Justiça muda regras e amplia direitos dos trabalhadores; O TST (Tribunal Superior do Trabalho) revisou entendimentos sobre regras trabalhistas, o que, na maioria dos casos, aumentou a segurança dos trabalhadores… – Classe C usa mais e encarece planos de saúde; Consumo voraz amplia custos e operadoras repassam gasto extra ao consumidor… – Gasto com transporte se iguala ao da alimentação; Pesquisa do IBGE mostra que despesas dos brasileiros com locomoção são quase três vezes maiores do que com saúde. Aumento das passagens e dos combustíveis entre 2002 e 2009 é o principal motivo…

O Globo

Manchete: País ainda tem 1/3 vivendo em rua de terra

Situação é mais grave no Norte e no Nordeste, aponta pesquisa

Levantamento é feito pelo IBGE pela primeira vez. Gasto com remédios e planos de saúde também cresceu

Quase um terço das famílias brasileiras (31,1%) ainda vive em domicílios em ruas sem qualquer pavimentação. A constatação é do IBGE, a partir dos dados da Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF) de 2008/2009. Foi a primeira vez que o IBGE pesquisou informações sobre o entorno dos domicílios. No item saúde, as famílias estão gastando mais com remédio e planos de saúde, um reflexo do ganho de renda e do envelhecimento da população. (Págs. 1, 33 e 34)

Mais R$ 30 bi para ativar a economia

O Banco Central anunciou a liberação de R$ 30 bilhões em depósitos compulsórios nos bancos para ajudar a ativar a economia neste fim de ano. Parte desse dinheiro deve ser usada para empréstimos nos bancos, o que pode estimular consumo. Ontem, o BC precisou agir para conter a valorização excessiva do real e comprou dólares. (Págs. 1, 35 e 36)

Paes afirma que vai manter as OSs na Saúde

Na última entrevista com candidatos a prefeito, Eduardo Paes (PMDB) diz que manterá o polêmico sistema de Organizações Sociais (OSs) na Saúde. Admite que fracassou no combate aos flanelinhas. E ataca os principais adversários, chamando-os de “um bando de encrenqueiros”.

No ringue: Paes diz que Rodrigo Maia é uma volta ao passado e que Freixo tem ideias “chavistas” (Págs. 1, 10 e 11)

Milícia: Rio tem 25 candidatos suspeitos

A Secretaria de Segurança lista, entre o 25 apoiados por milícias, 16 PMs, dois policiais civis e um bombeiro. (Págs. 1 e 8)

Russomanno atrai Universal e malufistas

Líder na disputa em São Paulo, o candidato do PRB montou núcleo até com aliados de Geraldo Alckmin. “. (Págs. 1 e 15)

Um Banco Rural de escândalos

Os tentáculos do Banco Rural, cujos dirigentes acabam de ser condenados no mensalão, aparecem em alguns dos principais escândalos políticos dos últimos 20 anos, da CPI dos Precatórios à CPI dos Bancos, do escândalo do Banestado à ocultação de transações para tesoureiros de Collor e Lula. (Págs. 1, 3 e 4)

Mais um policial é morto na Rocinha

A uma semana da instalação da UPP da Rocinha, mais um PM foi morto na favela — o segundo desde abril, e na mesma área. O recruta, de 24 anos, fazia patrulhamento a pé e foi baleado por bandidos no rosto. Um menor de 16 anos foi detido, acusado do crime. (Págs. 1 e 18)

Ficar de sobreaviso dará hora extra

O Tribunal Superior do Trabalho (TST) julgou que quando um trabalhador realiza tarefas ou fica à disposição, por e-mail ou celular, fora do expediente, tem direito a adicional de 30%. Mas, para isso, é preciso que ele seja convocado a ficar de sobreaviso. (Págs. 1 e 40)

Dilma sem agenda: Fui para Porto Alegre, tchau

A presidente Dilma cancelou participação no fórum da revista “Exame” em São Paulo, e antecipou viagem a Porto Alegre, onde visitou o ex-marido Carlos Araújo, que está doente. O Planalto disse que a mudança ocorreu por “questões familiares”. (Págs. 1 e 6)

Fogo em embaixadas aliadas

Com 11 mortos, protestos de muçulmanos contra os EUA se alastraram por 20 países e chegaram a embaixadas de aliados, como a da Alemanha, no Sudão, acima incendiada, e a do Reino Unido. “O povo de Egito, Líbia, Iêmen e Tunísia não trocou a tirania de um ditador pela tirania de uma turba”, disse Hillary Clinton. (Págs. 1, 42 e 43)

Ancelmo Gois

O rio nos trilhos

Fábrica de trens será construída em Deodoro. (Págs. 1 e 30)

————————————————————————————

Folha de S. Paulo

Ataques anti-EUA atingem 19 países e se estendem a aliados

Embaixadas alemã e britânica são invadidas no Sudão; escolas e lanchonetes também viram alvo.

No quarto dia de fúria contra os Estados Unidos, os protestos motivados por um filme que satiriza o profeta Maomé se espalharam pelo mundo islâmico, atingindo ao menos 19 países e deixando seis mortos.

No Sudão, manifestantes também atacaram embaixadas de aliados, como a da Alemanha e do Reino Unido.

Os ataques não se limitaram a representações diplomáticas e se estenderam a outros alvos americanos, como uma escola na Tunísia e lanchonetes no Líbano.

Barack Obama ordenou o envio de unidades de elite para o Sudão e o Iêmen.

Para o assessor especial da Presidência brasileira, Guilherme Patriota, as políticas americanas para a Palestina e o Irã também ajudam a explicar os ataques. “Parece surpreendente que um mero filme possa deflagrar movimentos tão exacerbados. (Págs. 1, A22 e A23 / Mundo)

Justiça muda regras e amplia direitos dos trabalhadores

O TST (Tribunal Superior do Trabalho) revisou entendimentos sobre regras trabalhistas, o que, na maioria dos casos, aumentou a segurança dos trabalhadores. Os novos entendimentos já estão valendo e podem onerar empregadores, segundo o presidente do tribunal.

De acordo com as novas interpretações do TST, os funcionários que estiverem de plantão, longe da empresa, com o celular ligado e disponíveis para convocação pelo empregador terão direito a receber, por hora, o equivalente a um terço de sua hora convencional.

Foi garantida a estabilidade para trabalhadoras com contratos temporários que ficarem grávidas. A empresa terá de garantir a vaga até o fim da gestação e assegurar cinco meses de licença maternidade. Essa regra só valia para mulheres contratadas pelas empresas.

Quem sofrer acidente de trabalho terá direito a ficar no emprego por pelo menos um ano após a recuperação. Quando um funcionário com doença grave, como o HIV, for demitido e alegar preconceito, caberá ao patrão provar que não o dispensou por causa da doença. (Págs. 1 e A18 / Poder )

Após críticas, Russomanno afirma ser alvo de ‘jogo sujo’

Após ter sido alvo de ataque da Igreja Católica, o candidato Celso Russomanno (PRB) disse ser vítima de um “jogo sujo” pelo poder e que opiniões desfavoráveis não vão tirá-lo “do rumo”.

A Arquidiocese de São Paulo insinuou que a eventual eleição do candidato é um risco à democracia – em resposta ao artigo do presidente do PRB que associou a igreja ao “kit gay”. (Págs. 1 e A4 / Poder)

Serra diz que Dirceu, réu do mensalão, é ‘guru’de Haddad

Na Sabatina Folha/UOL, José Serra (PSDB) chamou o ex-ministro José Dirceu, principal réu do mensalão, de “guru” de Fernando Haddad (PT), seu rival na eleição paulistana. Dirceu começa a ser julgado pelo STF na segunda. (Págs. 1, A12 e A20 / Poder)

Marta Suplicy: Despeço-me hoje, viro a página e vou em frente (Págs. 1 e A2 / Opinião)

Governo modifica texto e reduz efeito da desoneração

Na mesma medida provisória que estendeu o benefício da desoneração da folha de pagamento a mais 25 setores, o governo incluiu uma mudança no texto que pode acabar fazendo as mesmas empresas pagarem tributo maior que o esperado, informam Márcio Falcão e Valdo Cruz.

O texto ampliou a definição de faturamento, incluindo receitas que não eram computadas, como aluguel. Isso elevou a base de cálculo sobre a qual incidirá o tributo. Pela medida, a empresa deixa de pagar contribuição previdenciária sobre a folha em troca de uma alíquota sobre o faturamento. (Págs. 1 e B1 / Mercado)

Prefeitura sabe de problema em prédio há um mês

A Prefeitura de SP soube há um mês que um pilar no subsolo do edifício interditado na zona oeste apresentava problemas causados por sobrecarga de peso. Não houve interdição à época. A subprefeitura nega ter errado na avaliação. (Págs. 1 e C1 / Cotidiano)

Faltam remédios em farmácias de SP e do Rio (Págs. 1 e C11 / Saúde)

Editorial

Leia “Desonerações a granel”, a respeito de cortes setoriais de tributos, e “Pragmatismo eleitoral”, sobre sabatinas com candidatos do PT e do PSDB. (Págs. 1 e A2 / Opinião)

————————————————————————————

O Estado de S. Paulo

Manchete: BC reduz compulsório e injeta R$ 30 bi na economia

Medida deve impulsionar consumo e contribuir para a redução do juro final ao consumidor nos empréstimos

O Banco Central anunciou ontem a redução dos recolhimentos compulsórios que os bancos são obrigados a fazer sobre os depósitos à vista e a prazo, o que deve injetar cerca de R$ 30 bilhões na economia nos próximos meses. Também foram dados incentivos para compra de carteiras de bancos. A medida vai impulsionar o consumo e ajudar a reduzir o juro final ao consumidor ao diminuir o spread bancário, segundo o diretor de Política Monetária do BC, Aldo Mendes. Esse é, segundo Mendes, o objetivo principal da medida. Ele afirmou que a redução dos compulsórios “não é uma medida de estabilidade financeira”, ou seja, não foi para assegurar solidez ao sistema bancário. Para analistas, a medida deve impulsionar o crédito. (Págs. 1 e B1 / Economia)

Dois bancos são liquidados

O BC decretou ontem a liquidação dos bancos Cruzeiro do Sul e Prosper. O Cruzeiro do Sul tinha um rombo de R$ 3,1 bilhões. (Págs. 1 e B4 / Economia)

Fúria islâmica elege novos alvos

Além de embaixadas dos EUA, redes de fast-food e até escolas são atacadas em 15 países

A onda de revolta iniciada com a divulgação de vídeo que ridiculariza o profeta Maomé continuou a se alastrar ontem. Além de missões diplomáticas dos EUA, embaixadas europeias, redes de fast-food, instalações da ONU e uma escola ocidental entraram na mira dos protestos em pelo menos 15 países da África, Oriente Médio e Ásia. Ontem chegaram aos EUA os corpos dos quatro diplomatas mortos na Líbia. O enviado especial ao Cairo, Andrei Netto, informa que radicais enfrentam a polícia nas ruas. (Págs. 1, A16, A18 e A20 / Internacional)

Foto legenda: Revolta. Manifestantes queimam bandeira dos EUA no Iêmen; papa Bento XVI fez apelo por moderação

Barack Obama: Presidente dos EUA

“O sacrifício deles jamais será esquecido” (sobre os diplomatas mortos em Benghazi, na Líbia)

Presidente da CNBB ataca uso da religião na busca por voto

O presidente da CNBB, cardeal Raymundo Damasceno, disse ao Estado que “não se pode instrumentalizar a religião para angariar votos”. As declarações foram feitas um dia após a divulgação de nota da Arquidiocese de São Paulo com ataques ao PRB, partido de Celso Russomanno. (Págs. 1 e A4 / Nacional)

Fogo destrói parques e áreas indígenas

Incêndios consomem os parques nacionais do Xingu e Chapada dos Guimarães e o Pantanal, em Mato Grosso. Só no município de Querência (MT), o fogo destruiu 5 mil hectares de vegetação nativa da Terra Indígena Wawi (Págs. 1 e A26 / Vida)

Anatel exigirá melhoria das TVs por assinatura (Págs. 1 e B22 / Economia)

Ensino superior pago tem só 15% de doutores (Págs. 1 e A24 / Vida)

Em SP, visto americano já sai em uma semana

Após a inauguração dos Centros de Atendimento ao Solicitante de Visto de Pinheiros e Vila Mariana, pleitear visto americano em São Paulo está bem mais fácil. A espera, que já foi de até três meses, leva hoje, em média, uma semana. (Págs. 1 e C1 / Cidades)

Morro acima

PMs fazem operação na Rocinha, no Rio, onde soldado foi morto uma semana antes da instalação de uma UPP. (Págs. 1 e C1 / Cidades)

Celso Ming: Quatro anos depois

Nem Henry Paulson nem Ben Bernanke imaginaram o estrago que deflagrariam com a decisão de deixar que o Lehman Brothers quebrasse. (Págs. 1 e B2 / Economia)

Roger Cohen: Discurso vergonhoso

Dedicado e tolerante, o embaixador Christopher Stevens morreu pelos valores americanos. Mitt Romney deveria ter evitado distorcê-los. (Págs. 1 e A22 / Visão Global)

Notas & Informações: A aposta de Tombini

BC traça cenário realista, mas talvez otimista demais, sobre recuperação da economia. (Págs. 1 e A3)

————————————————————————————

Correio Braziliense

Manchete: Família de servidor tem renda 73% maior

Pesquisa do IBGE sobre orçamento das famílias no Brasil aponta crescimento na renda e mudança nos hábitos de consumo. Cada vez mais, despesas com alimentação e educação perdem espaço para gastos com prestações da casa própria e do carro, enquanto viagens de lazer e produtos de higiene e limpeza ganham peso. Lares sustentados por servidores públicos estão entre os de maior renda no país. Mas são, também, os mais endividados: 3,6% do orçamento são para pagar juros. Característica que, segundo especialistas, tem a ver com a segurança propiciada pela estabilidade do emprego público. Os dados, referentes aos anos de 2008-2009, mostram que as desigualdades continuam: falta pavimentação nas regiões onde mora um terço das famílias. (Págs. 1, 10 a 14)

Brasileiro investe mais na casa, no carro, e menos na educação.

Salário de espíritas é superior ao de católicos e de evangélicos.

Um terço dos lares fica em áreas onde não existe pavimentação.

Sobrou até para o Papa

A fúria islâmica contra o filme que ridiculariza o profeta Maomé se espalhou por 30 países muçulmanos. Entre eles, o Kuwait e o Líbano, onde Bento XVI foi recebido em meio a protestos. As manifestações, que causaram 11 mortes, já não se voltam apenas contra americanos. Embaixadas alemã e britânica também foram atacadas. Os EUA enviaram marines para o Sudão e o Iêmen.

Entrevista com o pastor Terry Jones

“Não tenho qualquer arrependimento”, disse, ao repórter Rodrigo Craveiro, o religioso promotor do filme que acendeu a revolta. Ele recebeu mais de 20 ameaças de morte.
(Págs. 1, 22 a 24 / Visão do Correio, 20)

Mercado: BC dá ajuda de R$ 30 bi a bancos no vermelho

No mesmo dia em que decretou a liquidação extrajudicial do Cruzeiro do Sul e do Prosper, duas instituições que estavam sob intervenção, o governo tomou medidas para socorrer pequenos e médios bancos em dificuldade. A principal delas foi a redução dos empréstimos compulsórios para injetar mais recursos no mercado financeiro. (Págs. 1 e 16)

Caixa oficializa os bolões para seis loterias (Págs. 1 e 6)

TST: celular pode acarretar ganho extra no trabalho (Págs. 1 e 18)

Reajuste da mensalidade escolar pode chegar a 15%

Harry Shlaudeman reclama do preço do colégio de Helena, mas terá que se preparar para gastar mais: o índice do aumento será divulgado ainda este mês. (Págs. 1 e 37)

Pós-graduação: MEC reprova cursos no DF

Quatro especializações, uma delas na UnB, foram fechadas devido à baixa qualidade. Em todo o país foram 62. (Págs. 1 e 8)

————————————————————————————

Estado de Minas

Manchete: Tudo por uma vaga em escola particular

Pais e filhos enfrentam disputa acirrada por matrícula nos colégios mais procurados

Crianças e adolescentes que desejam ingressar em instituições conceituadas da rede privada em 2013 passarão por dura bateria de provas nas duas próximas semanas, que se assemelha a um vestibular. Para o 1° ano do ensino fundamental, quando é proibido o chamado vestibulinho – embora haja escolas que insistam na prática -, são os pais que encaram maratonas, passando até 24 horas na fila para conseguir a matrícula dos filhos, por ordem de chegada. Nas demais, os próprios alunos têm de se garantir nos testes de seleção. A concorrência é maior nas outras séries de entrada: 6° ano do fundamental e 1° ano do ensino médio. Mas mesmo nas demais séries há disputas com até nove candidatos por vaga. (Págs. 1, 19 e 20)

Lacerda lidera com vantagem de 13,5 pontos

Pesquisa do Instituto MDA feita para o Estado de Minas mostra o prefeito Marcio Lacerda (PSB) à frente na disputa em BH com 44,3% das intenções de voto, contra 30,8% do ex-ministro do Desenvolvimento Social e Combate à Fome Patrus Ananias (PT). Vanessa Portugal (PSTU) aparece com 1,5% e os demais candidatos somam 0,9%. A sondagem ocorreu nos dias 11 e 12 com 1.050 eleitores. A margem de erro é de três pontos percentuais. Há 13% de indecisos e 9,6% dispostos a votar em branco ou nulo. O levantamento indica que Lacerda teria 57,2% dos votos válidos e seria reeleito em primeiro turno, se a eleição fosse hoje. (Págs. 1 e 3)

Protestos: Onda de fúria contra EUA se alastra

Reação a filme que satiriza Maomé se espalhou pelo mundo islâmico, como em Rafah, na Faixa de Gaza, e matou oito pessoas ontem. Além de quatro diplomatas americanos assassinados na Líbia, representações dos EUA foram atacadas no Sudão, Tunísia, Egito e Iêmen. (Págs. 1 e 17 / Editorial – pág. 8)

Acidentes em BH caem 9,6% com lei seca (Págs. 1 e 22)

Gasto com transporte se iguala ao da alimentação

Pesquisa do IBGE mostra que despesas dos brasileiros com locomoção são quase três vezes maiores do que com saúde. Aumento das passagens e dos combustíveis entre 2002 e 2009 é o principal motivo. (Págs. 1, 11 e 12)

Incentivo: Banco Central injeta R$ 30 bi na economia

Corte na taxa do compulsório – parcela do depósito dos clientes que bancos são obrigados a repassar ao BC – vai estimular a oferta de crédito e juros menores. (Págs. 1 e 14)

Brincando de aprender

Curso da Transitolândia de educação nas ruas, coordenado pelo cabo Silvestre, terá programação reforçada durante a Semana Nacional do Trânsito, que começa terça-feira. (Págs. 1, 6 e 7)

Efeito Fukushima: Japão vai abandonar a energia nuclear até 2030 (Págs. 1 e 16)

————————————————————————————

Jornal do Commercio

Manchete: Vitória da saúde pública

Jadilson é o primeiro caso de sucesso de transplante de rim e pâncreas no Estado, em cirurgia realizado no Hospital Pedro II. Diabético, ele tinha sofrido paradas cardíacas e estava condenado a injeções de insulina cada vez menos eficazes. (Págs. 1 e cidades 6)

Classe C usa mais e encarece planos de saúde

Consumo voraz amplia custos e operadoras repassam gasto extra ao consumidor. (Págs. 1 e Economia 1)

Onda de fúria antiamericana se espalha

Protestos contra filme que ironiza Maomé já resultou em nove mortes, dezenas de feridos e chega a mais de 20 países. (Págs. 1 e 12)

Prefeituráveis voltam a debater no Sistema JC

Após o sucesso do encontro NE10, Geraldo, Humberto, Daniel e Mendonça se enfrentam hoje às 10h, na Rádio Jornal. (Págs. 1 e 3)

————————————————————————————

Zero Hora

Manchete: No limite da insegurança

Ataque covarde a idoso escancara a violência que assusta a Capital

Após ser agredido e cair no chão, homem de 81 anos é atropelado por bandidos em fuga. Com ferimentos nas mãos e na cabeça, vítima recebeu manifestações de apoio e indignação.

“Caí no chão e não lembro de mais nada”, diz vítima.

“Estamos tendo um surto de assaltos”, admite secretário.

24 carros levados por dia em Porto Alegre. (Págs. 1, 4 a 12 / Editorial, 22 / Rosane de Oliveira, 16 / Maria Isabel Hammes, 32)

Mais estímulo: R$ 30 bilhões para barrar desaceleração

Banco Central permite que bancos usem mais recursos para crédito. (Págs. 1 e 24)

Revolta Árabe: Novas embaixadas ocidentais atacadas

Prédios foram alvos na Tunísia e no Sudão. (Págs. 1, 34 e 35)
Clipping Radiobrás

Edição: Equipe Fenatracoop

Portal Cambé, site de informações e serviços de Cambé – PR.

Responda

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.