unnamed81-470x352 unnamed63-470x352No momento em que o Plenário da Assembleia Legislativa acabava de aprovar por 34 votos a 19, por volta das 17h30, o requerimento que transformava o Plenário em Comissão Geral para a votação do projeto de lei complementar de nº 6/15 e do projeto de lei nº 60/15, a sessão plenária desta terça-feira (10) teve que ser suspensa pelo presidente da Casa, deputado Ademar Traiano (PSDB), em face da invasão das instalações do Legislativo por inúmeros manifestantes. Eles protestavam contra as propostas do Governo do Estado que dispõem sobre a redução de gastos do Executivo.

A invasão ao Complexo Legislativo Aníbal Khury provocou diversos danos ao patrimônio público, a partir da derrubada do portão principal que dá acesso ao conjunto de prédios, com a destruição de portas de vidro, grades pantográficas, equipamentos da TV Sinal, microfones, mobiliário e material de expediente. O levantamento completo dos prejuízos ainda será apurado em toda extensão pela direção da Casa.

Apesar da invasão e do descumprimento de um acordo firmado na manhã desta terça-feira (10) entre a Mesa Executiva da Assembleia e os líderes dos movimentos sindicais, mediante o qual os manifestantes se comprometiam a participar da sessão plenária de forma ordeira e pacífica, os membros do Gabinete Militar da Assembleia e da Polícia Militar não entraram em confronto com os invasores.

O presidente Ademar Traiano pretende se reunir nesta quarta-feira (11) com os líderes partidários, em horário ainda a ser definido, para tratar do andamento dos trabalhos em relação aos projetos pendentes de votação.

Fonte: Fábio Campana

Portal Cambé, site de informações e serviços de Cambé – PR.

Responda

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.