Moradores e ambientalistas protestam

89

Da Folha de Londrina:

Ambientalistas e moradores da região da Mata dos Godoy (zona sul) aproveitaram a entrevista coletiva marcada para as 16h30 no auditório da Infraero para manifestar-se contra o projeto. Eles foram ao aeroporto com faixas de protestos.

Em panfleto escrito em português e inglês, alertaram para o que consideram uma “armadilha”. O material ressalta que, na área, é captada a água que abastece Londrina, Cambé e Arapongas, nos rios Cafezal, Apertados e Tibagi. E que o parque representa a maior cobertura florestal de Mata Atlântica da região, abrigando também espécies animais em extinção.

Segundo o documento, existem alternativas para a implantação do Arco Norte na região.

A bióloga da Universidade Estadual de Londrina (UEL) Alba Lúcia Cavalheiro era uma das manifestantes. Segundo ela, a construção do aeroporto no local é ambientalmente inadequada e ilegal. “Não é possível querer instalar um empreendimento como esse em cima do manancial que abastece toda a população”, afirma.

Maria Helena Godoy Tenório, proprietária da área que abriga a maior parte do projeto (Fazenda Santa Helena), também foi ao aeroporto e se disse indignada com o sobrevoo dos dois helicópteros, que levavam os representantes da USTDA, sobre sua casa. “Parecia que queriam nos afrontar. Fizeram muito barulho, jogaram luzes”, reclamou. Ela presidente a Associação dos Amigos da Mata do Godoy.

Filha de pioneiro, Gislaine Cruz Siqueira Filho afirmou que, além do ambiental, o Arco Norte trará prejuízo social. “São mais de cem famílias de pioneiros que serão retiradas de lá.” (N.B.)



Portal Cambé, site de informações e serviços de Cambé – PR.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *