Durante a Operação Independência, com o feriado prolongado os Policiais Militares da 2ª Companhia de Polícia Militar Ambiental realizaram entre os dias 06 a 10 de Setembro de 2012, vários trabalhos de intensificação da fiscalização na área operacional da companhia.
Com isto acabaram localizando diversas irregularidades e ainda afugentando uma grande quantidade de pessoas que destroem o meio ambiente, prevenindo crimes pela presença física nos locais aonde ocorrem as pratica irregulares, e assim o individuo que promove o crime ambiental ao perceber e ter conhecimento da presença policial, não cometeu a pratica contra o meio ambiente.
Alem destes fatos foram patrulhados cerca de 1000 km de rios e lagos, e ainda cerca de 2000 km de estradas rurais garantindo segurança não somente para os ribeirinhos, mas t6ambém aos produtores que conhecem a importância do trabalho de patrulha rural comunitária ambiental.
Foram fiscalizados principalmente pescadores que utilizam métodos ilegais e predatórios de pesca, os policiais apreenderam diversos materiais utilizados para este crime ambiental, prática de pesca predatória.
Ao todo foram localizados e apreendidos:

Quantidade
Produto apreendido
2.300 mts
Metros de rede de pesca predatória de vários tamanhos de malha;
04 (Quatro)
Tarrafas;
36
Varas de pesca
06
molinetes
01
carretilha
01
Peneira;
01
Covo;
1600 metros
Espinhel de diversos tamanhos de anzol e linhas
35
Bóias loucas, espinhel com iscas e anzóis amarrados a material flutuante que é solto em parte alta do rio e apanhado depois de percorrer alguns kilômetros de correnteza.

Foram fiscalizados principalmente pescadores que utilizam métodos ilegais e predatórios de pesca, foram presos 04 (quatro) homens por pesca predatoria, vistoriados 219 (duzentos e dezenove) veículos, abordados 65 (sessenta e cinco) embarcações e ainda foram abordadas 735 (setecentos e trinta e cinco) pessoas.

Trata-se apenas do início de uma série de trabalhos de proteção ao meio ambiente na região, lembrando a todos que o Batalhão de Polícia Militar Ambiental vêm realizando intenso esforço em todo o Estado no sentido de reprimir a pesca e a caça ilegal, porém as ações se tornam mais eficazes quando a sociedade participa, como nesse caso, denunciando quem pratica, bem como os pontos dos rios onde mais ocorrem estes crimes ambientais. Para tanto há disponível o telefone 0800 643 03 04. A ligação é gratuita e pode ser feita a qualquer hora.

Portal Cambé, site de informações e serviços de Cambé – PR.

Responda

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.