P4107004Neste sábado, dia 27 de janeiro de 2013, por volta das 15 horas, a equipe da Polícia Militar Ambiental do pelotão de Londrina, recebeu denuncia anônima de que na cidade de Ibiporã, em uma residência na Rua Francisco Loures Salinet, centro, varias aves silvestres estariam aprisionadas irregularmente em gaiolas.

Os policiais deslocaram-se a casa indicada e lá localizaram um total de onze pássaros silvestres em cativeiro, e nenhum deles tinha a devida documentação para ser mantido em cativeiro, alguns pássaros estavam com sinais de stress por estarem aprisionado e ainda forma encontradas varias armadilhas para captura de aves, o que leva a acreditar que os animais tenham sido apanhados há pouco tempo.

As aves foram apreendidas e encaminhadas para a sede da 2ª Companhia de Policia Militar Ambiental aonde serão verificadas por medico veterinário, e se não estiverem domesticadas serão liberadas para soltura imediatamente, caso contrario serão encaminhadas para um Centro de atendimento a animais silvestres ara sua reabilitação.

Entre os pássaros irregulares haviam sete trinca ferro, um canário da terra, um pássaro preto e duas coleirinhas, apesar de identificado o criador responsável não foi localizado, nem mesmo foi apresentada alguma documentação exigida para considera-lo como criador amador, assim as aves estavam em cativeiro sem a devida legalização e autorização do órgão federal responsável, IBAMA.

Dentro da residência foi localizada uma arma de fogo, sem nenhum registro ou documento de comprovação de legalidade, sendo uma espingarda cartucheira de calibre 32, sem marca, arma comumente utilizada para caça de animais silvestres, e por não ter legalidade comprovada a arma de fogo também foi apreendida e encaminhada para a delegacia de polícia civil da cidade de Ibiporã.

O proprietário, um homem de 45 anos de idade foi autuado vai responder pela posse irregular de animais silvestres, as aves possuem sinais de domesticação e serão encaminhados para receberem cuidados veterinários ou de biólogo, e depois serão encaminhados um CETAS, ou outro local compatível para receberem os cuidados necessários e depois serem readaptadas para a vida silvestre.

Agradecemos as diversas denuncias recebidas e solicitamos que a comunidade continue denunciando os crimes para que a Polícia Militar Ambiental possa fazer as devidas apreensões e posterior soltura.

É ordem direta do governador Beto Richa e de nosso comandante do BPMA, Sr. Tenente Coronel Chehade Elias Geha que as ações de proteção ambiental sejam intensificadas, e o meio ambiente seja protegido para as gerações futuras.

Relembrando toda a sociedade, que todo cidadão pode ser um defensor da natureza e ajudar no combate aos crimes ambientais denunciando a qualquer hora, em todo o estado do Paraná os crimes ambientais através do telefone (43) 3341-7733, em Londrina e região.

Portal Cambé, site de informações e serviços de Cambé – PR.

Responda

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.