O prefeito de Cambé, João Pavinato (PSDB) está preocupado com o que pode acontecer no futuro com o Fundo de Participação dos Municípios (FPM).
 
É que o calculo para receber o dindim do FPM é feito com base no número de habitantes de cada cidade. A preocupação de Pavinato é que a cidade está sofrendo um imenso esvaziamento populacional.
 
Não é para menos. Já se perdeu a conta de quantos cambeenses o secretário Chefe da Casa Civil, Durval Amaral (DEM) nomeou no governo do Estado.
 
O último – mas com certeza não o último – foi Mário Vander, ex- diretor da Companhia de Desenvolvimento de Cambé.
Crédito:
http://londrina.odiario.com/blogs/pacocacomcebola/2011/03/17/cambe-sendo-esvaziada/

Portal Cambé, site de informações e serviços de Cambé – PR.

3 Comentários

  1. Pô pessoal, vamos com calma. Vamos separar o joio do trigo.O engenheiro Mario Vander é um cara íntegro e funcionário público a muitos anos sem qualquer mácula (ao menos não sei).
    Agora, que os competentes nomeados possam contribuir com Cambé. Quantos aos incompetentes e oportunistas que fiquem longe da cidade assim nos farão menos mal.

Responda

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.