POLÍCIA MILITAR AMBIENTAL APREENDE ENCOMENDA COM DOIS PEIXES ENVIADOS PELOS CORREIOS EM LONDRINA.

60

peixeNesta terça feira, dia 12 de março de 2013, por volta das 16hs policiais militares da Segunda Companhia de Polícia Militar Ambiental, foram acionados no centro de distribuição de encomendas dos Correios na cidade de Londrina, depois de inspeção com aparelho de “Raio X”, foram encontrados animais vivos dentro de uma caixa de encomenda rápida.

Ao abrirem a embalagem os policiais militares encontraram dois sacos plásticos com água e no interior de cada um deles havia um peixes ornamentais exóticos, ainda não identificados, não haviam notas ou outros papeis que possam confirmar a origem o transporte dos animais.

Dentro da caixa ainda foi encontrado um produto para limpeza de água de aquário, foram encontradas também folhas de papel carbono no interior da embalagem e em volta dos sacos plásticos com os peixes, provavelmente utilizadas para tentar despistar o Raí X durante a inspeção das encomendas nos correios.

Provavelmente os peixes foram vendidos pela internet e estavam sendo transportados irregular e ilegalmente em uma caixa de isopor revestida por papel de encomenda, que foi postada no correio como encomenda rápida e provavelmente o comprador não saiba desta irregularidade, mas com certeza o vendedor e despachante do produto sabem do risco de vida e dos maus tratos que os animais sofrem durante este tipo de transporte irregular.

O transporte de animais pelos correios é irregular e não autorizado pelos Correios, todas as encomendas que são detectados animais vivos no interior são apreendidas e encaminhadas para o órgão policial ambiental, então recomendamos a população que não adquiram seres vivos pela rede internet, e se adquiridos que confiram como é feito o seu transporte, constatando ser pelo correio denuncie estes vendedores por não respeitarem maltratando os animais.

Os peixes são exóticos e serão encaminhados para serem cuidados por profissional especializado, os trabalhos de investigação agora tentará identificar o vendedor e comprador dos peixes para que sejam submetidos a processo criminal e administrativo.

A correspondência foi postada na cidade de São Paulo Capital e tinha como destinatário um endereço na cidade de Altônia, no estado do Paraná.

Agradecemos as diversas denúncias recebidas e solicitamos que a comunidade continue denunciando os crimes para que a Polícia Militar Ambiental possa cumprir melhor seu papel de proteção ao meio ambiente.

É ordem direta do governador Beto Richa para que as ações de proteção ambiental sejam intensificadas, e o meio ambiente seja protegido para as gerações futuras.

Relembrando toda a sociedade, que todo cidadão pode ser um defensor da natureza e ajudar no combate aos crimes ambientais denunciando a qualquer hora, em todo o estado do Paraná os crimes ambientais através do telefone (43) 3341-7733, em Londrina e região.



Portal Cambé, site de informações e serviços de Cambé – PR.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *