Servidores de elite têm ganho real desde 1995; Na guerra de números entre grevistas e governo, o Planalto apresenta a seu favor o dado de que os funcionários das carreiras de Estado tiveram aumento salarial acima da inflação. A média foi de 42,7%. O máximo chegou a 50,3%… –Ministros de Dilma liberaram verba para pagar suas propostas; Emendas assinadas por Agricultura e Trabalho somam R$ 2 milhões neste ano… –   O STF corre perigo; No julgamento do mensalão, o Supremo está decidindo a sua sorte. Mas não só: estará decidindo também a sorte da democracia brasileira…

O Globo

Manchete: Novos tipos de família já são maioria no Brasil

Cresce número de casais sem filhos e pais sozinhos

Brasileiros vivendo mais, mulheres trabalhando e valores culturais influenciaram as mudanças. Casais tradicionais agora somam 49,9%

Pela primeira vez, o modelo de casal com filhos deixou de ser dominante nos lares do país. Segundo o IBGE, os novos tipos de famílias já representam 50,1% dos domicílios, relata Cássia Almeida. Nesse grupo, estão, por exemplo, casais sem filhos, pessoas morando sozinhas, mães sozinhas com filhos e pais sozinhos com filhos. Os especialistas atribuem as mudanças ao fato de o brasileiro hoje viver mais, à entrada da mulher no mercado de trabalho e a novos valores da sociedade. (Págs. 1, 39 a 43 e Míriam Leitão)

Para relator, Rural omitiu beneficiários do mensalão

Próximos alvos do relator Joaquim Barbosa, os ex-dirigentes do Banco Rural começarão a ser julgados já com o entendimento, explicitado pelo ministro em seus primeiros votos, de que omitiram quem eram os verdadeiros beneficiários — no caso, políticos e seus assessores — de recursos sacados das contas da SMP&B de Marcos Valério, informa THIAGO HERDY. Documentos que constam do processo do mensalão mostram que o banco, mesmo tendo sido avisado por funcionárias de Valério sobre a identidade dos sacadores, comunicou ao Banco Central se tratar apenas de saque para pagamento de fornecedores. (Págs. 1 e 3)

Exames em troca de votos

A Justiça Eleitoral investiga o envolvimento de médicos da rede pública de saúde com a captação ilegal de votos em São Gonçalo. O esquema, revela Chico Otávio, passaria por um centro social que é controlado por um candidato a vereador. (Págs. 1 e 9)

A equação que desafia Romney

Na Convenção Republicana, que começa amanhã, Mitt Romney tentará conciliar a retórica conservadora de seus aliados com o apelo aos eleitores moderados, cruciais para romper o empate com Barack Obama. (Págs. 1 e 46)

Angola à espera da sua primavera

Há 33 anos no poder, o angolano José Eduardo Santos buscará pela primeira vez se legitimar nas urnas, mas a oposição vê riscos de fraude. Inspirados pela Primavera Árabe, os jovens começam a se mobilizar. (Págs. 1 e 47)

Bric: patentes do Brasil na lanterna

O Brasil está perdendo a corrida por invenções para os outros países do Bric. Estudo mostra que o escritório dos EUA de patentes concedeu 215 pedidos ao Brasil, contra 3.174 à China, 1.234 à Índia e 298 à Rússia. (Págs. 1 e 44)

Só até 2014, ferrovias vão abrir 7 mil vagas (Pág. 1)

Não é brinquedo: Na berlinda, os jogos com patrocínio

Agora com mensagens que tratam de previdência privada, benefícios de cartão de crédito e vantagens de carro zero, jogos de tabuleiro tradicionais chamam a atenção para os excessos da publicidade para crianças. (Pág. 1)

————————————————————————————

O Estado de S. Paulo

Manchete: Ministros de Dilma liberaram verba para pagar suas propostas

Emendas assinadas por Agricultura e Trabalho somam R$ 2 milhões neste ano

Os ministros da Agricultura, Mendes Ribeiro Filho (PMDB-RS), e do Trabalho, Brizola Neto (PDT-RJ), liberaram o pagamento, que soma quase R$ 2 milhões, para emendas parlamentares propostas por eles mesmos no Congresso, quando ainda eram deputados, informa o repórter Fábio Fabrini. Os dois assumiram os cargos após a chamada “faxina” promovida pelo Planalto. Outro ministro, o da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE), reservou – em época de campanha – fatia generosa dos recursos destinados por sua pasta para um projeto apadrinhado por seu filho, o deputado federal Fernando Bezerra Coelho Filho (PSB-PE), candidato à prefeitura de Petrolina. (Págs. 1 e Nacional A4)

Reação

Os ministros negam favorecimento no rateio de verbas e dizem que a liberação de emendas, assim como seus pagamentos, é decidida pela Secretaria de Relações Institucionais da Presidência. (Págs. 1 e A4)

O Brasil em Armas

Há 70 anos, o Brasil entrou em conflito com a Alemanha nazista e a Itália fascista. A decisão foi tomada após o torpedeamento de cinco navios brasileiros no Nordeste. Em dois dias, 551 pessoas morreram, a maioria civis. O governo declarou guerra. O Estado consultou arquivos militares, diplomáticos e governamentais.
Com depoimentos, entrevistas e documentos, levantou histórias que muitos queriam ver escondidas e outras que nunca deveriam ter sido esquecidas. (Págs. 1 e Caderno Especial)

BC investiga fraudes no banco Schahin

Um ano depois da venda do Banco Schahin, começa a vir à tona mais um escândalo no sistema financeiro. O Schahin tinha um rombo de aproximadamente R$ 1,1 bilhão, resultado de fraudes e outras irregularidades semelhantes às do Panamericano e do Cruzeiro do Sul. O caso está sendo investigado pelo Banco Central, pelo Ministério Público e pela Polícia Federal. (Págs. 1, Economia B1 e B3)

O voto é nosso

Pesquisa de Jairo Nicolau, professor da UFRJ, revela que a votação no Brasil antecedeu a democracia. (Pág. 1)

Carros tunados viram armas para criminosos. (Págs. 1, Metrópole C1 e C3)

Explosão na Venezuela

Uma explosão na refinaria de petróleo do Estado de Falcón, na Venezuela, deixa pelo menos 24 mortos. A unidade de Amuay produz 645 mil barris por dia. Governo diz que não faltará gasolina no país. (Págs. 1 e Internacional A19)

Marco Antonio Villa: O STF corre perigo

No julgamento do mensalão, o Supremo está decidindo a sua sorte. Mas não só: estará decidindo também a sorte da democracia brasileira. (Págs. 1 e Espaço Aberto A2)

Mario Vargas Llosa: Falso mártir da liberdade

Não há razão para considerar Assange um cruzado da liberdade de expressão. É um oportunista que montou uma operação que lhe deu fama. (Págs. 1, Internacional A21 e A22)

Notas & Informações: Um prego no caixão do Mercosul

Decisão do Senado paraguaio contra o ingresso da Venezuela desmoraliza o bloco. (Págs. 1 e A3)
————————————————————————————

Correio Braziliense

Manchete: Servidores de elite têm ganho real desde 1995

Na guerra de números entre grevistas e governo, o Planalto apresenta a seu favor o dado de que os funcionários das carreiras de Estado tiveram aumento salarial acima da inflação. A média foi de 42,7%. O máximo chegou a 50,3%. (Págs. 1, 14 e 15)

Memória: A ponte que liga Brasília à ditadura

Durante o regime militar, monumentos da capital receberam nome de generais. Com a redemocratização, tudo mudou. A Ponte Costa e Silva é a única que resiste, apesar das queixas do brasiliense. (Págs. 1 e 33)

A escola que ficou na gaveta

Manifesto assinado por notáveis, como Anísio Teixeira, que definia diretrizes para um ensino de qualidade no Brasil, faz 80 anos sem sair do papel. (Págs. 1, 12 e 13)

Valério, o réu que está em todas no caso do mensalão (Págs. 1 e 6)

Parada Gay recebe apoio em Taguatinga (Págs. 1 e 32)

————————————————————————————

Estado de Minas

Manchete: Concorrência sufoca sonho universitário

Pressão cada vez mais forte do Enem e Sisu acirra luta por vagas na UFMG.

Ocrescimento do número de candidatos aos cursos da maior universidade pública do estado, principalmente por causa do Exame Nacional do Ensino Médio e do Sistema de Seleção Unificada, aumenta a pressão sobre candidatos. Exigências dos pais e das escolas levam estudantes ao estresse e à depressão. Psicólogos denunciam que tradicionais colégios de BH, presentes entre os primeiros nas avaliações de desempenho, chegam a excluir alunos que não se encaixam nos padrões de excelência. (Págs. 1, 25 e 26)

Eleições: Multiplicação de Lula nos palanques

O ex-presidente já gravou 120 participações em campanhas por vagas em prefeituras e câmaras municipais do país, segundo dados do TSE, e tem outros 84 depoimentos marcados, até para legendas de oposição. Além disso, 272 candidatos incorporaram o apelido ao nome na corrida eleitoral. (Págs. 1 e 13)

Ferrovias: Trilhos de Minas sobram no pacote do governo

Mais de 1,8 mil quilômetros de estradas de ferro do estado ficaram de fora dos investimentos federais de R$ 91 bilhões na malha ferroviária do país. (Págs. 1 e 16)

————————————————————————————

Jornal do Commercio

Manchete: A nova polêmica das cotas

Presidente deve sancionar, esta semana, lei que reserva 50% das vagas das universidades para alunos formados em escolas públicas. Em série que começa hoje, o JC aborda os aspectos positivos e negativos da medida, apresentando críticas e sugestões. (Págs. 1, 14 e 15)

Explosão causa tragédia na Venezuela

Pelo menos 26 pessoas morreram após vazamento de gás na principal refinaria do país. Há ainda cerca de 80 feridos. (Págs. 1 e 16)

Hospitais não investem, apesar de superlotação (Págs. 1 e Economia 1 e 2)

Livro revela prioridades dos eleitores recifenses (Págs. 1 e Cidades 5)

Sucesso de Quixaba está na atitude

Cidade sertaneja se destaca na educação do País graças ao compromisso de professores, gestores e famílias. (Págs. 1 e Cidades 6)

————————————————————————————

Veja

Manchete: Solte seu inglês

Dá para aprender depois de adulto, melhorar no trabalho e passar menos apertos.

Acha que já sabe? Confira em um teste exclusivo. (Pág. 1)

Universidades

Por que a nova lei de cotas vai fazer o país andar para trás. (Pág. 1)

————————————————————————————

Época

Manchete: Eles merecem ganhar tanto? (É você quem paga)

O engenheiro que recebe R$ 47 mil para a gasolina, o garagista com salário de R$ 23 mil, os ministros que ganham mais que o presidente… Está na hora de pôr ordem na bagunça dos supersalários dos funcionários públicos.

Exclusivo

Quem ganha mais entre os servidores de São Paulo. (Pág. 1)

Na Amazônia

Encontramos o esconderijo do cientista que descobriu seis novas espécies de macacos – e acabou condenado por crime ambiental. (Pág. 1)

Exclusivo

As acusações do Ministério Público contra o banco BMG no caso do mensalão. (Pág. 1)

Colunistas

Felipe Patury e a dificuldade de conciliar PT e PMDB no governo (Pág. 1)

————————————————————————————

ISTOÉ

Manchete: Quem são os grevistas que desafiam o Brasil

Por que eles resolveram confrontar o governo;

Os bons salários dos principais líderes do movimento;

Como Dilma está enquadrando o funcionalismo público;

As articulações para tentar parar o Brasil. (Pág. 1)

————————————————————————————

ISTOÉ Dinheiro

Manchete: Este senhor tem bons negócios para a sua empresa

Bernardo Figueiredo, presidente da nova superestatal Empresa de Planejamento e Logística, comandará um gigantesco plano de investimento de R$ 133 bilhões em obras de infraestrutura. Conheça as oportunidades e saiba como participar dessa revolução. (Pág. 1)

Corretoras

Por que o lucro virou fumaça. (Pág. 1)

Apple

Rumo a US$ 1 tri, o maior valor de mercado da história. (Pág. 1)

————————————————————————————

Carta Capital

Manchete: The Economist – Do que somos feitos

A ciência revela como as bactérias são essenciais à formação do corpo humano. (Pág. 1)

“Mensalão”

Lewandowski, o contraponto a Barbosa. (Pág. 1)

Educação

O MEC pretende redesenhar o ensino médio. (Pág. 1)

————————————————————————————

Zero Hora

Manchete: Os últimos carreteiros

ZH acompanha 56 horas da jornada de um gaúcho que vive de um ofício secular em extinção. (Págs. 1, 23 a 27)

Ataques a banco: Ladrões explodem caixas eletrônicos em Picada Café. (Págs. 1 e 22)

Clipping Fenatracoop

Edição: Equipe Fenatracoop

Portal Cambé, site de informações e serviços de Cambé – PR.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.