tavoraDepois de 31 horas, o homem que mantinha a ex-mulher refém se entregou para policiais militares e civis que conduziam as negociações, em Joaquim Távora, no Norte do Paraná. Por volta das 14h desta sexta-feira (11), o moto-taxista Joelson Gomes Ferreira, 28 anos, visivelmente cansado se entregou e libertou a ex-mulher. Ele estava armado com um revólver de calibre 38, com munições intactas.

Com ele, não havia explosivos conforme apontavam as especulações iniciais. Logo que saiu de casa, a ex-mulher dele, de 27 anos, foi encaminhada pelo Siate para avaliação médica, mas não apresentava ferimentos. Ele, por sua vez, foi encaminhado à delegacia local.

“Este é um caso típico de passionalidade em que a melhor estratégia era a negociação, e não a entrada da PM na casa. Os policiais empregaram todas as técnicas, o que resultou no sucesso da operação, com a preservação das vidas”, avalia o comandante-geral da PM em exercício coronel José Vilmar Becker.

O tenente-coronel Nerino Mariano de Brito, comandante do Batalhão de Operações Especiais (Bope) da Polícia Militar, acompanhou o trabalho policial desde o início. “Foi uma ação de êxito, demorada, tensa, mas integrada. Com a participação de todos tivemos um excelente resultado e fomos aplaudidos pela população. Preservamos vidas e cumprimos a lei”, declarou. A operação contou também com negociadores do Tático Integrado de Grupos de Repressão Especial (Tigre), da Polícia Civil.

INÍCIO – Por volta das 7h de quinta-feira (10), a PM de Joaquim Távora foi avisada do cárcere privado na residência, próxima à PR-092. O local foi isolados e as equipes especializadas da Polícia Militar foram chamadas. O Comando Geral da Polícia Militar enviou, de Curitiba, equipes do Bope e negociadores do Comando de Operações Especiais (COE). As negociações começaram às 11h55, por telefone celular.

Antes, às 10h, a enteada de Joelson, de 11 anos, foi liberada com a ajuda dos policiais militares. Por volta das 14h, o Bope conseguiu a liberação da ex-cunhada do rapaz, de 13 anos, e às 18h30, Joelson liberou a ex-sogra. Na manhã desta sexta-feira (11), a ex-mulher pediu café da manhã, e, de acordo com Nerino, a PM aproveitou quando o rapaz liberou o filho, de 5 anos, espontaneamente, para entregar o alimento.

As informações iniciais apontam que o rapaz se separou da esposa há aproximadamente três anos, e que teria saído de Curitiba de táxi, na manhã de quinta-feira (10), para acertar contas com sua ex-mulher. “Segundo Joelson, ela não o deixava ver o filho”, relata o tenente-coronel Nerino.

Portal Cambé, site de informações e serviços de Cambé – PR.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.