A Secretaria de Estado da Justiça, Trabalho e Direitos Humanos deve disponibilizar ainda neste ano para os sistemas Android e IOS um aplicativo que facilitará a busca por profissionais autônomos de uma oportunidade de renda no mercado informal. Quem deseja contratar um determinado serviço também poderá encontrar o profissional que necessita com apenas alguns toques no smartphone.

O protótipo do aplicativo foi aprovado nesta sexta-feira (26) pelo secretário da pasta, Elias Gandour Thomé. De acordo com ele, a ferramenta que está sendo desenvolvida pela Celepar há dois anos é uma grande aliada no combate ao desemprego e à informalidade no Estado. “Com o cadastramento no aplicativo o trabalhador receberá capacitação profissional e a orientação necessária para tornar-se um microempreendedor individual”, disse.

Uma pesquisa realizada pela Celepar em 2017 indica que 35% das pessoas que buscam emprego nas Agências do Trabalhador têm potencial para exercer uma atividade profissional autônoma. “Preocupados com o elevado índice de desemprego, observamos a atividade autônoma como uma possibilidade de geração de renda ao trabalhador que encontra dificuldades de recolocação no mercado de trabalho, ou mesmo para aqueles que por opção têm a atividade autônoma com principal meio de obtenção de renda”, destaca Thomé.

CRIAÇÃO – Para o desenvolvimento do aplicativo foram utilizadas metodologias consagradas no mercado, como o desing thinking, que visa produzir uma ferramenta que atenda a necessidade do usuário, trazendo facilidade de uso e objetividade para o resultado.

“Este tipo de desenvolvimento foca na inovação e assertividade. O método vem sendo utilizado com resultados excelentes nos três setores da sociedade: governo, mercado e organizações sem fins lucrativos. Muitos aplicativos de serviços populares com relevante impacto no mercado foram desenvolvidos com essa metodologia”, explica o chefe de gabinete da Secretaria da Justiça, Rafael Slugek.

Num primeiro momento o aplicativo será lançado para os profissionais e contratantes de Curitiba e Região Metropolitana, com previsão de ser disponibilizado futuramente também no Interior do Estado.

Agência Estadual de Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.