Dilma decide reajustar tabela do IR em 4,5% por medida provisória – Cadê os cientistas? – Não pagou a pensão? Vai para o SPC – Risco de acidente nuclear – E se fosse no Brasil? – Tsunami arrasa Japão e assombra o mundo – Mais irregularidades – Bamerindus começa a pagar dívida – Alerta nuclear! – Somente em três capitais houve campanha de trânsito…

O Globo

 

Manchete: Terremoto deixa o Japão sob ameaça de acidente nuclear

Maior tremor da história do país é seguido de tsunami que varre a costa nordeste e isola cidades

Um terremoto de 8,9 graus na escala Richter, seguido de uma tsunami que varreu vasta área da costa nordeste, pôs o Japão sob risco de um vazamento nuclear. Milhares de pessoas foram retiradas da área ao redor da Usina Fukushima Dallchi, uma das duas colocadas em estado de emergência. No portão principal da usina, o nível de radiação era oito vezes acima do normal; na sala de operação de um dos reatores, o índice subiu mil vezes. O Japão conta mortos – a expectativa é de pelo menos mil – e procura desaparecidos no que já é considerado o maior terremoto de sua história, com potência equivalente a 15 mil bombas atômicas. O mundo assistiu atônito a cenas impressionantes da tragédia, com ondas gigantes de até dez metros invadindo a área rural, engolindo navios, árvores, prédios, ruas e viadutos como se fossem brinquedos. Houve alerta de tsunami em mais de 20 países banhados pelo Oceano Pacífico. O fechamento de aeroportos, rodovias e ferrovias paralisou o Japão e a sua sempre conectada capital Tóquio. O efeito nos mercados veio rápido. As bolsas caíram na Ásia e na Europa. Segundo analistas, o desastre deve derrubar preços de produtos básicos importados pelo Japão e atingir a produção de bens de alta tecnologia e o setor de seguros, que arcaria com pelo menos US$ 50 bi em pagamentos. (Págs. 1, 19 e 27 a 31, Míriam Leitão, Cora Rónai e editorial “Japão ensina o que é Defesa Civil” )

Somente em três capitais houve campanha de trânsito

No período que antecedeu o carnaval com recorde de mortes nas estradas, o Departamento Nacional de Trânsito só fez campanha de prevenção de acidentes em três capitais: Rio, Recife e Salvador. Pelo país, houve 213 mortes nas rodovias federais. O Ministério das Cidades alega que faltaram recursos para uma campanha nacional contra a violência nas estradas. O Fundo Nacional de Segurança e Educação no Trânsito teve 72% do orçamento contingenciados em 2011. (Págs. 1 e 11)

————————————————————————————

O Estado de S. Paulo

 

Manchete: Tremor e tsunami castigam Japão e geram alerta nuclear

Maior terremoto do país provoca ondas de até dez metros, que varrem a costa nordeste; Mortos são ao menos 384, mas total deve subir; Governo retira milhares de moradores da região de usina atômica.

Um tsunami provocado pelo maior terremoto da história do Japão, de 8,9 graus na escala Richter, varreu ontem a costa nordeste do país. Ondas de até dez metros arrastaram carros, barcos, aviões e edifícios, deixando um número ainda desconhecido de mortos – até o fechamento desta edição, eram 384. O governo emitiu alerta de “emergência nuclear” e retirou milhares de habitantes da região da usina atômica de Fukushima, uma das maiores do mundo, relata Claudia Trevisan, correspondente em Pequim. O tremor foi sentido em 12,1 mil km ao longo da costa, mas o lugar mais castigado foi acidade de Sendai, de 1 milhão de habitantes. Choques secundários continuavam a ocorrer em Tóquio. (Págs. 1 e Internacional A19 a A27)

Dimensão: Sismo equivale a 27 mil bombas atômicas
O terremoto de ontem liberou energia equivalente a 27 mil bombas atômicas. A posição do eixo de rotação da Terra foi alterada em cerca de dez centímetros. (Págs. 1 e Internacional A24 e A25)

Impacto econômico
Crise Poe em xeque a reconstrução. (Págs. 1 e A26 )

Análise: Norimitsu Onishi
Normas técnicas da construção civil salvaram vidas. (Págs. 1 e A27)

Bamerindus começa a pagar dívida

Após 14 anos de disputas judiciais, o antigo Bamerindus pagará R$ 4,3 bilhões em dívidas, informa o repórter David Friedlander. Em processo de liquidação, o banco deve R$ 10 bilhões. Tem hoje metade desse valor. CEF, BNDES e Fundo Garantidor de Crédito receberão 25% dos R$ 5,7 bilhões a que têm direito. BC e Tesouro não receberão agora. Credores na casa dos R$ 50 mil começam a ter a dívida paga na segunda. (Págs. 1 e Economia B1)

Sinfônica Brasileira revela clássico do País em crise (Págs. 1 e C2+Música)

 

Notas & Informações

A inundação de dólares continua
O real valorizado estimula as importações. (Págs. 1 e A3)

————————————————————————————

Correio Braziliense

 

Manchete: Tsunami arrasa Japão e provoca risco nuclear

Terremoto mais violento da história do país forma ondas de até 10 metros de altura. Usina tem níveis alarmantes de radiação

O Japão enfrenta desde ontem o que se pode chamar de apocalipse. O terremoto mais violento registrado no país atingiu uma magnitude de 8,9 na escala Richter e causou prejuízos ainda incalculáveis. A contagem oficial indica 436 mortos e 725 desaparecidos, mas o número de vítimas deve aumentar muito. Mais devastador do que o abalo sísmico, o tsunami com ondas de até 10 metros destruiu grandes áreas urbanas como em Sendai (foto acima), invadiu aeroportos e formou enormes redemoinhos na costa. A catástrofe também atingiu seriamente regiões industriais, com incêndio em refinarias. País mais preparado do mundo na prevenção contra desastres naturais, o Japão corre perigo de proporções atômicas. Após identificar um alto nível de radiação – mil vezes acima do tolerado – na usina de Fukushima, o governo decretou estado de emergência nuclear. As autoridades determinaram a retirada de moradores em um raio de 10km do local onde há vazamento radioativo. Os Estados Unidos foram os primeiros a anunciar apoio ao Japão, com o envio de um porta-aviões para auxiliar nas buscas das vítimas. A ONU também organiza equipes de resgate. (Pág.1, Caderno Especial e Visão do Correio e Pág. 14)

Mais irregularidades

Suspeito de fraudes em diplomas, instituto é processado por débitos trabalhistas e acusado de não entregar diplomas. (Págs. 1 e 28)

STF mira Jaqueline

Além da denúncia de recebimento de propina, Supremo vai analisar uma ação contra a filha de Roriz por falsidade ideológica. (Págs. 1 e 21)

————————————————————————————

Estado de Minas

 

Manchete: Tsunami arrasa Japão e assombra o mundo

Terremoto de 8.9 graus de magnitude, seguido de ondas gigantes com velocidade de até 700km/h, deixou rastro de destruição e morte e pôs cerca de 50 países em alerta.

O abalo é o mais forte já registrado no Japão e o sétimo maior da história. Atingiu principalmente a região Nordeste do país. O epicentro foi no mar, a 130 quilômetros da cidade de Sendai, na província de Miyagi, onde pessoas se refugiaram no alto de prédios para escapar das ondas gigantes. O número de mortos deve passar de mil. Cientistas acreditam que o tremor tenha mudado o eixo de rotação da Terra em até 25 centímetros. (Págs. 1, 15 a 20 e o Editorial “ Tsunami de avisos ”, 8)

Risco de acidente nuclear

O governo japonês decretou estado de emergência na usina atômica de Fukushima. O motivo foi uma falha detectada no sistema de resfriamento depois do abalo. (Págs. 1, 15 a 20 e o Editorial “ Tsunami de Avisos ”, 8)

E se fosse no Brasil?

Risco de ocorrer uma tragédia como essa no país é quase zero, dizem especialistas. É que o Brasil está posicionado de forma estável sobre placa tectônica contínua. (Págs. 1, 15 a 20 e o Editorial “ Tsunami de Avisos ”, 8)

Não pagou a pensão? Vai para o SPC

Além da prisão, pais inadimplentes com os filhos também podem sofrer penhora de bens e ter o nome incluído no Serviço de Proteção ao Crédito. Depende de avaliação pelo juiz . (Págs. 1 e 23)

Cadê os cientistas?

Investimento em pesquisa e educação é pequeno no país. (Págs. 1 e Pensar)

————————————————————————————

Jornal do Commercio

 

Manchete: Devastação

Terremoto de 8,9 graus provocou tsunami que varreu grande área do Japão. Vizinhança de usina nuclear foi retirada de casa após radiação ser detectada fora da indústria. Número de mortos está indefinido. Pessoas estão com medo e frio. (Pág. 1)

Dilma decide reajustar tabela do IR em 4,5% por medida provisória (Pág. 1)

 

————————————————————————————

Zero Hora

 

Manchete: Catástrofe no Japão

O mais intenso terremoto já registrado no país asiático arrasa cidades, mata, produz cenas impressionantes e deixa o mundo em apreensão.

Usina nuclear aciona alerta. (Págs. 1, 4, 5, 8, 10, 12, 13, 14, 15, Editorial,18 e Mercado, 20)

Clipping Radiobrás

Portal Cambé, site de informações e serviços de Cambé – PR.

Responda

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.