Restos do B-737 que caiu. AFP (El Pais)

Um avião da companhia Lion Air com 189 pessoas a bordo caiu nesta segunda-feira (29) no mar de Java, poucos minutos depois de decolar do Aeroporto de Jacarta, na Indonésia.

Cerca de 300 pessoas, entre soldados, agentes da polícia e pescadores, estão empenhadas na busca de vítimas ou sobreviventes, e os primeiros corpos foram achados a oito quilômetros da península de Tanjung Karawang.

O piloto tinha pedido à torre de controle para retornar ao aeroporto depois de notar um problema técnico. Os controladores autorizaram o pouso, mas o voo JT610 desapareceu dos radares aproximadamente 10 minutos após decolar, às 6h30 (horário local).

O Boeing 737 tinha como destino Pangkal Pinang, cidade situada na ilha de Bangka. A Agência Nacional para Medidas contra Desastres (BNPB) publicou no Twitter fotos de partes da fuselagem do avião, celulares, livros e bolsas encontrados pelas equipes de busca e socorro.

O CEO da Lion Air, Edward Sait, disse em nota que o avião havia sido inspecionado na noite do último domingo (28) devido a um problema técnico. A aeronave tinha viajado de Dempassar a Jacarta no sábado (27), quando os pilotos perceberam algo de errado. Engenheiros verificaram a aeronave, mas a liberaram para voo.

Esse é o pior desastre aéreo na Indonésia desde setembro de 1997, quando a queda de um avião em Sumatra matou 234 pessoas.

As companhias aéreas do país foram impedidas em 2007 de voar para a Europa por problemas de segurança, ainda que a permissão tenha sido concedida novamente a algumas empresas nos anos seguintes. Em junho de 2018, o veto foi completamente revogado.

Agência Ansa

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.