Geadas e frio intenso podem congelar a água dentro dos hidrômetros, causar o rompimento das tubulações que ficam expostas e interromper o abastecimento até que os equipamentos sejam substituídos. Confira as medidas para evitar o problema.

A Sanepar orienta os moradores das cidades que registram temperaturas mais baixas e risco de geadas para que protejam os medidores e as tubulações de entrada de água de seus imóveis. O frio mais intenso pode congelar a água dentro dos hidrômetros, causar o rompimento das tubulações que ficam expostas e interromper o abastecimento.

O rompimento da tubulação ou do hidrômetro causa transtorno direto aos clientes, que ficam desabastecidos até que os equipamentos e tubulações sejam substituídos. Como precaução, os moradores podem cobrir o relógio e os canos aparentes com caixa de papelão, pedaço de plástico, lona, ou com outro tipo de material que impeça o acúmulo de gelo.

Outra medida eficaz é fechar o registro de entrada de água à noite, o que evita o acúmulo e o congelamento da água dentro do equipamento e da tubulação. O material de proteção deve ser de fácil remoção e retirado assim que a temperatura subir ou na data prevista para a leitura da conta. Isso vai evitar que os empregados da Sanepar tenham dificuldade para fazer a leitura.

PREVISÕES – O Simepar e o Centro de Previsão de Tempo e Assuntos Climáticos do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais apontam quedas nas temperaturas nos próximos dias. Existe ainda a previsão de geadas para a região Central do Estado. Os dois institutos preveem temperaturas negativas para Cascavel, Guarapuava, Pato Branco, Laranjeiras do Sul, Francisco Beltrão, Palmas e Telêmaco Borba.

De acordo com o Ceptec, Bituruna deve registrar -5ºC e General Carneiro, Candói, Pinhão e União da Vitória -4ºC. Os termômetros devem marcar temperaturas próximas de zero grau ainda em Mangueirinha, Mariópolis, Rebouças, Irati, Mallet, Pitanga, Clevelândia, Castro e Ivaiporã. Em Ponta Grossa, a temperatura chega a 2ºC na sexta-feira (8).

Agência Estadual de Notícias

Responda

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.