tn_620_600_GA030914_072Sem querer, o londrinense Carlos Alberto Santos, o chaveiro “Bebetu”, 26 anos, com um vídeo mal gravado por um celular de um amigo provocou uma avalanche positiva que inundou o Hospital do Câncer de Londrina (HCL) com novas doações.

Bebetu foi cutucado por um amigo a entrar no desafio do balde – a gigantesca campanha que tornou visível, no mundo, a doença chamada esclerose lateral amiotrófica (ELA). Do dono do Facebook a astros de Hollywood, quem aderiu à causa se viu obrigado a despejar um balde cheio de água com gelo sobre a cabeça e fazer uma doação para uma instituição que pesquisa o assunto. Mais de US$ 100 milhões já foram arrecadados no planeta com a “brincadeira”.

Desafiado, Bebetu quis ir além. Sem conhecer nada sobre a ELA, mirou em um “alvo” local. “Raspei minha cabeça, peguei um saco de gelo e fui ver no que ia dar”.

No vídeo, de 1 minuto e 40 segundos, Bebetu despeja dois baldes sobre si mesmo sem tremer. Na sequência, o chaveiro conclui que achou “sem graça” aparecer tomando banho de água gelada: “É só isso aqui? Quero ver quem tem coragem de ir no Hospital do Câncer e fazer uma doação no carnê de R$ 15 por mês. Tenho mais 10 carnes aqui comigo. Um balde de água gelada na cabeça não é nada”.

Portal Cambé, site de informações e serviços de Cambé – PR.

Responda

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.