Depois de denuncias anônimas de comércio e captura de animais silvestres, policiais militares ambientais da segunda companhia de policia ambiental, pertencentes ao primeiro pelotão Londrina deslocaram-se a duas residências na cidade de Londrina, apreendendo um total de 24 pássaros silvestres que eram mantidos ilegalmente em cativeiro.

Na primeira denuncia, os Policiais Militares localizaram um senhor de 35 anos de idade, que tinha em sua residência dezoito pássaros silvestres, sendo criados em cativeiro com o uso de gaiolas individuais.

Esta casa na rua Sebastiao Perez da Silva, jardim Santiago, foram encontradas 19 aves irregulares, e o proprietário foi autuado em Termo Circunstanciado de infração Penal contra ele que vai responder criminalmente pela captura e cativeiro das aves, além disto esta sendo comunicado o IAP para que proceda a parte administrativa da ocorrência.

Foram apreendidos pássaros silvestres das espécies: Trinca-ferro, Coleirinha, e pintassilgo.

Na segunda denuncia, os Policiais Militares localizaram um senhor de 29 anos de idade, que tinha em sua residência cinco pássaros silvestres, sendo criados em cativeiro com o uso de gaiolas individuais.

Esta casa na rua Nossa Senhora do Rocio, vila Santa Terezinha, foram encontradas cinco aves irregulares, e o proprietário foi autuado em Termo Circunstanciado de infração Penal, ele também vai responder criminalmente pela captura e cativeiro das aves, além disto esta sendo comunicado o IAP para que proceda a parte administrativa da ocorrência.

Foram apreendidos pássaros silvestres das espécies: papagaios e Trinca-ferro.

Não foi possível constatar o comércio dos animais, mas foram apreendidas armadilhas utilizadas para esta pratica nas ocorrências.

Os pássaros passam por vistoria de veterinário e depois serão encaminhados ao CETAS da cidade de Mauá da Serra, aonde serão avaliados por profissionais e depois de readaptados a vida silvestre, liberados de retorno a natureza.

Nós da Polícia Ambiental agradecemos as pessoas que denunciam atos contrários a legislação ambiental, estimulamos que a comunidade estimule as denuncias anônimas que auxiliam a preservação da natureza.

O Batalhão de Polícia Militar Ambiental vem se colocando à disposição da sociedade através de seus Policiais, suas Sub-Sedes, Pelotões e ainda através de um telefone para atendimento de denúncias, reclamações e sugestões. Qualquer pessoa pode se comunicar pelo 0800 643 03 04, e local é o telefone (043) 3341-7733 a ligação no telefone 0800 é gratuita e pode ser feita a qualquer hora.

Portal Cambé, site de informações e serviços de Cambé – PR.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.