conrado-scheller-630x250A Promotoria de Defesa do Patrimônio Público de Cambé expediu uma recomendação administrativa ao prefeito João Pavinatto (PSDB) pedindo para que o vereador Conrado Scheller (DEM), atualmente cedido ao Legislativo cambeense, volte a ocupar o cargo de auditor fiscal na Secretaria de Fazenda da cidade.

“Ele já era funcionário público antes de ser vereador. Atualmente, o parlamentar exerce funções administrativas na Câmara. Entendo que o que ele está fazendo não atende ao interesse público”, argumentou a promotora Adriana Lino, responsável pela recomendação.

Scheller foi cedido pela prefeitura à Câmara no dia 15 de abril do ano passado. Desde então, segundo a promotora, o servidor estaria exercendo funções no Legislativo “sem qualquer correlação com as atribuições do seu cargo de origem”, de auditor fiscal.

Adriana também ressaltou que a cessão poderia se dar somente para cargo correspondente, de acordo com o plano de cargos e salários, ou para ocupar cargo em comissão. “Aí não teria problemas”, observou.

Ela também garantiu que não há ilegalidade no fato de Scheller passar a ocupar cargos na Câmara (vereador) e na prefeitura (auditor fiscal da Secretaria de Fazenda).

A prefeitura deve revogar, em até cinco dias, a Portaria (nº 117, de 15 de abril de 2013) que cedeu o auditor fiscal ao Legislativo.

Fonte: Portal Bonde

Portal Cambé, site de informações e serviços de Cambé – PR.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.