Ministério Público vai apurar nomeações de Barbosa

148

O Ministério Público em Londrina abriu um processo investigatório para apurar as nomeações feitas pelo prefeito Barbosa Neto (PDT). O objetivo do MP, de acordo com o promotor Renato de Lima Castro, é verificar se está havendo desvio de função nas indicações.

A ação, conforme o promotor em entrevista à rádio Paiquerê AM, será para apurar denúncias feitas pelo jornal Folha de Londrina de que funcionários do Instituto de Desenvolvimento de Londrina (Codel) e da Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU) foram cedidos para a administração direta. Ao todo, segundo reportagem da Folha de Londrina, a CMTU tem 37 funcionários indicados para funções de confiança, incluindo pessoas que passaram por concurso público. Já na Codel, dos nove cargos comissionados, quatro estão cedidos.

“O Ministério Público precisa verificar se essas nomeações são ou não compatíveis com o regime jurídico da administração pública”, declarou.

As duas nomeações mais recentes são das mulheres do secretário de Defesa Social, Jefferson Dias Chaves, e do presidente da CMTU, André Nadai. Doraci Chaves ganhou um cargo comissionado na Codel, mas trabalha no gabinete do prefeito. E Cristiane Hasegawa foi nomeada para um cargo também na Codel, embora na prática esteja trabalhando na secretaria de Gestão Pública.

“É certo que ao se nomear pessoas para exercerem um cargo na Codel, essas pessoas devem desempenhar suas respectivas funções na Codel. Portanto, teve-se notícia de que elas iriam desempenhar na administração direta, em função dessas notícias, para verificar se elas são verdadeiras ou não, o Ministério Público está fazendo algumas requisições”, explicou Renato de Lima Castro.

Se forem constatadas irregularidades, o processo devereá render uma ação judicial. (com informações da rádio Paiquerê AM)



Portal Cambé, site de informações e serviços de Cambé – PR.


2 thoughts on “Ministério Público vai apurar nomeações de Barbosa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *