A noite de segunda-feira, dia 10 de dezembro, ficará na lembrança de muitas crianças que acompanhadas de seus pais estiveram na Praça Getúlio Vargas, em Cambé. Ali a magia tomou conta de centenas de pequenos e grandes cambeenses.
Para estes últimos, o imaginário próprio do ser humano permitiu o resgate de acontecimentos distantes no tempo. E mesmo aqueles calejados pelas atribuições da vida se renderam ao encanto do Natal.
Luzes destacaram decorações apropriadas para a época. Confeccionados com materiais recicláveis, bonecos de Papai Noel e velas gigantes acenderam corações. Nas alturas, imensas bolas coloridas, também feitas de recicláveis, desceram das árvores anunciando um tempo de paz, fraternidade, solidariedade, amor, compreensão e esperanças.
Entre pipocas, picolés e brinquedos oferecidos por ambulantes, os pequenos assumiam, inconscientes de tanta pureza, o que estaria por vir na praça que jorra água de cores diferentes durante as noites quentes do verão que está chegando. Como é que fazem para a água ficar azul, rosa ou verde?
Pergunta que, se não foi feita, passou pela cabeça de alguma criança. No momento, porém, a expectativa era outra. O Natal está chegando, diria uma garotinha. A irmãzinha, com pouco mais idade, corrigiria: quem está chegando é o Papai Noel e é ele quem traz o Natal para Cambé.
Esse suposto diálogo jamais teria tom de conflito de idéias. Para os pequenos, Natal é tempo de Papai Noel e Papai Noel é o herói do Natal. De roupas vermelhas, barbas brancas e no rosto a singela expressão da bondade, o velhinho era o motivo da paciente espera das crianças que lotaram a Praça Getúlio Vargas e praticamente todos os espaços de pedestres da Avenida Inglaterra, por onde a comitiva trazendo Noel viria.
Crianças! Nos braços das mães ou pais, puxado pelas mãos pelos adultos ou no carrinho de bebê. Crianças! Carregando o recém-nascido nos braços, puxando os filhos pelas mãos, empurrando carrinhos de bebê. Alguns deles, nostálgicos, comentaria, se encontrasse alguém disposto a ouvi-los, que o Natal não tem idade. É um acontecimento para crianças de poucos dias a cento e poucos anos de vida.
Trazido em veículos da empresa Coca Cola, com a participação de outras entidades, o Papai Noel de Cambé foi recebido na Praça Getúlio Vargas com Natal chega a Cambé com a vinda do Papai Noeleuforia. Mais do que chamar a atenção com a sua gargalhada típica, o semblante de um homem disposto a oferecer alegria e esperanças se destacou atrás dos óculos de aro metálico, em um rosto emoldurado pela barba postiça e o gorro vermelho.
No Palco, dando as boas vindas ao Papai Noel e cantando canções natalinas maravilhosas, estava o Coral da APMI.
Do palco armado na praça, Papai Noel seguiu para a sua casa, ao lado da fonte luminosa, onde até às vésperas do Natal, todas as noites, conversará com crianças de todas as idades levando a sua mensagem de compreensão entre os humanos. Nesse período o comércio funcionará durante a semana até às 22 horas.
A programação do Natal do Município é organizada pela Prefeitura de Cambé, Fundação Cultural e Artística de Cambé (Funcac), Associação Comercial e Empresarial de Cambé (Acic) e Associação de Proteção à Maternidade e à Infância (APMI).

 

Portal Cambé, site de informações e serviços de Cambé – PR.

Responda

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.