pr445_1(1)Após um ano do Governo do Estado autorizar o início das obras, a duplicação da PR-445 nos trechos entre Londrina e Cambé já estão próximos da metade do serviço. No último balanço divulgado pelo Departamento de Estradas e Rodagens do Paraná (DER-PR) no início de setembro, cerca de 40% das obras já estavam concluídas. Estão sendo duplicados 17 quilômetros da PR-445 no trecho de ligação entre Londrina e Cambé, e mais 5,5 quilômetros no trecho Warta-Cambé. O projeto prevê a construção de 11 viadutos e trincheiras, além de seis passarelas.
A duplicação do trecho de 17 quilômetros entre Londrina e Cambé está sendo realizada pelo Governo do Estado com investimento de R$ 95 milhões. Somente na extensão da PR-445 dentro de Cambé serão construídas duas trincheiras, um viaduto e três passarelas. De acordo com o DER-PR, os viadutos vão solucionar o problema viário do entroncamento da cidade, facilitando a ligação bairro-centro. Viadutos e trincheiras têm a mesma finalidade, só mudam a maneira de ser construídos. São para separar o trânsito da rodovia, da trafegabilidade local. E as passarelas permitem a passagem dos pedestres. As passarelas serão as últimas obras a serem executadas na duplicação. A previsão de término da duplicação desse trecho é em outubro de Obras da duplicação da PR-445 avançam dentro de Cambé2014.
No trecho entre Cambé e Warta serão duplicados 5,5 quilômetros a partir do cruzamento da BR-369 até próximo a entrada da Sandoz. Além da duplicação das pistas, serão feitas duas pistas marginas e dois viadutos, um no cruzamento com a BR 369, e outro no acesso ao Jardim Ana Rosa, em Cambé. A responsabilidade da duplicação é da concessionária Econorte que administra 341 quilômetros de rodovias estaduais e três praças de pedágio.
Neste trecho 80% da terraplenagem e da drenagem já está feito, que fazem parte da base das vias. E já começaram as obras dos dois viadutos, cerca de 10% de serviço executado. A estimativa é que as obras terminem entre julho e outubro de 2014.

Portal Cambé, site de informações e serviços de Cambé – PR.

4 Comentários

  1. 110 cento e deis milhões para construir essa duplicação é muito dinheiro é um verdadeiro absurdo, é mais ou menos como o viaduto trincheira em Cambé o custo foi 3.8 milhões, quando 2 milhões faria tranquilo! ABSURDO.

  2. uma obra necessária mas com execução mal planejada, vários pontos o pedestre foi simplesmente ignorado, no trecho entre Parque Manella 2 e trevo o pedestre disputa entre carros, motos e caminhões uma brecha para poder atravessar marginal e rodovia, será preciso um acidente grave para verem a situação, pois acidentes acontecem diariamente entre os automóveis, o que falta, atropelamento e morte de um pedestre? É vergonhoso saber que o executivo disse que cuidaria pessoalmente do trecho em questão e de repente amnésia.

Responda

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.