SEM VÍNCULO
Tudo indica que o José Roberto Matos do Amaral (Betão) deixará o cargo de Secretário de Obras. Segundo se comenta ele pediu exoneração por ter que dar uma maior atenção a sua empresa de terraplanagem. Já os “analistas políticos“ de plantão informam que foi um pedido do irmão Durval Amaral.
COM VÍNCULO
A base dos deputados estaduais do PMDB do Paraná acaba de declarar apoio ao governo de Beto Richa. Isso significa que em Cambé, o PMDB do Dr. Gilberto deverá apoiar a reeleição de João Pavinato do PSDB. Já o PMDB do Zé Fernandes vai com Adelino do (PSL) e o PMDB da Cleusa Forastieri vai com o Democratas de Durval Amaral. Com a palavra Adriano Montanari presidente do PMDB de Cambé.
E SE A APMI FECHASSE?
Quantas crianças não teriam lugar para ficar?
Quantas pessoas perderiam o emprego?
Quantos idosos deixariam de ser atendidos?
Quem assumiria todos esses serviços prestados?

ATÉ 7 DE JULHO DE 2012
Se o prefeito João Pavinato quiser realmente entregar as 47 obras anunciadas sendo uma por semana e participar da cerimônia de inauguração ele tem é que correr muito pois o calendário eleitoral (Lei nº 9.504/97) diz que o agente público não poderá participar de inaugurações depois do dia 7 de julho de 2012. Faltam portanto 315 dias e divididos por sete, teríamos tão somente, 45 semanas.
O ZÉ DO CARMO DEFINIU!
Ou melhor, falta pouco. Mas certo é que ele definiu e assinou sua filiação no PTB que no estado é comandado pelo deputado federal Alex Canziani que apóia a base do governador Beto Richa.

Portal Cambé, site de informações e serviços de Cambé – PR.

12 Comentários

  1. Os serviços desenvolvidos pela APMI deveriam ser municipalizados.
    Pois desde 2009 os Centros de Educação Infantil – CEI devem ser de responsabilidade das Secretarias de Educação. As atividades a serem desenvolvidas com os pais das crianças das CEIs e com os idosos estão previstas em piso financeiro repassado fundo a fundo mensalmente pelo MDS às Secretarias de Assistência Social para serem desenvolvidas nos CRAS.
    Para tanto, é preciso um melhor planejamento das ações por parte dos órgãos gestores para dar conta de todas as necessidades e possibilidades através do SUAS – Sistema Único de Assistência Social.
    Mesmo trabalhando em rede, com as organizações não governamentais, é a Secretaria de Assistência Social a responsável pelo comando único.
    Agora, quanto às pessoas perderem o emprego. É necessário o fortalecimento do Estado e fazer com que ele cumpra seu papel nas políticas sociais, para tanto é necessário abrir concursos públicos de acordo com a necessidade da gestão dos serviços.

    • A APMI nao pode servir de pano de fundo, para que qualquer prefeito possa abrigar os apadrinhados políticos. Assim, diminui os cargos comissionados da prefeitura mas a APMI absorve todos eles. CONCURSO JÁ. Quem é competente não tem medo de concurso….. Quem só tem cargo em razão de conhecer algum politico, prefeito, ser parente de vereador, deputado, secretário, vai até o Sine e faça sua ficha.. Parabéns Sany, voce foi muitoi bem no comentário. A lástima é ver pessoas que passaram quatro anos criticando a APMI continuarem o mesmo procedimento…….

      • A APMI TRABALHA MUITO BEM PORQUE SÓ GASTA. DIFERENTEMENTE DE UMA SECRETARIA DE FAZENDA QUE ARRECADA DINHEIRO PARA O PREFEITO GASTAR. TRABALHAR COM O ORÇAMENTO DA APMI É FACIL POIS O PREFEITO PASSA QUANTO QUER PARA PRÓPRIA ESPOSA ADMINISTRAR. QUANTO A TRANSPARENCIA VC TÁ DE BRINCADEIRA NÉ? NINGUÉM SABE QUANTOS PARENTES DE VEREADORES, SECRETÁRIOS, E DO PREFEITO TRABALHAM LÁ. SE VC JOAO PAVINATO TIVER CORAGEM, NÃO PRECISA DIVULGAR SALÁRIO. COLOQUE NO DIÁRIO OFICIAL OS NOMES DOS FUNCIONÁRIOS DA APMI. SERÁ QUE O MINISTÉRIO PÚBLICO DE CAMBÉ NÃO TEM OBRIGAÇÃO DE SABER PARA ONDE VAI O DINHEIRO DO SUADO IPTU PAGO POR TRABALHADORES HONESTOS?

      • Resposta ao Sr. Araken Tibiriça:
        Sou estatutária há mais de 15 anos e com muita competência técnica. Não é ciúme, pelo contrário, observo que a direção da APMI nesta gestão parece ser muito competente, mas Cambé tem que acompanhar as mudanças das políticas sociais que ocorrem em todo o território nacional, não pode continuar na mesmice dos últimos 30 anos, como parte dos servidores costumam dizer. A legislação das políticas públicas é muito dinâmica e os gestores têm que estar antenados.
        Entre no site do MDS e se atualize, pois aos poucos o primeiro damismo será extinto, como na maioria dos municípios, isso independe de “ciúmes”, é fato.
        A municipalização está aí e os municípios devem se adaptar.

        • Sra. Sany:
          Está correta quando fala da competência da gestão na APMI.
          Está correta quando fala do MDS. Mas, está desinformada sobre os planos para a APMI. Há uma antiga determinação do Tribunal de Contas do Estado do Paraná para que gradativamente a estrutura de atendimento da APMI seja migrada para a Secretaria de Educação (no caso dos Centros de Educação Infantil) e os demais projetos para as demais estruturas da prefeitura. Contudo, esta transição não se faz com o estalar dos dedos e nem com uma canetada em um decreto. Vc que é estatutária a 15 anos, pode ficar tranquila, que este assunto está sendo tratado com muito cuidado e muito carinho, pois, estamos falando do trabalho com nossas crianças, nossos idosos, trabalho com muitas donas de casa, com muitos jovens e muitos adolescentes. Fechar a APMI de uma cidadezinha é fácil, agora migrar todo o atendimento da maior APMI do Paraná, é uma engenharia um pouco mais complicada.

Responda

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.