Duas irmãs adolescentes, de 12 e 14 anos, de classe alta e moradoras na Zona 2 em Maringá, colocaram sonífero no suco dos pais por que eles não as deixaram ir à uma balada.
Pois é, o pai esteve no Conselho Tutelar, e confirmou o fato e disse estar chocado, decepcionado e magoado com as próprias filhas.
O conselheiro tutelar Vandré Fernando relatou que o pai chorou muito e afirmou não acreditar que quase mataram a sua esposa. A Mãe, que faz uso de vários medicamentos, teve problemas de saúde por reações do sonífero com outros medicamentos e foi parar no hospital, mas já se recuperou. 
Ele contou que as filhas pediram para irem a uma festa de amigos numa chácara no sábado (26/04), em princípio ele havia deixado por que ele sempre levou e as buscou e nunca viu nada de errado, até que alguns amigos do clube lhe contaram o que acontecia naquelas festas; onde rolava bebidas, drogas e sexo.
O pai investigou mais afundo e confirmou tudo, e claro não aceita que as filhas frequentem esse tipo de festa, um dos amigos ainda disse que entre os homens chamam essas festas  de “churrascate”. 
O pai contou a esposa e avisou as filhas que elas não iriam mais pelos motivos os quais ele teve conhecimento. 
No dia da festa, as filhas fizeram o jantar, serviram a mesa e colocaram o sonífero no suco. Foram para o tal churrascate, perdão, para a festa e voltaram no outro dia por volta das 13h, justamente quando os pais estavam saindo para o hospital.
Os pais dormiram até quase às 13h, mas como a mãe passou muito mal, tiveram que ir as pressas ao médico. A filha de 14 anos, com medo dos problemas de saúde da mãe, contou sobre o sonífero ao médico. 
As adolescentes irão receber penalidades e responderão pelo que fizeram aos pais na Justiça. Os homens também responderão judicialmente por estarem em “festas” com as adolescentes, podendo até dar cadeia, complementa o conselheiro que afirmou que alguns são até casados.

Fonte: maringamanchete.com.br

Portal Cambé, site de informações e serviços de Cambé – PR.

Responda

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.