A Aeronáutica informou, em nota divulgada nessa quinta-feira (24), que iniciou investigação para apurar a manobra de emergência feita pelo voo 3717 da TAM na rota Brasília-São Paulo. A Aeronáutica vai ouvir as gravações de radar e das comunicações.

A manobra foi feita para evitar uma colisão com outro avião que estava na mesma rota. O procedimento teve de ser realizado quando o avião se aproximava do Aeroporto de Congonhas (SP) na noite de ontem (24).

Segundo nota da companhia aérea, os equipamentos do voo 3717 detectaram “a presença de outra aeronave na mesma rota”. O comandante seguiu todos os procedimentos de segurança indicados nesses casos e informou aos passageiros o que havia ocorrido.

O avião pousou em Congonhas, sem qualquer outra ocorrência, às 18h52 e os 171 passageiros que estavam no voo desembarcaram em seguida.

Edição: Graça Adjuto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.