Há vagas para quem tem mais de 50 anos; Participação no mercado de pessoas mais experientes, valorizadas pela qualificação, cresceu 91% nos últimos 10 anos no país… – Planos de saúde têm cada vez menos especialistas;
Levantamento do Sindicato dos Médicos mostra os profissionais mais raros nos livros de convênios. Encabeçando a lista estão cardiologistas, pediatras, clínicos e obstetras. Em três anos, o número de médicos ligados a planos de saúde caiu 20%…- União tem 121 imóveis de luxo ocupados de forma irregular; Apartamentos de até R$ 2,5 mi em Brasília têm inquilinos que, em alguns casos, estão aposentados há 20 anos…

O Globo

Manchete: Deputados candidatos ‘matam’ trabalho

De 295 parlamentares que concorreram a prefeito ou vice, só 37 pediram licença do cargo.

Fazer campanha eleitoral no horário das sessões legislativas tornou-se prática comum para parlamentares que tentam se eleger prefeito ou vice-prefeito, mas não se licenciaram dos mandatos. Dos 295 deputados estaduais e federais que são candidatos, só 37 pediram licença, contam Silvia Amorim e Gustavo Uribe. Os demais continuam recebendo remuneração e chegam a buscar votos a até 600 quilômetros do local de trabalho. (Págs. 1, 3 e 4)

As propostas para o ensino no Rio (Págs. 1 e 7)

Famílias se perpetuam no interior (Págs. 1 e 6)

O dourado volta aos altares

Especialistas defendem a volta do douramento dos altares da Igreja da Glória, removido em 1940. Mudança depende de autorização do Iphan. (Págs. 1 e 23)

Obama atrás dos jovens perdidos

Cruciais para a eleição de Obama, os jovens estão desiludidos, e 39% não devem votar. Na convenção, que começará terça, ele tentará reconquistar o grupo. (Págs. 1 e 34)

Entrevista – Cony: ‘JK foi fisiologista’

Ao lançar “JK e a ditadura” Carlos Heitor Cony critica político mineiro e diz que a ABL é um “jardim de infância ao avesso”. (Págs. 1 e Segundo Caderno)

Fotolegenda: O Joá Olímpico

Simulação mostra como ficará o Elevado do Joá com o alargamento da pista superior para a criação de uma terceira faixa para carros e de uma ciclovia. A obra começará no segundo semestre de 2013, mas seu detalhamento estará pronto ainda este ano. 0 novo Joá faz parte do plano de transportes das Olimpíadas de 2016. (Págs. 1, 17 e 18)

Banco Rural tentou silenciar testemunha

De ações de indenização a mandados de busca e ordem judicial para vetar entrevistas, o Banco Rural e seus ex-dirigentes, réus no mensalão, tentaram de várias formas na Justiça impedir o ex-funcionário Carlos Godinho, principal testemunha de acusação, de expor ainda mais a imagem do banco.(Págs. 1 e 10)

Segredos de quando o Brasil faliu

Documentos secretos revelam que, em 1982, EUA impuseram exigências ao governo Figueiredo em troca de socorro na crise da dívida externa

Quebrado, só com US$ 4 bilhões de reservas e dívida de US$ 85 bilhões, em 1982 o Brasil presidido pelo general Figueiredo recebeu empréstimos dos EUA como tábua de salvação. Em troca, revelam documentos secretos do Itamaraty, os americanos exigiram vantagens. Pressionado pelo governo Reagan, o país se alinhou aos EUA na Guerra Fria e aceitou acordos comerciais, relatam Danilo Fariello e Eliane Oliveira. O então chanceler Saraiva Guerreiro alertou para “efeitos lesivos ao interesse nacional”. Os militares adiaram negociação com o FMI para evitar desgaste na eleição de 1982. (Págs. 1, 25 a 28)

Míriam Leitão: Uma longa travessia
Democracia herdou e pagou a dívida dos militares (Págs. 1 e 26)
————————————————————————————

Folha de S. Paulo

Manchete: STF define regras mais duras contra corrupção

Ao derrubar teses da defesa, corte estabelece nova referência para ações criminais

O julgamento do mensalão no STF estabeleceu teses que deverão levar à condenação da maioria dos réus, além de criar jurisprudência para balizar demais casos de corrupção no país.

Os ministros derrubaram argumentos da defesa, fixando a base para futuras condenações. Entre elas, a de que era preciso a existência do chamado “ato de ofício” para configurar corrupção. (Págs. 1 e Poder A4)

Dilma confia novas concessões a time de ‘espancadores’

O novo modelo de concessões de infraestrutura é confiado aos “espancadores”, que só tiram do papel projetos que resistem a críticas, relata Natuza Nery. Com Dilma, eles passam pelo “corredor polonês”. (Págs. 1 e Mercado B5)

Maria Cristina Frias

Governo paulista fará PPPs para cinco novos hospitais. (Págs. 1 e Mercado B2)

Samuel Pessôa

Crescimento da economia depende do setor de serviços. (Pags. 1 e Mercado B11)

Editoriais

Leia “Patamar de segurança”, sobre causas que levaram à redução de homicídios em SP e à necessidade de iniciar novo ciclo de medidas nessa área. (Págs. 1 e Opinião A2)

Ilustríssima

Luiz Felipe de Alencastro discute a falta de generais negros. (Págs. 1, 4 e 5)

————————————————————————————

O Estado de S. Paulo

Manchete: União tem 121 imóveis de luxo ocupados de forma irregular

Apartamentos de até R$ 2,5 mi em Brasília têm inquilinos que, em alguns casos, estão aposentados há 20 anos.

Pessoas que deixaram o serviço público – algumas há mais de duas décadas ocupam 121 dos 498 apartamentos de luxo de propriedade do governo federal no Plano Piloto, em Brasília, uma das regiões mais valorizadas do País, informa o repórter Leonencio Nossa. A Secretaria do Patrimônio da União tenta despejar de imóveis de até cinco quartos e 223m2 assessores e comissionados do tempo da ditadura militar. Os apartamentos têm preço de mercado na faixa de R$ 1 milhão a R$ 2,5 milhões, com aluguel mensal que chega a R$ 5,6 mil. Pelas normas, os apartamentos só podem ser ocupados por funcionários de cargos comissionados que não possuem imóvel em Brasilia. (Págs. 1 e Nacional A4)

Cristiane Curto – Coordenadora de patrimônio

“Alguns têm a audácia de pedir para adquirir o imóvel pelo preço da época”

Russomanno é acusado de fraude eleitoral

Testemunhas e uma conta de luz indi­cam que o candidato Celso Russoman­no (PRB) teria simulado contrato de lo­cação e incorrido em crime de falsidade ideológica quando transferiu seu domicilio eleitoral para concorrer à prefeitu­ra de Santo André, em 2000. As informa­ções constam de ação penal na qual ele é réu desde junho. A defesa de Russoman­no diz que ele chegou a habitar o imóvel, usando como apoio político, “ainda que por poucas vezes”. (Págs. 1 e Nacional A10)

Oposição a Dilma lidera em 8 capitais

As pesquisas eleitorais de agosto mostram que os partidos de oposição à presidente Dilma Rousseff lideram disputas em 8 capitais. Em 2008, quando Lula estava na Presidência, prefeitos de oposição foram eleitos em 5 capitais, entre elas São Paulo. (Págs. 1 e Nacional A12)

Vereadores de SP usam carros com placa ilegal

Carros oficiais de alguns vereadores de São Paulo circulam com placas pretas por cima da chapa oficial, o que é proibido. Na semana passada, o Estado flagrou veículos registrados em nome de quatro parlamentares nessas condições. Por resolução do Contran, apenas o presidente da Câmara pode usufruir do benefício. (Págs. 1 e Metrópole C1 e C3)

Mudança de voto

Desapontados com Serra e antipetistas, muitos conservadores votarão em Russomanno ‘por falta de opção’. (Págs. 1 e A10)

Disputa na Guiné liga Vale a massacre

Disputas trabalhistas, étnicas e políticas em torno de uma jazida de minérios envolveram o nome da Vale em massacre em Zogota, na Guiné. Seis pessoas que participavam de protesto contra a politica trabalhista da empresa foram mortas no dia 4 pelas forças do governo. A Vale nega relação com o caso. (Págs. 1 e Economia, B1 e B4)

EUA querem o dobro de alunos brasileiros. (Págs. 1 e Vida A26)

Fernando Henrique Cardoso: A pesada herança de Lula

Dilma Rousseff recebeu o fardo de um estilo bombástico de governar que esconde males morais e prejuízos materiais comprometedores. (Págs. 1 e Espaço Aberto, A2)

Suely Caldas: Intervenção chega ao Amapá?

Se a nova lei vale para elétricas privadas, por que não valeria para estatais como a Companhia de Eletricidade do Amapá, reduto de Sarney? (Págs. 1 e Economia, B2)

Notas & Informações

É assim que funciona

Denúncias de troca de favores à custa do Estado descrevem engrenagem do “toma lá dá cá”. (Págs. 1 e A3)
————————————————————————————

Correio Braziliense

Manchete: A batalha contra as drogas nas escolas

Além das matérias curriculares, as instituições de ensino no DF concentram esforços no combate a uma realidade: o tráfico e o consumo de entorpecentes. Os repórteres Ariadne Sakkis e Saulo Araújo revelam o aumento de 13% dos flagrantes relacionados ao uso de substâncias ilícitas em um raio de até 100 metros das unidades educacionais. Este ano, a polícia identificou casos em 1.095 escolas. A maioria deles ocorre na rede pública, mas chama a atenção o avanço das drogas nas instituições particulares. (Págs. 1, 31 e 32)

Confronto na Venezuela

Henrique Capriles conta à repórter Thais de Luna como pretende derrotar Chávez na eleição. (Págs. 1 e 26)

Investidores em alerta

Com Selic em baixa, fundos de previdência privada vão render bem menos. (Págs. 1 e 22)

O lobby mora bem

Empresas transformam luxuosas casas no Lago Sul em espaço para receber políticos com discrição. (Págs. 1, 2 e 3)

————————————————————————————

Estado de Minas

Manchete: Vale tudo na noite de BH

Diversão virou sinônimo de desrespeito às leis e ao sossego alheio na capital. Durante duas noites e madrugadas, o Estado de Minas flagrou cenas absurdas de quem sai para as baladas noturnas, como gritaria, motoristas bêbados e e muita velocidade, estacionamento irregular, calçadas e garagens travadas e carros em fila dupla.
O perfil dos baladeiros vai do “torneirinha”, que urina na rua sem constrangimento, passa pelo “aparecido”, com carro turbinado e som alto, e chega ao “homem-bomba”, que sai embriagado das boates com a última dose na mão e vai avançando sinais. A certeza da impunidade demostra que a ação de policiais e agentes de trânsito é insuficiente. (Págs. 1, 25 e 26)

Ministério Público quer coibir violência policial (Págs. 1 e 13)

Não é brinquedo, não….

A proximidade do Dia das Crianças já turbina a indústria de brinquedos, que tem 35% do seu faturamento anual atrelado à data. O setor desafia a desaceleração econômica do país e espera crescer 14% este ano em relação a 2011. Pelo menos 1,8 mil lançamentos estão chegando às lojas e entre os mecanismos de expansão das vendas está a retomada de 10% do mercado de importados. (Págs. 1 e 14)

O candidato passa, mas a promessa fica

Vinte e sete anos depois da primeira eleição municipal que encerrou o ciclo da ditadura militar, problemas recorrentes e muitas vezes insolúveis, como melhorias na saúde, educação, moradia e trânsito, continuam na agenda dos candidatos. (Págs. 1 e 8)

————————————————————————————

Jornal do Commercio

Manchete: Planos de saúde têm cada vez menos especialistas

Levantamento do Sindicato dos Médicos mostra os profissionais mais raros nos livros de convênios. Encabeçando a lista estão cardiologistas, pediatras, clínicos e obstetras. Em três anos, o número de médicos ligados a planos de saúde caiu 20%. (Págs. 1 e Economia, 8)

Nordeste vira filão da vez de cervejarias

Vendas na região crescem até quatro vezes acima da média nacional e fabricantes duelam pelos consumidores. (Págs. 1 e Economia, 4)

JC Negócios: Fernando Castilho

Cotas importantes
Reações contrárias são até compreensíveis, mas País ainda precisa do sistema para praticar justiça social. (Págs. 1 e Economia, 2)

————————————————————————————

Veja

Manchete: Até que enfim

Com as condenações de mensaleiros pelo STF e a perspectiva inédita da prisão de corruptos, o Brasil reencontra o rumo ético: volta a saber distinguir o certo do errado. (Pág. 1)

Exclusivo: Um relato do mês mais sangrento na guerra civil da Síria

————————————————————————————

Época

Manchete: Filosofia para todos nós

Quer esfriar a cabeça? Pensar menos em dinheiro e mais em sexo? Desplugar e trabalhar menos? O filósofo pop Alain de Botton recorre aos grandes pensadores para nos ensinar a viver melhor. (Pág. 1)

O Brasil mudou

João Paulo Cunha, o primeiro político brasileiro condenado por corrupção no STF no período democrático. (Pág.1)

————————————————————————————

ISTOÉ

Manchete: Livre-se do mau humor

Pesquisas revelam que esse sentimento pode causar problemas cardíacos, pulmonares e outros males à saúde

As estratégias e os alimentos certos para combatê-lo.

Faça o teste e descubra se o seu mau humor está virando doença (Pág. 1)

Exclusivo: Reviravolta no caso Yoki

Investigações da polícia apontam que havia outro homem no quarto onde o empresário Marcos Matsunaga foi esquartejado pela mulher, Elize. (Pág. 1)

————————————————————————————

ISTOÉ Dinheiro

Manchete: Exclusivo – Os planos brasileiros do Homem de Aço

Lakshmi Mittal, dono da maior siderúrgia do mundo e de uma fortuna de US$ 20 bilhões, determinou: até novembro quer em sua mesa um arsenal de tacadas para multiplicar os negócios da ArcelorMittal no Brasil nos próximos anos. Vêm ai investimentos, aquisições e até novas frentes de atuação.

“Temos uma grande operação no Brasil, mas ainda não começamos a pensar na olimpíada do Rio”

E mais: O estilo de vida luxuoso do bilionário no palácio de R$ 160 milhões

Mittal fala à Dinheiro sobre seu projeto pessoal: lustrar sua imagem, antes mais associada a seus gastos milionários (Pág. 1)

Energia: Como o ministro Edison Lobão reduzirá a conta das empresas em 20% (pág.1)

————————————————————————————

Carta Capital

Manchete: E o que vem agora?

As condenações de João Paulo Cunha, Henrique Pizzolato e Marcos Valério e o futuro do julgamento do “mensalão”. (Pág. 1)

EUA: Na convenção republicana, Mitty Romney foi coadjuvante (Pag. 1)

Clima: Desde 1980, o Ártico perdeu 70% do volume de gelo (Pág. 1)

————————————————————————————

EXAME

Manchete: Um guia para o Brasil do juro baixo

E agora?
O país melhorou.
O juro caiu. Mas a vida do investidor ficou mais difícil. O que fazer

Ações
Pesquisa com os maiores investidores brasileiros e estrangeiros mostra que eles voltaram à bolsa

Exclusivo

Quem são os melhores gestores de recursos do país – e onde eles aplicam seu dinheiro. (Pág. 1 )
————————————————————————————

Zero Hora

Manchete: Há vagas para quem tem mais de 50 anos

Participação no mercado de pessoas mais experientes, valorizadas pela qualificação, cresceu 91% nos últimos 10 anos no país. (Pags. 1 e Caderno Dinheiro )

5 respostas para melhorar a educação

ZH mostra que, apesar dos problemas, iniciativas no próprio Brasil servem de inspiração para um ensino de qualidade. (Págs. 1 e 27 a 29)

Clipping Radiobrás

Edição: Equipe Fenatracoop

Portal Cambé, site de informações e serviços de Cambé – PR.

Responda

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.