Nove pessoas já contraíram gripe Influenza em Cambé
Postado por: Equipe Portal Cambé Em 15th abril 2016
influenzaNo último Boletim Epidemiológico semanal, veiculado dia 11 de abril, pela Secretaria Municipal de Saúde foi noticiado que nove pessoas contraíram a gripe Influenza em Cambé, nos últimos meses. De acordo com a Vigilância Epidemiológica da cidade, quatro pessoas contraíram o vírus H1N1 e cinco pessoas contraíram o vírus H3. Estes dados foram comprovados por meio de exame laboratorial e mostra a presença maciça de dois diferentes tipos de Influenza no município, o que faz com que seja de extrema necessidade a prevenção.
Segundo a Organização Mundial de Saúde é preciso que as pessoas se previnam contra a gripe Influenza, para que ela não se espalhe de forma incontrolável. A OMS indica que as pessoas evitem compartilhar alimentos, que lavem as mãos com água e sabão sempre que possível, que evite locais com aglomeração de pessoas e também evite estar perto de pessoas tossindo, já que os vírus são transmitidos facilmente por aerossóis produzidos por pessoas infectadas ao tossir ou espirrar.
ori_85b72e772204ed70c340dedac7419a58Ainda segundo a Secretaria Municipal de Saúde, a intervenção mais importante para “barrar” a Influenza é a vacinação e a vacina estará disponível gratuitamente em Cambé, a partir do dia 25 de abril, para os seguintes grupos: crianças de 6 meses a menores de 5 anos, gestantes; puérperas; profissionais de saúde, povos indígenas, indivíduos com 60 anos ou mais de idade, população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional, pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e pessoas portadoras de outras condições clínicas especiais consideradas crônicas, tais como respiratória, cardíaca, renal, hepática, neurológica, diabetes, imunossupressão, obesos, transplantados e portadores de trissomias.
Segundo a Saúde Pública, ao passar por sintomas como tosse, espirros, coriza e febre acima de 38 graus o ideal é que a pessoa deve procurar a UBS mais próxima para que, caso necessário, sejam colhidos exames e seus dados sejam enviados para análise. De acordo com os profissionais de saúde, a administração da medicação sendo feita nas primeiras 48 horas, as chances de eficácia do medicamento são maiores.

 

Compartilhe nossa Matéria