Manchetes dos Jornais desta quinta-feira, 25 de junho de 2015
Postado por: Equipe Portal Cambé Em 25th junho 2015

Cresce pressão na Assembleia por mais verbas para os deputados
Cada um dos 54 deputados estaduais tem à disposição R$ 78,5 mil mensais para contratar funcionários e uma verba de R$ 31,4 mil para despesas de gabinete. Como essas verbas estão sem reajuste há três anos, muitos parlamentares defendem aumento nos repasses…

INSS câmara atrela correção de benefícios à do mínimo
Em nova derrota do governo, deputados aprovam emenda que vincula reajuste de aposentadorias superiores a um salário mínimo e demais benefícios da Previdência à política de valorização do piso salarial. Proposta ainda tem de passar pelo Senado…

 


O Globo

Manchete : Câmara estende reajuste do mínimo a aposentados
Medida que tem impacto anual de R$ 9,2 bi ainda será votada no Senado
Pela proposta aprovada, benefícios também passarão a ser corrigidos de acordo com o crescimento do PIB
Em mais uma ação contra o ajuste fiscal, a Câmara aprovou por 206 votos a 179 proposta que estende a todos os aposentados e pensionistas do INSS as regras de reajuste do salário mínimo, prorrogadas até 2019. Hoje, o aposentado que ganha acima do mínimo tem o benefício corrigido apenas pela inflação. Se o Senado também aprovar a medida, ele passará a ter aumento real de acordo com o crescimento da economia. O governo estima impacto anual de R$ 9,2 bilhões. Governistas ajudaram na aprovação, apesar dos apelos do Planalto. (Pág. 6)
BC prevê inflação de 9% e recuo de 1,1% no PIB (Pág. 21)

Bilhete de Odebrecht provoca polêmica
Apreendido pela PF, um bilhete enviado pelo presidente da Odebrecht, Marcelo Odebrecht, a seu advogado gerou polêmica entre integrantes da Lava-Jato e a empreiteira. Uma das frases do bilhete, “destruir e-mail sondas”, levou a PF a suspeitar da tentativa de ocultar provas. A empresa diz que a polícia quer tumultuar o processo. (Pág. 3)

Alexandrino, o Grande
Preso, Alexandrino Alencar tinha busto de si mesmo na sede da Odebrecht. (Pág. 4)

Plano incentiva exportações
O governo lançou programa para incentivar as exportações, elevando para US$ 2,9 bilhões os recursos do BNDES para o setor e ampliando garantias para financiar pequenas empresas exportadoras. (Pág. 23)
Aposta na Barra

Aos 91 anos, Carlos Fernando, dono da Carvalho Hosken, fala de Lava-Jato e Olimpíadas, em entrevista a HENRIQUE GOMES BATISTA. (Pág. 9)

França reage a grampos
A revelação de que a Agência de Segurança Nacional americana (NSA) grampeou três presidentes da França, de 2006 a 2012, causou indignação no país. O premier Valls exigiu “respeito recíproco”, e o presidente Hollande, um dos afetados, classificou o episódio de inaceitável. Obama telefonou-lhe e garantiu que não há mais espionagem. (Pág. 28)

Os bombeiros e os incendiários
Há dois tipos de políticos enfrentando a crise. Os mais experientes dizem que há os querem botar fogo no circo, e os que querem evitar o caos. O presidente do DEM, senador José Agripino, escolheu seu lado: “Estamos num processo de estagflação com perspectiva de desemprego. São fatos graves. É obrigação, da oposição, encontrar um rumo para o país”. Outros acrescentam: se alguém acha que vai se salvar, está enganado. (Pág. 2)
Merval Pereira

Congresso e TSE juntos
Pode estar sendo inaugurada no país uma maneira civilizada de reduzir a judicialização da política. Parlamentares e ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) com assento no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) estiveram reunidos em Brasília, na casa do presidente do Congresso, Renan Calheiros, para uma troca de ideias sobre temas que dizem respeito aos dois Poderes na reforma política. (Pág. 4)
Míriam Leitão

Carga pesada
O Banco Central prometeu derrubar a inflação de 9% para 4,8%, ou seja, quatro pontos percentuais em apenas um ano, e para isso os juros vão continuar subindo. O maior perigo agora é a reindexação na economia. Esse risco aumentou muito com a aprovação na Câmara dos Deputados da proposta de corrigir todas as aposentadorias pelo aumento do salário mínimo. (Pág. 22)
Editoriais

A ilusória visão lulopetista de que o Planalto tudo pode
É equivocado Lula e seguidores cobrarem alguma proteção nas investigações da Lava-Jato, porque Justiça, MP e PF são do Estado brasileiro, não de governos (Pág. 18)

Esforço fiscal é chave mesmo sem alcançar meta
O ajuste programado para este ano corresponde a quase 2% do PIB, semelhante à meta de 2016, pois o país sairá de déficit para superávit primário nas contas públicas (Pág. 18)

Na Lava-jato: Bilhete de Odebrecht provoca polêmica
Apreendido pela PF, um bilhete enviado pelo presidente da Odebrecht, Marcelo Odebrecht, a seu advogado gerou polêmica entre integrantes da Lava-Jato e a empreiteira. Uma das frases do bilhete, “destruir email sondas” levou a PF a suspeitar da tentativa de ocultar provas. A empresa diz que a polícia quer tumultuar o processo. (Pág. 3)

Alexandrino, o Grande
Preso, Alexandrino Alencar tinha busto de si mesmo na sede da Odebrecht. (Pág. 4)

Apoio oficial: Plano incentiva exportações
O governo lançou programa para incentivar as exportações, elevando para US$ 2,9 bilhões os recursos do BNDES para o setor e ampliando garantias para financiar pequenas empresas exportadoras. (Pág. 23)


O Estado de S. Paulo

Manchete : Câmara dá reajuste do mínimo aos aposentados
Ministro da Previdência diz que decisão coloca ‘em alto risco’ as contas de sua pasta; texto vai agora ao Senado
Em derrota do governo, a Câmara aprovou emenda que vincula a correção dos benefícios da Previdência à política de valorização do salário mínimo. A correção deve levar em conta a inflação dos últimos 12 meses e o crescimento do PIB do País nos dois anos anteriores. Como aposentados e pensionistas que ganham o mínimo já têm benefícios reajustados com base na fórmula, a vinculação beneficiará quem ganha acima desse valor. O ministro Carlos Gabas (Previdência) disse que a decisão coloca “em alto risco” as contas de sua pasta. Pelos cálculos do governo, o impacto da medida em 2015 seria de R$ 4,6 bilhões. O texto ainda vai para o Senado. O líder do governo na Câmara, José Guimarães (PT-CE), afirmou que a presidente Dilma Rousseff deve vetar a emenda. O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), também se disse contrário à indexação, alegando que “não é um bom momento” para essa discussão. (Economia / Pág. B1)

Preso, dono da Odebrecht pede ‘destruição’ de e-mail
A PF informou ao juiz Sérgio Moro que copiou bilhete manuscrito do empresário Marcelo Odebrecht, preso na Operação Lava Jato, no qual está contida a expressão “destruir e-mail sondas”. O bilhete endereçado a advogados foi recolhido segunda-feira por agentes na carceragem da PF em Curitiba, informam Ricardo Brandt, Fausto Macedo e Julia Affonso. O delegado Eduardo Mauat da Silva, integrante da força-tarefa que investiga corrupção na Petrobrás, informou o juiz sobre a “possibilidade de supressão de provas”. Os advogados de defesa alegaram que o verbo destruir se referia a estratégia processual. Em nota, a Odebrecht manifestou “sua indignação sobre o incidente processual que se tentou criar em torno do bilhete”. A PF rastreou ao menos US$ 7 milhões de suposta propina paga pela empreiteira no esquema da Petrobrás. A Odebrecht nega. (Política / Pág. A4)

Foto-legenda : Suspeita de bomba no Planalto
A polícia isolou a Praça dos Três Poderes ontem à tarde e usou um robô para analisar mochilas deixadas próximas ao Planalto. À noite, o Gabinete de Segurança descartou a existência de explosivos nas bolsas. (Política / Pág. A8)

Justiça abre nova ação criminal por cartel de trens
A Justiça acatou denúncia do MP contra seis executivos da Alstom, Temoinsa, Tejofran e MPE acusados de fraudar licitações para reforma de 98 trens do Metrô paulista em 2008 e 2009, durante a gestão José Serra (PSDB). As empresas negam irregularidades. (Política/Pág. A7)

BC eleva previsão de inflação e reduz a do PIB
O Banco Central revisou a projeção para a inflação de 2015 de 7,9% para 9%. A estimativa do PIB passou de recuo de 0,5% para retração de 1,1%, o pior resultado em25 anos. O BC se concentra agora em baixar a inflação em 2016. A previsão é de recuo para 4,8%. (Economia/Pág. B5)

Embalagens de alimentos terão aviso sobre alergia
Alimentos com ingredientes que possam provocar reação alérgica deverão conter informações específicas nos rótulos. Dezessete itens foram listados pela Anvisa, incluindo frutos do mar, castanhas, ovos, trigo, centeio e látex. Os fabricantes terão 12 meses para ajustar as embalagens. (Metrópole/ Pág. A19)

Notas&Informações
A desconfiança impera
Se Lula não confia em Dilma e esta já não confia no criador, por que os brasileiros hão de confiar neles? (Pág. A3)

José Serra
O vício da mediocridade

A característica definidora de um governo ruim é não querer melhorar. O governo ruim se intoxica com a própria mediocridade. Vicia-se nela. (Espaço Aberto/Pág. A2)

Eugênio Bucci
Capitalismo, socialismo e utopia

Lula tem razões para ter saudade da utopia. Os velhos “socialistas utópicos” do século 20 se converteram nos “capitalistas científicos” do século 21 (Espaço Aberto/Pág. A2)

Veríssimo – Ódio
Se é verdade que o PT morreu, uma tarefa para o futuro será descobrir se foi suicídio ou assassinato. De qualquer forma, será uma história triste. (Caderno 2/Pág. C8)


Estado de Minas

Manchete: Cresce a inadimplência nas escolas particulares 
Chega a 50% em algumas unidades de BH o percentual dos que deixaram de pagar mensalidades Com inflação e desemprego em alta e a economia em retração, a aposta dos pais em colégios privados para garantir futuro melhor aos filhos está estourando os orçamentos. De acordo como Sindicato das Escolas Particulares de Minas Gerais (Sinepe/MG), a inadimplência nas unidades de ensino infantil,fundamental e médio, que girava em torno de 5% em 2014, aumenta a cada dia e deve chegar à média de 12%no fim deste ano. Jáhá casos emquemetade dos alunosnão estãopagando.Curiosamente, quanto mais baratas as escolas,maior o calote,pois são as que receberam mais alunos da classe C, boa parte já em transferência de volta para a rede pública. Segundo o sindicato, o risco é que várias instituições feche mas portas, incluindo algumas de ensino superior,no qual a taxa de não pagamento atinge até 40%e pesam as mudanças que restringiram o acesso ao Fies. PÁG 8

A gramática Presidencial
A gramática Ao longo de quatro anos e seis meses de mandato, Dilma coleciona falas inusitadas e desconexas sobre cachorros ocultos, a galáxia e até o ET de Varginha. Em seu último discurso, na abertura dos Jogos Mundiais Indígenas, frases (D) provocaram risos na plateia. Pág4 prefeitura de Itanhaem/divulgação Eduardo Nicolau/estadão conteúdo prf GO/divulgação

Então, aqui, hoje, eu estou saudando a mandioca. Acho uma das maiores conquistas do Brasil.’’
‘‘Então, para mim, essa bola é um símbolo da nossa evolução. Quando nós criamos uma bola dessas, nós nos transformamos em Homo sapiens ou ‘mulheres sapiens’. ’’

LAVA-JATO Ordem para apagar e-mail complica preso
A Polícia Federal interceptou na carceragem do Paraná um bilhete escrito pelo presidente da construtora Odebrecht,Marcelo Odebrecht, preso na sexta-feira, com a frase “destruir e-mail sondas”. Para a PF, que tem como principal prova contra o executivo e-mail enviado a ele em 2011 com indícios de sobrepreço em sondas do pré- sal, a orientação é uma tentativa de destruir evidências. PÁG 3

Risco de alergia à vista no rótulo
Por determinação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), as embalagens de alimentos e bebidas serão obrigadas a informar a presença de ingredientes que possam causar reações alérgicas, como crustáceos e até látex natural. Indústrias terão um ano para cumprir a regra. PÁG 18

ALERTA PARA O USO DO CINTO, SEMPRE
O acidente que matou Cristiano Araújo e a namorada alerta para o risco de não usar o cinto, mesmo para quem está no banco de trás. Por dia, são aplicadas 10 multas nas BRs de Minas, por passageiros sem o equipamento. Nas ruas de BH, são cinco autuações diárias. PÁG13 e ED, na 6
Acidente cala voz sertaneja O cantor, de 29 anos, e Allana Coelho Moraes, de 19, serão enterrados hoje, às 11h, em Goiânia. Eles voltavam de Itumbiara, onde ele tinha feito show, a 200 quilômetros da capital, quando o Range Rover em que viajavam saiu da pista e capotou. Também estavam no carro o motorista do cantor, Ronaldo Miranda, e o empresário Vitor Leonardo, que tiveram ferimentos leves. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, os indícios são de que o casal estava sem cinto de segurança e foi arremessado, ao contrário dos dois homens que iam na frente. PÁG5

Preços em alta Banco Central projeta inflação de 9% este ano pág 9

Crise financeira Minas quer pagar salários com depósitos judiciários pág 2

Polêmica no Jardim de Infância
Foto publicada em rede social de escola particular do Bairro São Bento com crianças pintadas de preto em atividade pedagógica sobre diferenças raciais provocou críticas na internet.A repercussão negativa obrigou a instituição a retirar a imagem do Facebook. Pais de alguns alunos, porém, disseram que não houve preconceito e defenderam a iniciativa. PÁG14

INSS câmara atrela correção de benefícios à do mínimo
Em nova derrota do governo, deputados aprovam emenda que vincula reajuste de aposentadorias superiores a um salário mínimo e demais benefícios da Previdência à política de valorização do piso salarial. Proposta ainda tem de passar pelo Senado. PÁG 10


Gazeta do Povo

SEGURANÇA PÚBLICA
Manchete: Assaltos aumentam em mais da metade dos bairros de Curitiba
Apesar de o número absoluto de roubos ter aumentado apenas 3% em Curitiba no primeiro trimestre deste ano, alguns bairros – como Juvevê, Santa Cândida, Bacacheri e Fazendinha – viram o índice explodir. O número de assaltos à mão armada avançou em 40 localidades da cidade (53,5% do total). O mapa divulgado pela Secretaria de Estado da Segurança Pública revela que os aumentos se concentraram nas regiões Norte e Sul, mas também atingiram áreas consideradas nobres, como o Centro Cívico. Para especialistas, um entrave às respostas do Estado aos casos é que os assaltos estão se multiplicando em um volume muito maior que a capacidade da polícia em investigá-los.
DIA NACIONAL DA ARAUCÁRIA
Plantando a árvore símbolo do Paraná
No Dia Nacional da Araucária, a Universidade Federal do Paraná (UFPR) distribuiu 2.300 mudas da planta. Um total de 350 pessoas adquiriu as mudas, e também foram distribuídas sementes para plantar em casa. A data foi instituída em 2005.
CUIDADO
Cuidados especiais no frio
Os animais que moram nas dependências do Zoológico de Curitiba e também no Passeio Público estão recebendo atendimento “vip” com a chegada do inverno.
MEDIDA PROVISÓRIA
Câmara vincula aposentadorias ao reajuste do salário mínimo
A Câmara aprovou ontem projeto que garante a todos os aposentados e pensionistas o índice de reajuste do salário mínimo. Segundo o Planalto, a mudança aumentaria em R$ 9,2 bilhões os gastos com despesas previdenciárias só neste ano. A proposta segue para o Senado.
LEGISLATIVO
Cresce pressão na Assembleia por mais verbas para os deputados
Cada um dos 54 deputados estaduais tem à disposição R$ 78,5 mil mensais para contratar funcionários e uma verba de R$ 31,4 mil para despesas de gabinete. Como essas verbas estão sem reajuste há três anos, muitos parlamentares defendem aumento nos repasses.
CADERNO G
Improviso para fazer rir
Grupo Antropofocus estreia peça em que usa a linguagem da improvisação a partir de relatos da plateia
EMPREENDER
Taxa tributária para pequenos
Empresários apostam na revisão do Simples Nacional para ter condições de investir.


Zero Hora

Manchete : Mau tempo na economia
Efeito da tempestade nos preços, na atividade produtiva e no trabalho afeta brasileiros, e BC reconhece horizonte pior do que o esperado (Notícias | 6 e 7)

Câmara estende reajuste do salário mínimo a todos os aposentados
Governo não conseguiu barrar decisão de deputados. Proposta ainda precisa passar pelo Senado e pode ser vetada por Dilma (Notícias | 10)

Duas versões para um mesmo bilhete
PF vê orientação para destruir prova na Odebrecht. Defesa alega estratégia para rebater acusação ( Notícias | 14)


Brasil Econômico

Manchete : Conteúdo nacional emperra gasoduto privado no pré-sal
O projeto desenvolvido pela Cosan e sócias da Petrobras depende de alteração nas regras de construção de dutos para escoamento da produção de petróleo e gás. A mudança já foi aprovada na diretoria da ANP, mas parou na procuradoria-geral da Agência por impactar no cumprimento dos índices de conteúdo local exigidos pelo governo. As empresas querem vender o gás diretamente a distribuidoras, sem intermediação da estatal. (Págs. 10 e 11)

Inflação – Relatório do BC reforça aperto maior
O tom mais duro do que o esperado do Relatório Trimestral de Inflação consolidou as apostas de que a Selic deve subir mais até o fim do ano. Economistas do setor financeiro reconhecem o efeito nefasto do aperto na economia, mas consideram um mal necessário. (Págs. 20 e 21)

Mudança estratégica na Comunicação
Nelson Breve voltará ao cargo de Secretário de Imprensa, que ocupou durante o segundo mandato do ex-presidente Lula, quando Franklin Martins era ministro Comunicação Social (Pág. 3)

Acordos bilaterais na mira
Essa é a tônica do Plano Nacional de Exportações lançado ontem, que deve mudar a pauta do comércio externo (Pág. 5)

Indústria de bens de capital encolhe 4,9% no ano, até maio
Setor faturou R$ 36,5 bilhões e registrou receita de US$ 3,2 bilhões com as exportações em queda de 20,2% (Pág. 8)

Olhar do Planalto – JOSÉ NEGREIROS
METADE DA REFORMA PASSA NO SENADO
O Senado deverá implicar com quatro pontos da reforma política que virá da Câmara: reeleição, que o PSDB e o PT querem manter, derrubando o fim do mecanismo aprovado pelos deputados; voto obrigatório, que os senadores querem implantar; financiamento misto de campanha, ao qual seria acrescentado rigoroso teto de despesas; e cláusula de desempenho, que a Câmara afrouxou, mas precisa de aperto. Nos demais – sistema proporcional, idade mínima, janela para mudança de partido e coligação – há larga margem de coincidência de opiniões. (…) (Pág. 2)

Ponto de Vista – CARLOS THADEU DE FREITAS
AS DÍVIDAS E OS RISCOS DA RECESSÃO
Na semana passada, o Banco Central do Brasil divulgou sua estimativa para o nível de endividamento das famílias brasileiras para o mês de abril. Mesmo que diversos indicadores sugiram uma retração no consumo, o endividamento das famílias no Sistema Financeiro Nacional alcançou seu patamar mais alto desde o início da série, em janeiro de 2015, correspondendo a 46,3% da renda anual estimada. Já o comprometimento mensal da renda das famílias com o pagamento do serviço dessas dívidas ficou estável no primeiro quadrimestre do ano, aumentando, porém, em relação ao mesmo período do ano passado. (Pág. 7)
O mercado como ele é…

LUIZ SÉRGIO GUIMARÃES – BC SE ELEGE SALVADOR DO BRASIL
Criticado tanto pelos analistas do mercado financeiro quanto pelas lideranças petistas, o Banco Central não se intimida. O Relatório de Inflação (RI) referente ao segundo trimestre redobra a aposta na continuidade do ciclo de aperto monetário. O seu discurso severamente monetarista foi reafirmado em todas as análises técnicas e em suas crenças e certezas. O RI desenha dois mundos. O de 2015 é sombrio, ano de recessão e superinflação. O de 2016 é o da redenção: volta do crescimento e inflação na meta. (…) (Pág. 22)

Ponto Final – OCTÁVIO COSTA
REZA FORTE CONTRA A RESSACA
Numa entrevista especialmente inspirada, em que encontrou espaço para citar Machado de Assis e Cecília Meireles, o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, afirmou que a economia brasileira está vivendo uma espécie de ressaca. O Brasil, explicou, enfrenta a força das águas de que o escritor falava (em “Dom Casmurro” sobre o olhar de Capitu) e “isso tem afetado as decisões das empresas, as perspectivas para o futuro e a confiança na economia”. (…) (Pág. 32)


Folha de S. Paulo

Manchete : Deputados estendem reajuste do mínimo a todos os aposentados
Texto ainda passará pelo Senado; se aplicada em 201 5, medida elevaria em R$ 9 bilhões gastos da Previdência
Em um momento em que enfrenta dificuldades para reequilibrar suas contas públicas, o governo Dilma sofreu nova derrota na Câmara que pode aumentar os gastos da Previdência. Apesar dos apelos do Palácio do Planalto, os deputados aprovaram por 206 a 179 votos a extensão para todos os aposentados e pensionistas da regra de reajuste do salário mínimo. (…) O texto seguirá para o Senado. Caso aprovado, Dilma deverá vetá-lo. O PMDB ajudou na derrota (12 dos 53 deputados foram a favor). No PT, só 2 dos 51 traíram o Planalto. O PSDB votou em peso pela mudança. (Mercado a17)

Bilhete de Odebrecht abre rixa com PF
A divulgação de um bilhete de Marcelo Odebrecht, da construtora Odebrecht, no qual aparece a expressão “destruir e-mail sondas”, abriu um conflito entre a empreiteira e a Polícia Federal. A menção ao texto, usado na Lava J ato como prova de que o empreiteiro sabia do esquema de corrupção na Petrobras, foi escrita na cela da PF em Curitiba para ser entregue a advogados. Para investigadores, o bilhete foi interceptado porque sugere intenção de ocultar provas. A defesa afirma que o verbo “destruir” foi usado no sentido de desconstruir a acusação. (Poder a4)

Foto-legenda : Linguagem gestual
Dilma Rousseff gesticula no lançamento do Plano Nacional de Exportações, em Brasília; em 2018, o exportador voltará a ter 3% do Reintegra (Mercado a22)

Mantega culpa ex-secretário do Tesouro por ‘pedaladas’
Um dos alvos do julgamento das “pedaladas” fiscais no TCU, o ex-ministro Guido Mantega transferiu para Arno Augustin, seu ex-braço direito na Fazenda, a responsabilidade pelo atraso no repasse aos bancos. Segundo Mantega, a atribuição de liberar os recursos do governo par a o BNDES e o Banco do Brasil era do ex-secretário do Tesouro. Procurado, Arno não foi localizado. (Mercado a19)

Parlamentares fazem emendas elaboradas por grupos privados
Empresas privadas e entidades ligadas à indústria redigiram emendas apresentadas por deputados para beneficiar setores em projeto que revê as desonerações, relatam Bruno Boghossian e Paulo Gama, do Painel. Jerônimo Goergen (PPRS), cujo texto defende a indústria de máquinas e equipamentos, diz que não ver problema em representar setores da sociedade. (Poder a4)

Cubano do Mais Médicos obtém aval para casar com brasileira
Após processo judicial que durou nove meses, o médico cubano Adrian Estrada Barber soube que poderá se casar com uma brasileira, quase um ano depois do pedido de casamento. Adrian, 28, veio ao Brasil para o Mais Médicos. A Justiça relutava em aprovar a união porque o contrato entre Cuba e seus profissionais prevê comunicação prévia ao país de todo relacionamento amoroso. (Cotidiano B6)

Estados retiram de plano de educação ‘ideologia de gênero’
Com apoio de igrejas, deputados de ao menos oi to Estados retiraram dos Planos de Educação menções a metas de combate à discriminação de orientação sexual ou identidade de gênero. Para religiosos, a medida evita destruir o modelo tradicional de família. (Cotidiano B6)

Patrimônio de Del Nero dispara após ida à CBF
Desde que chegou à CBF, em 2012, o atual presidente da entidade, Marco Polo Del Nero, teve evolução patrimonial imobiliária de ao menos 175%, informam Fabiano Maisonnave e Tiago Ribas. Ele adquiriu dois imóveis de luxo no Rio e um em São Paulo, com gastos de R$ 5, 7 milhões em documentos de cartório. Procurado, disse estar com a situação regular na Receita Federal. (esporte B8)

Monica B. de Bolle
Dilma deveria falar pouco e ouvir muito na viagem aos EUA
Dilma vem a Washington. Empresas norte-americanas estão ávidas por passar à presidente algumas das dificuldades que enfrentam para manter-se no Brasil. Na pauta dos empresários também está o recado sobre o quão importante é a abertura comercial. Que fale pouco e ouça muito durante a sua breve passagem. (Mercado a23)

Editoriais
Leia “Paradoxo do prisioneiro”, sobre dados acerca da população carcerária, e “Infraero estacionada”, a respeito de problemas em Congonhas. (Opinião A2)


Edição: Equipe Fenatracoop, 25 de Junho de 2015 ás 08:35

Compartilhe nossa Matéria