O relatório final da Comissão Processante responsabiliza o prefeito Barbosa Neto (PDT) pelas irregularidades apontadas durante a investigação, que confirmou que dois vigias da Centronic eram remunerados com dinheiro público, mas prestavam serviços particulares para a rádio do prefeito. A sessão de julgamento, que pode culminar na cassação do líder do Executivo, foi agendada para a próxima segunda-feira (30) na Câmara Municipal de Londrina.
Segundo a relatora da CP, Sandra Graça (PP), nos documentos analisados pelos vereadores a prefeitura aparecia como empregadora dos dois vigias, que também estavam na lista de trabalhadores pagos pelo Município. “A relação consta os nomes dos vigias, que prestavam serviços exclusivos para a rádio do prefeito”, ressalta. Para CP, Barbosa Neto cometeu infração política administrativa e feriu a Lei Orgânica.

“Nós enquadramos isso como uma omissão e negligência. Há também uma falta de fiscalização e controle dos contratos que culminou no fato do prefeito ter dentro de sua rádio, dois vigias de uma empresa de está prestando serviço para o Município”, afirmou a relatora durante entrevista coletiva na Câmara.

Questionada se o encaminhamento seria pela cassação do prefeito Barbosa Neto, Sandra Graça respondeu: “Nós indicamos a infração cometida, se vai ou não ser acatado o plenário é soberano para decidir”, disse. “A Centronic prestava serviços para o Município e como a empresa privada é do prefeito e houve a prestação de serviço, por essa razão, nós enquadramos na infração política administrativa. Se fosse uma pessoa que não tivesse um cargo público, essa infração não ocorreria”, explicou.

O presidente da Casa, Gérson Araújo, afirmou que a Mesa Diretora decidiu agendar a sessão de julgamento para segunda-feira, durante o recesso parlamentar, como resposta à sociedade que aguardava um posicionamento da Câmara. “Não houve pressa, nós apenas estamos cumprindo os prazos”, afirmou, lembrando que são necessário 13 votos para cassação do chefe do Executivo.

Ele afirmou que o esquema de segurança no dia da sessão de julgamento ainda será discutido pela direção da Casa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.