Governador Beto Richa entrega os três prêmios principais do 27º sorteio do mês de fevereiro do programa Nota Paraná, R$ 50 mil, R$ 30 mil e R$ 20 mil. Curitiba, 20/02/2018. Foto: Orlando Kissner/ANPr

Richa entregou nesta terça-feira (20) os três maiores prêmios do 27º sorteio do Programa. Dessa vez os bilhetes sorteados premiaram três mulheres: uma secretária de Engenheiro Beltrão, uma professora da rede pública estadual de Itaperuçu e uma médica de Curitiba.

O governador Beto Richa entregou nesta terça-feira (20) os três maiores prêmios do 27º sorteio do Programa Nota Paraná. Dessa vez os bilhetes sorteados premiaram três mulheres: uma secretária de Engenheiro Beltrão, uma professora da rede pública estadual de Itaperuçu e uma médica de Curitiba. Elas receberam os prêmios de R$ 50 mil, R$ 30 mil e R$ 20 mil, respectivamente. O evento foi realizado no Palácio Iguaçu, em Curitiba.

“Mais uma vez fazemos essa premiação do Nota Paraná, que desde seu início já distribuiu R$ 810 milhões em prêmios para os contribuintes. O programa que fez parte do ajuste fiscal implantado pelo Estado há dois anos é um sucesso. Por um lado reduz a carga tributária individual, por outro combate a sonegação e aumenta arrecadação, gerando mais recursos para mais investimentos em áreas como educação, segurança, saúde e infraestrutura”, disse o governador.

R$ 50 MIL – A secretária Sueli Aparecida Alves Yamaji, de 54 anos, moradora de Engenheiro Beltrão, recebeu o maior prêmio dessa edição e levou para casa um cheque de R$ 50 mil. Ela diz que começou a participar do Nota Paraná por insistência do marido, que sempre a incentivou a pedir o CPF nas compras realizadas pela família. Sueli conta que já tem planos para o dinheiro. “Vamos quitar o financiamento da nossa casa”, disse.

R$ 30 MIL – O prêmio de R$ 30 mil chegou em um momento especial da vida de Silvana Maria Ribeiro, 52 anos, diretora de uma escola da rede pública estadual de Itaperuçu. Parte do dinheiro será usado para pagar os custos hospitalares da filha, que está grávida. “A gente teria que emprestar dinheiro para pagar a cesariana, que custa cerca de R$ 15 mil. Ele veio em boa hora. É o nascimento da nossa primeira neta”, comemora. Depois disso, a ideia é sair de férias. “Já estou planejando passar uma semana em Fortaleza”.

A professora participa do programa desde o início e costuma pedir o CPF na nota em todas as compras. “O Estado está de parabéns porque é um programa que tem retorno para a população”, diz ela, que diz ter acumulado vários créditos. “Mas tem que checar para não perder o prazo de resgate”, lembra.

R$ 20 MIL – Para a médica Marina Serrato Coelho Fagundes, de 35 anos, moradora de Curitiba, pedir CPF na nota tornou-se um hábito há pouco mais de oito meses. Ao receber a ligação sobre o prêmio, ficou desconfiada e achou que fosse algum tipo de golpe. Orientada a entrar no site do Nota Paraná, a médica verificou o bilhete premiado a comemorou o prêmio de R$ 20 mil. “Foi uma surpresa boa”, disse ela, que ainda não fez planos.

Para o governador Beto Richa, o Nota Paraná consolida o bom momento do Estado. “As medidas que adotamos nos últimos dois anos estão gerando frutos para os paranaenses. O ajuste das contas públicas permitiu que tivéssemos o maior investimento da história no ano passado, com quase R$ 7 bilhões, e programássemos para esse ano mais um recorde, com R$ 8,4 bilhões, beneficiando áreas de segurança, educação, saúde, infraestrutura urbana e rodoviária”, disse. “Hoje gerenciamos o Estado de maneira eficiente, como uma empresa, como a dona de casa faz no seu domicílio, não gastando mais do que se arrecada. Graças a isso temos a melhor situação fiscal e financeira do País enquanto muitos Estados decretam estado de calamidade financeira, sem dinheiro para pagar sequer a folha de servidores”, afirmou.

2 MILHÕES DE CONSUMIDORES – No mês de janeiro, o Nota Paraná atingiu a marca de dois milhões de consumidores cadastrados. No início de fevereiro o programa bateu um novo recorde: R$ 800 milhões liberados aos participantes, entre créditos devolvidos e premiações em dinheiro aos contribuintes e instituições sem fins lucrativos.

O programa foi lançado em agosto de 2015. A primeira liberação de créditos ocorreu em novembro daquele ano e o primeiro sorteio em dezembro. Deste então, a adesão ao programa cresce mês a mês. O secretário estadual da Fazenda, Mauro Ricardo Costa, lembra que o programa sorteia por mês 250 mil prêmios, que somam R$ 2,8 milhões. “É um programa ganha-ganha, que beneficia tanto do Estado como o contribuinte”, afirmou o secretário.

Os três maiores prêmios são de R$ 50 mil, R$ 30 mil e R$ 20 mil e, em datas especiais, como o Natal, mês das mães, dos namorados, dos pais e das crianças, eles são quadruplicados para R$ 80 mil, R$ 120 mil e R$ 200 mil – em dezembro, pela primeira vez, o prêmio principal foi de R$ 1 milhão. Os outros prêmios têm valores menores, de R$ 10, R$ 20, R$ 50, R$ 250 e R$ 1 mil.

COMO SE CADASTRAR – Para se cadastrar no Nota Paraná basta acessar o site http://www.notaparana.pr.gov.br, clicar na opção “cadastre-se” e preencher os dados pessoais, como CPF, data de nascimento, nome completo, CEP e endereço para criação da senha pessoal.

Toda primeira compra do mês no varejo gera um bilhete ao participante, independentemente do valor. Depois, cada R$ 50 em notas fiscais dá direito a novo bilhete, com validade apenas para o sorteio do seu respectivo período. O mesmo CPF pode receber mais de um prêmio e os sorteios ocorrem quatro meses após as compras.

Se o consumidor preferir doar o documento fiscal, há duas formas de fazer as doações para as instituições cadastradas no programa (elas atuam nas áreas de assistência social, saúde, defesa e proteção animal, desportiva e cultural).

O contribuinte pode solicitar a nota fiscal, sem informar o CPF, e digitar no sistema do Nota Paraná os dados do cupom, encaminhando os créditos para a entidade beneficiária. Outra possibilidade é, sem informar CPF, depositar a nota fiscal em urnas instaladas pelas entidades, que irão recolher os documentos e digitá-los no sistema.

PRESENÇAS – Estiveram presentes ao evento, o secretário de Planejamento e Coordenação Geral, Juraci Barbosa Sobrinho; o deputado estadual Marcio Pauliki; o diretor da Receita Estadual, Gilberto Calixto; o coordenador da Comec, Caco Almeida; a coordenadora do Nota Paraná, Marta Gambini; e o diretor de relações institucionais da Fecomércio, Walter Xavier.

Agência Estadual de Notícia

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.