Fotos: Acervo Prefeitura de Cambé Fotógrafa: Gisele Cabrera
Fotos: Acervo Prefeitura de Cambé Fotógrafa: Gisele Cabrera

Assim que a rede de 3,7 km estiver pronta, os moradores poderão fazer as ligações

Fotos: Acervo Prefeitura de Cambé Fotógrafa: Gisele Cabrera
Fotos: Acervo Prefeitura de Cambé
Fotógrafa: Gisele Cabrera

O prefeito de Cambé, João Pavinato, a gerente da Sanepar em Londrina/Cambé, Mara Kalinowski, e o coordenador de redes da Sanepar, Sérgio Sambatti, estiveram nesta quarta-feira (21) no Jardim Santo André, em Cambé, para ver o andamento da obra de implantação da rede de esgoto. As obras começaram no dia 15 de maio e devem ser concluídas em outubro, com extensão de 3,7 quilômetros e 230 novas ligações. O investimento é de R$ 555 mil.

Assim que a rede for concluída e estiver liberada, os moradores serão comunicados e deverão providenciar a correta ligação dos imóveis à rede coletora de esgoto, que garante que o serviço oferecido pela Sanepar levará mais saúde aos moradores. A Sanepar é responsável pela manutenção da rede de esgoto até o ponto de interligação com o imóvel. As instalações internas são responsabilidade do cliente.

O esgoto coletado no Jardim Santo André será tratado pela Estação de Tratamento Esperança, em Londrina. Em seguida, a obra deve ser estendida para o Jardim Monte Castelo. “As obras fazem parte do programa de expansão de rede da Sanepar”, disse a gerente Mara.

O prefeito destacou a importância do serviço para os moradores. “Temos uma parceria muito boa com a Sanepar. Cambé já tem índices satisfatórios de coleta e tratamento de esgoto, mas a cada nova obra nos aproximamos mais da universalização”, disse Pavinato. Hoje Cambé tem 82,64% de cobertura com coleta e tratamento de esgoto.

OBRA APROVADA – Morador da Rua Trombetas há quatro anos, o guarda municipal Davi Sotana está bastante satisfeito com a obra. “É bom porque nesses quatro anos já tive que abrir duas fossas. Como o solo é rochoso não dá profundidade”, afirma.

O açougueiro João Francisco Jacinto mora na Rua Solimões há dez anos. Embora não tenha problemas com a fossa, ele acredita que a rede é melhor. “Apesar de subir a conta, é um serviço que valoriza o bairro e acredito que vai acabar com os insetos”, diz.

 

Portal Cambé, site de informações e serviços de Cambé – PR.

Responda

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.