070Nesta quarta feira, dia 09 de janeiro de 2013, integrantes da Polícia Militar Ambiental do pelotão de Londrina realizaram o resgate de duas aves de rapina, um Falcão Peregrino e um Gavião SOVI na cidade de Londrina.

O primeiro, um gavião de cor cinza, depois identificado como sendo um Gavião SOVI,   nome cientifico de “ictia pumblia”, com em torno de três anos de idade, pesando em torno de 300grs, e que livre na natureza vivem em media de 18 anos,  foi trazido por um morador da cidade que encontrou o a beira de uma Rodovia.

O animal chegou extremamente estressado e quando verificado por veterinário, constatou-se que o animal tem perfeita situação de saúde, mas apresenta quadro de perda de massa muscular provavelmente por ser mantido preso longo período em cativeiro, o que causou atrofia da musculatura dedicada ao voo, fator relevante a uma animal que sobrevive de caça sua presas.

O Gavião SOVI foi encaminhado a um centro de tratamento e treinamento de Aves de Rapina, para que seja avaliado e treinado novamente para ser libertado, o tempo médio esperado deste treinamento pode chegar a um ano, para que a ave recupere todas suas características e capacidade de sobrevivência na natureza.

O segundo caso apresenta quadro mais grave, pois o Falcão Peregrino com cerca de 05 anos de idade, pesando 526 gramas, foi localizado nas imediações do Jardim Botânico de Londrina pela equipe de serviço com um ferimento na asa esquerda, ferimento que impossibilita o vôo do animal.

Ao ser verificado por falcoeiro, depois por veterinário, foi diagnosticado que o ferimento é oriundo de um disparo de espingarda de pressão com projétil e o estado de saúde da ave é grave, podendo até chegar a necessidade de amputação do membro atingido, o autor e circunstancias do disparo ainda não foram identificados.

O Falcão Peregrino é ave muito importante para a cidade de Londrina, além de ser uma ave rara, esta espécie tem como preferência de alimentação a pomba silvestre conhecida por Margosa “zenaida auriculata“, que está em total desequilíbrio ambiental na região, com altíssima população na cidade de Londrina, causando prejuízos e possíveis riscos a saúde publica.

O Falcão Peregrino caça aves adultas em idade de reprodução, abatendo até 03 aves por dia, como permanece por cerca de seis meses na região de migração, cada falcão pode abater até 540 pombas adultas neste ciclo.

Calcula-se que cada falcão pode evitar o nascimento de até cerca de 1500 pombas por ciclo migratório, porque uma pomba fêmea tem até sete posturas (filhotes) por ano.

O Falcão Peregrino é uma ave migratória, com segunda maior envergadura de sua família, corre risco de extinção e se reproduz apenas na America do Norte, em cada ciclo percorre mais de 20.000 quilômetros, passando pelo Brasil e a cidade de Londrina esta incluída na rota.

Ave muito rápida teve vôos com medições técnicas registrando velocidades de até 300 km por hora em mergulho durante perseguição de presas.

Estas ações de proteção ambiental continuam em toda a região operacional da Segunda Companhia do Batalhão de Policia Militar Ambiental (BPMA), conforme ordem direta de nosso comandante de Tenente Coronel Chehade Elias Geha, relembrando toda a sociedade, que todo cidadão pode ser um defensor da natureza e ajudar no combate ao crimes ambientais denunciando a qualquer hora, em todo o estado do Paraná os crimes ambientais através do telefone (43) 3341-7733 em Londrina e região.

Portal Cambé, site de informações e serviços de Cambé – PR.

Responda

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.