O Núcleo de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-LD), por meio de decisão administrativa, aplicou uma multa no valor de R$ 3 mil, além de determinar a suspensão das atividades de uma agência bancária localizada no centro de Londrina, pelo período de três dias úteis. Segundo o órgão, o estabelecimento Bradesco reincidiu pela sexta vez e descumpriu novamente a Lei Municipal nº 7.614/98 que regulamenta em seu Art. 2º o tempo razoável para atendimento aos consumidores.

O primeiro inciso da lei 7.614/98 determina que o atendimento deve ser feito em até quinze minutos em dias normais; o segundo estabelece o atendimento em até trinta minutos em véspera de feriado prolongado ou no dia imediato após este; e o terceiro, observa o tempo de até trinta minutos em dias de pagamento dos funcionários públicos municipais, estaduais e federais nos bancos que prestam os serviços.

Segundo o coordenador do Procon, Gustavo Richa, o objetivo da decisão é coibir futuras ações inadimplentes por parte da empresa, além de servir de exemplo para outras agências a não cometerem mais irregularidades. “Uma consumidora veio até o Procon reclamar da demora no atendimento pelo banco, ela esperou quase três horas para ser atendida no estabelecimento, então checamos as informações e constatamos que o banco já havia sido advertido e tinha recebido multas administrativas, agora, de acordo com a competência legal do órgão, que além de aplicar mais uma multa, também houve a suspensão temporária das atividades da agência”, destacou.

Richa afirmou que o município tem competência para legislar acerca do atendimento ao público em agências bancárias. “O Procon está apenas cumprindo o que é estabelecido pela legislação municipal, ou seja, a Lei estipula o tempo máximo de espera em filas, com a distribuição de senhas onde conste a data e o horário de chegada do consumidor. Muitos estabelecimentos bancários não sabem, mas também compete ao município determinar que as agências disponibilizem assentos, bebedouros e instalações sanitárias ao público, além de instalação de divisórias entre os caixas e o espaço reservado para os consumidores que aguardam atendimento”, salientou.

O Procon está localizado na Rua Mato Grosso, 299, região central. Os atendimentos funcionam de segunda a sexta-feira, das 9 às 17 horas, com retirada de senhas até as 14 horas. O órgão também atende pelo número 151, e pelo e-mail procon@londrina.pr.gov.br , além de fazer orientações pelo canal: https://www.facebook.com/ProconLd/.

1 COMENTÁRIO

  1. Penso que essa mesma legislação criada e fiscalizada pelo município, poderia ser aplicada na área da saúde. Se um consumidor é lesado ao esperar três horas para ser atendido em uma agência bancária, aquele que espera horas ( multiplica as três horas de espera na agência)para ser atendido em postos de saúde, upas, hospitais e meses para uma consulta médica especialista. Esse consumidor em estado delimitado de saúde estaria sendo lesado??? Cabe multa aos órgãos responsáveis? Há legislação ou fiscalização q se cumpra nesse segmento?

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.