Curitiba, 03-06-2010 - Governador Orlando Pessuti lamentou a morte de Vanderlei Iensen, presidente da Celepar.-
Curitiba, 03-06-2010 - Governador Orlando Pessuti lamentou a morte de Vanderlei Iensen, presidente da Celepar.-
Curitiba, 03-06-2010 - Governador Orlando Pessuti lamentou a morte de Vanderlei Iensen, presidente da Celepar.-
Curitiba, 03-06-2010 - Governador Orlando Pessuti lamentou a morte de Vanderlei Iensen, presidente da Celepar.-

O governador Orlando Pessuti esteve presente nesta quinta-feira (3) ao velório do diretor-presidente da Companhia de Informática do Paraná (Celepar), ex-deputado Vanderlei Falavinha Iensen, na Igreja Assembléia de Deus, no Centro Cívico, em Curitiba. “Por diversas vezes estivemos reunidos. Tive o privilégio de conviver com uma pessoa de excepcional caráter e que sempre estava de bom humor. Tínhamos uma relação não só de trabalho, mas principalmente de amizade muita intensa”, afirmou Pessuti.

De acordo com o governador, Iensen foi uma das principais figuras deste governo. Em seu novo desafio, à frente da Celepar, tinha a missão de incrementar programas de inclusão digital e social, além de consolidar a marca Celepar junto aos órgãos do governo e outras instituições públicas.

Para o secretário especial de Coordenação de Projetos Sociais, Nivaldo Maldonado Gonçalves, a perda de Iensen é uma lacuna que jamais será preenchida dentro do governo estadual. “Há um ditado que diz: de um colega se esquece, de um amigo jamais. É uma perda irreparável para o governo, para os amigos e a igreja”, disse.

Iensen foi secretário-chefe de Gabinete do governador Requião entre 2004 e 2008, quando assumiu a Celepar, em dezembro do mesmo ano. Entre outras conquistas, trabalhou na coordenação do sistema de telefonia pela internet (VoIP), que reduziu em milhões de reais a conta de telefone do Estado do Paraná.

Foi deputado estadual entre os anos de 2003 e 2007. Na Assembleia Legislativa, foi relator da Comissão Parlamentar de Inquérito da Copel, entre 1995 e 2002, quando ajudou na investigação de irregularidades na administração da estatal.Natural de Apucarana, formou-se em Administração de empresas, radialista, era membro da comunidade evangélica de Curitiba e integrante da Assembléia de Deus.

O corpo de Iensen será sepultado na tarde desta quinta-feira (3), às 16h30, no Cemitério Jardim da Saudade, localizado na rua João Bettega, 999, bairro Portão, Curitiba.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.