Condenados no mensalão já se preparam para a prisão; Réus do mensalão já condenados pelo STF, ligados a Marcos Valério, se preparam para possível prisão, relata Leandro Colon… – Retratos do Brasil – Mais jovens fora da escola; IBGE: 1,7 milhão deixaram salas de aula. O país tem 1,72 milhão desses jovens fora da escola. “É uma geração chave, que está desiludida quanto ao ensino e se perde” diz Naércio Menezes Filho, do Insper… –Velhos trabalham mais; jovens priorizam estudo; As pessoas mais velhas permanecem empregadas por mais tempo. Já os jovens estudam mais e adiam a entrada no mercado. As conclusões são da Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios), feita pelo IBGE, que revelou ainda queda na taxa de analfabetismo…

O Globo

Manchete: Mantega reage aos EUA e ameaça elevar IOF

Ministro chama de absurda a acusação de protecionismo

Brasil deve aproveitar sinal verde da OMC para retaliar, em breve, americanos por causa de subsídios ilegais concedidos ao setor de algodão

Um dia após duras críticas dos Estados Unidos contra o aumento de alíquotas de importação pelo Brasil, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, de Londres, rebateu: “É um absurdo. Além de medidas diretas de protecionismo (dos EUA), ainda vemos o afrouxamento monetário para reduzir o valor do dólar”. Mantega admitiu subir o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) para conter entrada de capital especulativo no país. Com sinal verde da Organização Mundial do Comércio (OMC), o Brasil deverá retaliar os EUA em US$ 829 milhões, por subsídios ao algodão. (Págs. 1, 29 e 30)

Retratos do Brasil – Mais jovens fora da escola

IBGE: 1,7 milhão deixaram salas de aula. Mercadante fala em ampliar Bolsa Família

Aumentou o número de adolescentes de 15 a 17 anos fora da escola. A conclusão é da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), do IBGE. A taxa de escolarização desse grupo, que deveria estar no ensino médio, caiu de 85,2% para 83,7% em anos. O país tem 1,72 milhão desses jovens fora da escola. “É uma geração chave, que está desiludida quanto ao ensino e se perde” diz Naércio Menezes Filho, do Insper. O ministro Aloizio Mercadante pretende ampliar o Bolsa Família. (Págs. 1 e 31)

Brasileiro dá tchau ao fixo

Pela pesquisa, praticamente metade (49,7%) das casas agora tem apenas telefones celulares. (Págs. 1 e 32)

Com lavadoras, mas sem água

A máquina de lavar já está na maioria dos domicílios, mas outros 15% não têm água encanada. (Págs. 1 e 32)

Em nota, Dilma dá resposta a Barbosa

Em nota oficial, a presidente Dilma Rousseff respondeu à citação a seu nome pelo ministro Joaquim Barbosa no julgamento do mensalão, na véspera. Para reforçar a tese da compra de votos, Barbosa lembrou depoimento que Dilma deu à Justiça em 2009 se dizendo surpresa com a rapidez de uma votação sobre o setor elétrico. Dilma diz que manifestou surpresa porque “todas as forças políticas compreenderam a gravidade do tema”. Em entrevista ao GLOBO em 2003, Dilma disse que o Brasil não estava sob ameaça de apagão na época, conta Míriam Leitão. (Págs. 1, 6 e 30)

Texto de apoio a Lula desagrada a aliados

Causou constrangimento em partidos da base aliada o tom da nota articulada pelo PT em defesa do ex-presidente Lula e que acusou a oposição de tentativa de golpe. Dirigentes do PMDB dizem que o partido ficou numa saia justa e discorda do texto. PP e PR não foram sequer procurados. (Págs. 1 e 3)

Londres acusou brasileiros de furto

O comitê que organiza as Olimpíadas de 2016 no Rio demitiu dez funcionários que foram acusados, pela equipe responsável pelos Jogos de Londres, de copiar documentos sem autorização. Eles tinham ido à capital inglesa para acompanhar os Jogos deste ano. (Págs. 1 e 14)

BB e Caixa terão mais dinheiro

O governo vai injetar R$ 21,1 bilhões na Caixa Econômica Federal e no Banco do Brasil (BB) para que eles continuem ampliando suas linhas de crédito, sem oferecer risco à sua saúde financeira. Do total, R$ 13 bilhões irão para a Caixa. O BB receberá R$ 8,1 bilhões. (Págs. 1 e 36)

Depois da greve, imposto menor

Após uma greve que parou as principais rodovias do país há dois meses, os caminhoneiros autônomos conseguiram uma vitória: o Imposto de Renda, que incidia sobre 40% do seu rendimento bruto, agora será calculado sobre 10% dessa renda em 2013. O frete pode ficar mais barato. (Págs. 1 e 35)

No Paquistão, ‘Dia de amor’ e morte

O “Dia de amor pelo profeta” convocado pelo governo do Paquistão contra o filme e as charges que satirizam Maomé, saiu do controle e deixou 19 mortos. O Brasil fechou sua embaixada até amanhã. O resto do mundo islâmico teve protestos pacíficos. (Págs. 1 e 38)

Romney revela IR inferior à média

Na semana mais difícil de sua campanha, sob pressão, o republicano Mitt Romney revelou ter pagado US$ 1,95 milhão de IR em 2011, o equivalente a 14,1% de sua renda. O percentual é inferior à média do país e à alíquota de Obama. (Págs. 1 e 40)

História: Os 80 anos do voto feminino

Um dos primeiros a dar direito de voto às mulheres, Brasil tem baixa participação delas na política. (Págs. 1 e 41)

————————————————————————————

Folha de S. Paulo

Manchete: Comitiva da Rio-16 furtou documentos de Londres-12

Dez brasileiros foram demitidos após britânicos exigirem providências

Funcionários do comitê organizador da Rio-2016 foram demitidos por furtarem informações confidenciais do comitê de Londres-2012 durante a Olimpíada.

O conteúdo dos arquivos subtraídos da área de tecnologia não foi divulgado. Em seu blog no UOL, onde revelou o furto, o colunista da Folha Juca Kfouri diz que foram acessados documentos sobre ações estratégicas e da área de segurança.

Brasileiros e ingleses trabalhavam juntos no programa de troca de informações sobre os Jogos Olímpicos.

Segundo o comitê da Rio-2016, os documentos não eram confidenciais, mas não poderiam ser copiados.

Os ingleses exigiram providências do Comitê Olímpico Brasileiro e ameaçaram ir à Justiça. Dez funcionários foram demitidos (os nomes não foram revelados) e os arquivos, devolvidos. (Págs. 1 e Esporte D1)

Condenados no mensalão já se preparam para a prisão

Réus do mensalão já condenados pelo STF, ligados a Marcos Valério, se preparam para possível prisão, relata Leandro Colon.

Considerada culpada por lavagem de dinheiro, Simone Vasconcelos quis saber do advogado se poderá ver os filhos e o neto na cadeia. O publicitário Cristiano Paz, condenado por três crimes, analisa com a família como ficarão os negócios. (Págs. 1 e Poder A4)

Após ser citada no julgamento, Dilma rebate relator

A presidente Dilma rebateu em nota o relator do mensalão, Joaquim Barbosa, que usou citação dela de 2009 para ajudar a incriminar os réus. Para ela, a declaração de que estava surpresa com a rapidez de uma votação foi mal interpretada. (Págs. 1 e Poder A6)

Caixa e BB recebem R$ 21 bilhões para ampliar o crédito

O governo dará crédito de até R$ 13 bilhões para a Caixa Econômica Federal e de até R$ 8,1 bilhões para o Banco do Brasil. O objetivo é expandir a oferta de dinheiro para financiamentos agropecuários, de infraestrutura e para a baixa renda. (Págs. 1 e Mercado B1)

Fotolegenda: Pode isso, Arnaldo?

O tucano José Serra perde o sapato ao bater pênalti em campanha na zona leste de São Paulo; o goleiro pegou a bola, e o calçado foi parar dentro do gol. (Págs. 1 e Poder A10)

Velhos trabalham mais; jovens priorizam estudo

As pessoas mais velhas permanecem empregadas por mais tempo. Já os jovens estudam mais e adiam a entrada no mercado. As conclusões são da Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios), feita pelo IBGE, que revelou ainda queda na taxa de analfabetismo.

Acima dos 50 anos, a taxa de desemprego caiu de 3,1% em 2009 para 2,4% em 2011, a mais baixa entre as faixas etárias. Enquanto isso, o número de pessoas ocupadas até 30 anos reduziu. Entre as causas, estão o envelhecimento da população e o aumento da renda. (Págs. 1 e Cotidiano 2)

Editoriais

Leia “Ridículo”, sobre críticas de líderes governistas ao julgamento do mensalão, e “São Paulo sem carros”, acerca de carência de transporte urbano. (Págs. 1 e Opinião A2)

————————————————————————————

O Estado de S. Paulo

Manchete: Dilma rebate relator do mensalão em nota oficial

Presidente se irrita com menção de seu nome no STF e esclarece depoimento de 2009 citando ‘apagão’

Irritada com a menção de seu nome para reforçar a existência do mensalão e compra de voto no Congresso, a presidente Dilma Rousseff divulgou nota para responder ao relator da ação no STF. Joaquim Barbosa se valeu de trecho do depoimento da então ministra-chefe no processo, em 2009, para reafirmar tese da Procuradoria-Geral da República. Dilma, à época, disse que ficou “surpresa” com a rapidez da votação do marco regulatório do setor elétrico. Em seu voto, Barbosa indicou que essa rapidez poderia ter como razão a compra de apoio no Congresso durante o governo do ex-presidente Lula. Na nota, Dilma afirma que realmente se surpreendeu com a rapidez na aprovação do marco regulatório, mas ressaltou que a pressa se justificava pela importância do tema. E citou o risco de apagão no setor elétrico durante o governo Fernando Henrique Cardoso. (Págs. 1 e Nacional A4)

Dilma Rousseff
Presidente da República

‘Surpresa pela rápida aprovação porque as forças políticas compreenderam a gravidade do tema’.

Economia lenta não freia avanço social

Apesar do baixo crescimento, Pnad 2011 mostra melhoria nas condições de vida

Apesar de o crescimento da economia ter desacelerado, os avanços sociais em termos de trabalho, renda e redução da desigualdade, registrados desde 2004, continuaram no primeiro ano do mandato de Dilma Rousseff. Esse é o quadro que sobressai da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) 2011, divulgada ontem pelo IBGE. Os destaques foram a criação de 1 milhão de empregos em dois anos, a queda do desemprego para 6,7% e a redução da desigualdade em ritmo superior à média de 2004 a 2009. Em dois anos, mais 9,9 milhões de brasileiros passaram a acessar a internet. (Págs. 1 e Caderno especial)

Falta o básico

Em dois anos, a proporção de domicílios atendidos por rede coletora de esgoto aumentou de 52,5% para 54,9% – ritmo que, se mantido, adiará por décadas a universalização do saneamento. (Págs. 1 e H1)

Fotolegenda: Conectadas

7,2 milhões de crianças de 10 a 14 anos têm celulares – 41,9% delas. Em 2009, eram 29,3%.

Kassab: ‘PT explora tragédia’

Um dia depois do confronto entre guardas-civis metropolitanos e moradores da Favela do Moinho, o prefeito Gilberto Kassab (PSD) acusou o PT de estar “explorando eleitoralmente a tragédia”. O senador Eduardo Suplicy (PT-SP) disse que foi ao local a convite dos moradores. (Págs. 1 e Cidades C1)

Análise: Carlos Melo

Surpresas da eleição
Cidadãos enxergam em Russomanno um personal Procon. (Págs. 1 e Nacional A6)

Fotolegenda: Bola para um lado

José Serra (PSDB) perdeu o sapato ao bater pênalti em escolinha de futebol na zona leste. ‘Eu senti que o sapato ia sair’, disse. (Págs. 1 e Nacional A6)

Trip faz ‘pouso de risco’, diz Anac

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) poderá punir a empresa Trip com multa e até proibir operação por voar em altura mais baixa que o permitido ao pousar. (Págs. 1 e Economia B1)

Protestos deixam 19 mortos no Paquistão (Págs. 1 e Internacional A14)

Marco Aurélio Nogueira

A cidade que se reinventa

O velho estilo de fazer política em São Paulo perdeu sintonia com a vida e as expectativas das pessoas. Mas não há um apocalipse à vista. (Págs. 1 e Espaço Aberto A2)

Notas & Informações

O revisor revê sua posição

Lewandowski admite que se curvou ao entendimento dominante no STF sobre corrupção. (Págs. 1 e A3)
————————————————————————————

Correio Braziliense

Manchete: IPTU subirá até 5,3%

O governo do Distrito Federal decidiu usar o INPC, índice oficial de inflação, como teto para a correção do Imposto sobre Propriedade Territorial Urbana. No caso do IPVA, o reajuste terá como base a tabela da Fipe. Com isso, a tendência é que a maioria dos veículos tenha redução no valor do tributo. A proposta, válida para 2013, deve ser enviada à Câmara Legislativa até o dia 30 deste mês. (Págs. 1 e 35)

Dilma reage a uso de frase no mensalão

Em nota oficial, a presidente expressa insatisfação com o fato de o relator do processo do mensalão no STF, ministro Joaquim Barbosa, ter recorrido a uma citação dela para reforçar a tese de que houve compra de votos no Congresso durante o governo Lula. (Págs. 1, 2 e 3)

Uma musa pela paz no trânsito

A bela cantora Paula Fernandes atraiu olhares e lentes fotográficas no Palácio do Planalto,durante o lançamento da campanha para redução de acidentes e mortes nas pistas. O governo aposta, agora, na popularidade de artistas e atletas para conscientizar os motoristas. Cissa Guimarães, a atriz que há dois anos perdeu um filho num atropelamento, esteve entre os convidados da presidente Dilma. (Págs. 1 e 10)

Um país menos desigual

A renda dos 10% que ganham menos no Brasil cresceu 29,2% acima da inflação entre 2009 e 2011, três vezes mais que a média dos assalariados em geral. É o que revela a mais recente Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), do IBGE. Cláudia e o filho Hudson não têm do que reclamar: acabaram de comprar um apartamento maior. (Págs. 1, 12 a 15 e Visão do Correio, 20)

Previdência do servidor começa em fevereiro

A aposentadoria complementar dos funcionários públicos federais será administrada pela Funpresp, fundação que foi criada ontem pelo governo. (Págs. 1 e 17)

Fiscais do Ecad cobram até da Escola de Música (Págs. 1 e 31)

————————————————————————————

Estado de Minas

Manchete: Mineiras sofrem mais com diferença salarial

Renda das mulheres em relação à dos homens sobe no país e cai no estado

Entre 2009 e 2011, o rendimento médio mensal do trabalho feminino no Brasil saltou de 67,1% para 70,4% na comparação com o masculino. Mas em Minas ocorreu o contrário: a proporção da renda delas despencou de 72,3% para 67,2% frente à deles. É o que revela a última edição da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) do IBGE. Os salários cresceram em média 8,4% no estado, chegando a R$ 1.228. Mas o dos homens aumentou 10,8%, bem mais do que o das mulheres, 3%. No país, caiu de 42,5% para 41,5% o percentual da renda que vai para o bolso de apenas 10% dos brasileiros, mostrando pequena queda na desigualdade de vencimentos.

Mais da metade das pessoas fora da internet.

Diminui a escolaridade na faixa de 15 a 24 anos. (Págs. 1, 12 a 14 e o editorial ‘Mais emprego, melhor renda’, 10)

Eleições 2012: Varginha

Petebista se aproxima do 3º mandato

O empresário Antônio Silva (PTB) é o favorito para ser eleito prefeito pela terceira vez. Ele tem 43% das intenções de voto, contra 22,6% de Eduardo Corujinha (PT), conforme a pesquisa MDA/Estado de Minas. (Págs. 1 e 6)

Mensalão: Dilma rebate comentário de ministro

A presidente quebrou o silêncio sobre o julgamento. Depois de o relator Joaquim Barbosa usar um comentário feito por Dilma em 2009 para sustentar a existência de compra de voto no Congresso, ela divulgou nota para explicar “surpresa” com rapidez na votação do marco regulatório do setor elétrico. (Págs. 1, 3 e 4)

Cartão de crédito

Fim das parcelas sem juros não agrada bancos estatais. (Págs. 1 e 15)

Xô, dengue!

Crianças aprendem brincando os sintomas da doença e como combater o mosquito Aedes aegypti. (Págs. 1 e Capa, 6 e 7)
————————————————————————————

Jornal do Commercio

Manchete: Lei das cotas emperra inscrição do vestibular

Para elaborar o manual e iniciar as matrículas, UFPE depende da regulamentação, por parte do MEC, da lei federal que institui a reserva de vagas. Datas das provas, por enquanto, estão mantidas. (Págs. 1 e Cidades 1)

Trabalho infantil

Menores foram filmados em obra do Minha Casa, do PAC, em Chá de Alegria. (Págs. 1 e Cidades 5)

Setor privado lucra fazendo as vezes do Estado

Série Desafio Metropolitano mostra empresas atuando na área de infraestrutura. (Págs. 1 e Economia 8)

Servidor federal tem novo fundo de previdência

Foi criado o Funpresp e quem não contribuir vai receber apenas o teto do INSS. (Págs. 1 e Economia 9)

Pesquisa revela avanços e perdas no País

Trabalho infantil formal cresceu 11,8% em 2011 e número de estudantes caiu. (Págs. 1, 10 e Economia 4)

————————————————————————————

Zero Hora

Manchete: Gaúchas estudam mais e trabalham mais, diz IBGE

Pesquisa revela que maior escolaridade das mulheres no RS leva a mais oportunidades de emprego e reduz diferença salarial em relação a homens.

76,9% das mulheres no RS estudam 11 anos ou mais.

52,6% dos trabalhadores no Estado são mulheres.

72,46% é o que recebem em relação ao salário dos homens. (Págs. 1, 4 e 5)

Sob risco: Apenas 20% do efetivo da PRF vigia estradas

Funções administrativas, férias e licenças retiram policiais das rodovias no Estado. (Págs. 1 e 30)

Pesquisa Ibope: Fortunati abre vantagem em Porto Alegre

Atual prefeito tem 45% das intenções de voto, contra 28% de Manuela D’Ávila. (Págs. 1 e 6)

Clipping Radiobrás

Edição: Equipe Fenatracoop

Portal Cambé, site de informações e serviços de Cambé – PR.

Responda

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.