,63% de participação acionária no Grupo EBX. As ações subiram. (Págs. 1 e 30)

Executivo entra na fila para ter seu helicóptero

Para quem voa mais de 40 horas mensais, comprar helicóptero é vantajoso. O preço parte de US$ 660 mil, com espera. (Págs. 1 e 34)

“Peregrino da caridade”

O papa Bento XVI chegou a Cuba e foi recebido pelo presidente Raúl Castro. Oposição denunciou 150 prisões. (Págs. 1 e 37)
Clipping Radiobrás

Edição: Equipe Fenatracoop



Portal Cambé, site de informações e serviços de Cambé – PR.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *