Nesta Quinta feira dia 10 de Outubro de 2013, Policiais Militares da Segunda Companhia de Polícia Militar Ambiental, pertencentes ao pelotão de Londrina, realizaram uma operação nos rios Tibagi, Congonhas e Cerne, atuando principalmente nas cidades de Sertanópolis, Sertaneja e Jataizinho, localizando ao todo mais de 500 (quinhentos) metros de rede, além de um espinhel de 50 (cinqüenta) metros e 12 anzóis de galho.

Na cidade de Sertanópolis dentro do leito do rio do cerne foram localizados 110 metros de rede de pesca predatória de tamanhão irregular e instaladas em desconformidade com a legislação, 12 anzóis de galho e ainda uma peneira utilizada para a captura de espécimes menores que o tamanho permitido, e que o local da apreensão é  proibida a prática de pesca por ser desembocadura de rio, e que somente a uma distancia mínima de 500 metros do local da apreensão poderia ocorrer a pesca com redes.

Já na cidade de Jataizinho, no leito do rio Tibagi, os policiais localizaram 180 metros de rede e um espinhel com aproximadamente 50 metros de comprimento, no local da apreensão existe uma lagoa marginal onde é proibida a pesca por caracterizar área de reprodução de espécimes, normalmente funcionando como berçário natural para a reprodução de peixes.

Em Sertaneja, no leito do Rio Congonhas, foram encontrados aproximadamente 215 (duzentos e quinze) metros de rede para a pesca sem qualquer tipo de identificação o que caracteriza como pesca predatória por serem redes instaladas por pescadores não autorizados para esta pratica, contrariando as normas de pesca profissional e assim o material de pesca foi apreendido.

Durante estas ações foram abordados mais de cem pessoas nas atividades de fiscalização, alem de diversos veículos e embarcações, sendo que as equipes policiais continuam as atividades com objetivo de identificar e penalizar os infratores que cometeram estes crimes ambientais.

As ações de policiamento ambiental defendem o meio ambiente e as operações aquáticas continuarão  e serão intensificadas ainda mais pela aproximação do período da piracema, destinada ao defeso com a proibição da pesca profissional de peixes nativos da região para a proteção de sua reprodução.

É ordem direta do governador Beto Richa e de nosso comandante do BPMA, Senhor Tenente Coronel Chehade Elias Geha que as ações de proteção ambiental sejam intensificadas, e o meio ambiente seja protegido para as gerações futuras.

Relembrando a todo cidadão ser um defensor da natureza e ajudar no combate aos crimes ambientais, é construir um mundo melhor, então participe você também denunciando a qualquer hora os crimes ambientais através do telefone (43) 3341-7733, em Londrina e região.

Portal Cambé, site de informações e serviços de Cambé – PR.

Responda

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.