Greve de professor acaba em oito universidades; Governo propõe reajuste de 15,8% a 600 mil servidores para conter paralisações... – Ministério do Trabalho vai agir em Suape; Secretário de Relações do Trabalho se reúne com líderes para discutir fim da greve. Intervenção foi decisão da Secretaria-Geral da Presidência. .. – Governo oferece 15,8% a servidores em greve; Proposta atende metade das categorias paradas; reunião hoje, decidirá como reajuste será aplicado…-

O Globo

Manchete: Greve de professor acaba em oito universidades

Governo propõe reajuste de 15,8% a 600 mil servidores para conter paralisações

Percentual médio oferecido a docentes, no entanto, ficou entre 25% e 40%. Mas, para a volta às aulas, estudantes ainda dependem do retorno ao trabalho de servidores técnicos e administrativos.

O governo ofereceu ontem reajuste de 15,8%, parcelado em três anos, para mais de 600 mil servidores de 25 categorias do Executivo, incluindo saúde e educação. A proposta ainda vai ser submetida aos trabalhadores em assembléias nos estados, na próxima semana. O percentual, no entanto, é bem abaixo do reivindicado pelas categorias. No caso das universidades, a proposta de voltar ao trabalho foi aceita na UnB e em alguns campi de universidades no Rio Grande do Sul, no Paraná e em São Paulo (Unifesp e São Carlos), Santa Catarina e no Acre. (Págs. 1, 27 e 28)

Para presidente do STF, paz voltou

O presidente do STF, Ayres Britto, disse que “as coisas entraram nos eixos” após a discussão entre os ministros Joaquim Barbosa e Ricardo Lewandowski. Ele confirmou que o julgamento será fatiado. (Págs. 1, 3 a 6 e Merval Pereira e editorial “Exemplo de maturidade institucional”, 16)

Incentivos para poluir menos

Na semana que vem, o governo federal fechará com a indústria um plano para redução de gases de efeito estufa em diversos setores, incluindo alumínio, cimento, e papel e celulose até 2020. 0 programa contará com juros mais baixos do BNDES via Fundo Clima. (Págs. 1 e 29)

Petrobras investe mais na cultura

A empresa anunciou que aplicará R$ 67 milhões no programa Petrobras Cultural. O valor é recorde (foram R$ 62 milhões no ano passado). A seleção de projetos será feita internamente com a participação de convidados. (Págs. 1 e 30)

Porto terá mais uma avenida

Para melhorar o trânsito de veículos, que deve triplicar até 2020 — de 200 mil para 567 mil/ano, sobretudo caminhões —, a Zona Portuária vai ganhar mais R$ 3 bilhões em obras, incluindo uma avenida que ligará a Ponte à Linha Vermelha e à Avenida Brasil. (Págs. 1 e 12)
————————————————————————————

O Estado de S. Paulo

Manchete: Governo oferece 15,8% a servidores em greveProposta atende metade das categorias paradas; reunião hoje, decidirá como reajuste será aplicado.

O governo apresentou pacote de aumento de 15,8% para 18 categorias de servidores públicos e as paralisações começaram a ser esvaziadas. Após uma semana com negociações em ritmo lento, a nova proposta atende 50% das 36 categorias paradas. Uma nova reunião, hoje, vai decidir como o reajuste será aplicado a cada categoria.
Os delegados da Polícia Federal não gostaram da proposta. Eles pedem 30% de reajuste. Em outro nível de negociação, professores da Universidade de Brasília (UnB) e da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) decidiram pela volta das aulas, mas a greve permanece em 53 das 59 federais do País. (Pags. 1 e Nacional A10)
Com votação fatiada, mensalão deve ter dez minijulgamentos

A confirmação do modelo “fatiado” de votação sobre o mensalão feita pelo presidente do STF, Ayres Britto, deve levar os 11 ministros a realizarem cerca de dez minijulgamentos na ação que acusa 37 réus. A decisão de dividir o julgamento tornou inviável a participação de Cezar Peluso, que vai aposentar, até o fim do processo. (Págs. 1 e Nacional A4)
Fotolegenda: Ataque de sem TerraDesembargador Costa Filho (C) desarma um dos sem-terra que tinham bloqueado estrada durante a visita da presidente Dilma a Maceió, (Págs: 1 e Nacional A10)

Íídice do BC mostra alta na economia

O índice de atividade econômica medido pelo Banco Central registrou alta de 0,75% em junho, a maior em 15 meses. O IBC-Br mostra que a economia do País dá sinais de recuperação, mas o ritmo de crescimento continua fraco, o que abre espaço para medidas de estímulo ao consumo e investimento. O resultado foi impulsionado, principalmente, pelo corte de impostos do consumo, juros mais baixos e aumento do crédito, que ajudaram as vendas do varejo, (Págs. 1 e Economia B1)

Stephen M. Walt

E o Afeganistão?

Nenhum dos dois candidatos à presidência dos EUA fala no país. Não é segredo que o projeto afegão fracassou e que a questão não é central. (Págs. 1 e Visão Global A8)

Celso Ming
Galinha ou albatroz

É preciso tempo para saber se a recuperação da economia é um albatroz, que demora a levantar vôo e vai longe, ou se não passa de uma galinha. (Págs. 1 e Economia B2)
Aéreas reduzem rotas para o Nordeste (Págs. 1 e Economia B18)

Granja de SC enterra 114 mil pintinhos vivos (Págs. 1 e Economia B7)

Coquetel antiaids reduz transmissão mãe-filho (Págs. 1 e Vida A20)Notas e Informações

O estatismo vence a lucidez

O governo propõe parcerias e concessões, mas figuras do Planalto são pelo modelo estatista. (Págs. 1 e A3)

————————————————————————————

Correio Braziliense

Manchete: UnB Encerra greve e volta às aulas divididaA princípio seria uma reunião para tratar da eleição de reitor. Mas acabou em confusão e na tumultuada assembleia que suspendeu a paralisação de 89 dias na Universidade de Brasília. Houve boicote no sistema de som, ameaças de agressão, gritos, luzes apagadas, troca de ofensas. No fim, por 130 votos contra 115, os professores aceitaram o reajuste de até 40% oferecido pelo governo e encerraram a greve. Dirigentes da Associação dos Docentes (AdUnB) foram acusados de golpe. Um novo calendário para o ano letivo, que deve se estender até março, será aprovado semana que vem. (Págs 1 e 29)

Servidores rejeitam 15,8% e exigem ganho real (Págs. 1, 14, 15 e Visão do Correio, 20)

Ditadura: Nova versão para morte de Anísio Teixeira é investigadaProfessor baiano diz que o ex-reitor da Universidade de Brasília teria sido sequestrado, torturado e morto por agentes da repressão em 1971 — e não caído acidentalmente em um poço de elevador, no Rio, segundo a versão oficial. O caso será investigado pela Comissão da Verdade da UnB. (Págs. 1, 27 e 28)

PF apura compra de jazida de ouro por ex-chefão da Valec (Págs. 1 e 2)

Decisão de julgar mensalão em fatias apressa sentenças (Págs. 1, 3 e 4)Consumo das famílias lidera reação do PIB (Págs. 1 e 16)Campanha vai atualizar vacinas em 146 postos (Págs. 1 e 35)
————————————————————————————

Estado de Minas

Manchete: Só nos resta protestarSentindo-se abandonados pelo poder público, moradores apelam para faixas e cartazes alertando para a violência sem controle em alguns bairros da capital

No Padre Eustáquio, Região Noroeste, onde o empresário Antônio de Souza Silva chegou a ter roubados dois carros no mesmo dia e até as câmeras de segurança que instalou, ele e os vizinhos preparam faixas de aviso para o perigo dos assaltos constantes no bairro. “A sensação é de total abandono. Precisamos dar um basta”, desabafa Souza Silva. Na Rua Prata, no Cruzeiro, Região Centro-Sul, os cartazes já estão espalhados: “Não estacione nesta rua. Alto índice de assaltos”, alerta o recado direto aos motoristas. Mas associações de bairro e o comando da PM discordam desse tipo de protesto. Acreditam que pode ser um “tiro no pé”, atraindo mais bandidos. (Págs. 1 e 19)

Mensalão: Ministro sustenta divisão dos votos no julgamento

Presidente do STF afirmou que método proposto pelo relator não abrirá brecha para contestações, mas considerou eventual atraso do cronograma “uma incógnita”. (Págs. 1 e 3)
Incêndios em MG: Força-tarefa monitora focos de queimadas (Págs. 1 e 22)
————————————————————————————

Jornal do Commercio

Manchete: PF suspende fiscalizaçãoProibidos pela Justiça de realizar operação-padrão, que atrasa o ritmo das revistas, policiais em greve prometem rigor zero nos aeroportos. Governo federal propôs às 18 categorias em greve aumento de até 15,8%, parcelado em três vezes. (Págs. 1 e Economia 1 e 2)
Obra da Fiat começa em 17 de setembro

Anúncio do início da construção da fábrica foi feito ontem pelo governador Eduardo Campos. Pelo cronograma, montadora começa a produzir carros em meados de 2014. (Págs. 1 e Economia 8)
Ministério do Trabalho vai agir em Suape

Secretário de Relações do Trabalho se reúne com líderes para discutir fim da greve. Intervenção foi decisão da Secretaria-Geral da Presidência. (Págs. 1 e Economia 4)
Novo currículo

MEC quer integrar disciplinas do ensino básico em grandes áreas, tornando o currículo mais flexível. (Págs. 1 e Cidades 7)
Imunização das crianças deve ser atualizada

De hoje até sexta, campanha convoca pais de crianças até 5 anos para regularizar a proteção dos filhos, com 11 tipos de vacina nos postos de saúde. (Págs. 1 e Cidades 1)
————————————————————————————

Zero Hora

Manchete: Um ano e meio depois de inaugurada, BR-101 já tem buracos e remendosTrecho gaúcho, entre Osório e Torres, apresenta mais de cem pontos com problemas. Asfalto de qualidade inferior ao de países europeus é uma das causas da deterioração.(Págs. 1, 4 e 5)

Agora vai? Prévia do PIB reforça expectativa de reação

Indicador que antecipa humor da economia tem alta de 0,75%, a maior desde março de 2011. (Págs. 1 e 20)

Deputado no Brasil tem 20 CCs a mais do que na França

Especialistas questionam o número de assessores nos gabinetes do Congresso e nos Estados. (Págs. 1 e 8)

Justiça repara erro que abalou família gaúcha

Sete anos depois, Tribunal de Garopaba condena assassino de procurador. (Págs. 1 e 42)
————————————————————————————
Clipping Radiobrás
Edição: Equipe Fenatracoop

Portal Cambé, site de informações e serviços de Cambé – PR.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.