Em tempos onde os cenários e os próprios personagens mudaram no mundo do trabalho, “Etiqueta Empresarial e Imagem pessoal” continuam sendo alguns dos temas mais procurados em buscadores na internet, sabia?

Tanto é, que esta temática é a área de atuação de profissionais como Rossana Niero, que é professora de Etiqueta e Imagem Pessoal, palestrante e mentora de cursos nas áreas: comportamental e de imagem.

 

Rossana que promove capacitações, cursos e workshops para empresas e profissionais liberais, contou para a Coluna Bonita Ideia o que mudou e o que não mudou quando se trata da imagem! “Quando for escolher suas peças no armário ou quando for a algum evento é preciso pensar no local para onde está indo e que horas é esse compromisso”, salienta a especialista em imagem Rossana, que deixa claro que “bom senso” é atemporal.

Mas, mesmo parecendo que a regrinha do “bom senso” é óbvia, a professora Rossana garante que no mundo corporativo muitos profissionais “erram feio” na escolha das roupas para trabalhar. “Não importa qual é a área em que trabalha, seu vestuário tem de ser funcional, ou seja, a peça que escolher tem de permitir movimento, tem que te dar liberdade para abaixar, subir escadas. E é no momento da compra que você pode verificar se as peças que escolheu são ideais para o ambiente profissional que você está inserido. Ali, no provador mesmo”.

Para resolver a questão das roupas inadequadas, muitas empresas optam por exigir o uso do uniforme e, muitas mulheres acabam não se identificando com as vestimentas impostas, conta Rossana. “Já tive algumas alunas que afirmaram que o mais difícil para elas era se adaptarem ao uniforme. É que a maioria das empresas adotam uniformes não personalizados, escolhem a mesma modelagem para todos e não respeitam as medidas de cada mulher. Um exemplo são as calças sociais na modelagem skinny, quem é muito magra fica mais magra com este tipo de calça e quem tem quadril largo, aparenta ter o quadril ainda maior”.

“Mas, então, lembrei a essas alunas que a mulher tem duas ferramentas que fazem muita diferença na aparência e autocuidado: a maquiagem e os acessórios e que investir neles já deixará seu visual diferente e cheio de personalidade”, destaca Rossana.

A palestrante, lembrou ainda que modelos de roupas que evidenciam demais o corpo fazem o efeito contrário no ambiente profissional. “ Com um decote muito grande, uma saia curta, ou uma calça extremamente justa, serão as suas curvas quem chamarão a atenção, quando o quê importa nesse ambiente é a sua função, o seu trabalho”, lembra Niero.

“Toda vez que assisto Fantástico, me pego observando a tatuagem da jornalista Poliana Abritta. Muitas vezes me perco no que ela está falando, pois estava prestando atenção, na verdade, naquela tatuagem tão grande”, adianta Rossana, quando foi perguntada pelas tatuagens no ambiente profissional.

“Existem profissões onde a abertura no vestuário é muito maior, como é o caso dois profissionais de comunicação, moda, os designers, educadores físicos, entre outras áreas. Mas fora essas ocupações, o ideal é que sua tatuagem não fique tão aparente, não se destaque tanto”.

E, termino a matéria com uma frase de Rossana que me marcou “ imagem é cuidado e cuidado é pra quem se ama, para quem quer o melhor, inclusive na vida profissional”.

E, aí? Se interessou, saiba onde e quando serão os próxim0os cursos ministrados por Rossana Niero em seu instagram: https://www.instagram.com/rossananiero

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.