Cambé inicia 2012 com avanços no serviço de reciclagem. O anúncio é do secretário municipal de Agricultura e Meio Ambiente da Prefeitura, Claudiney Gloor, e do técnico responsável pelas ações ambientais do órgão, Paulo César de Godói.
Uma das mudanças é de endereço da Central de Triagem de Material Reciclado, atualmente instalado na Rua Esperança, em região de bairros com acentuado crescimento populacional. As novas instações serão em área considerada periurbana, denominação dada às localidades onde as características urbanas e rurais se misturam.
No caso de Cambé, a Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente determinou para o funcionamento da central de triagem uma área próxima ao Estádio Municipal José Garbelini, na Estrada do Cateto. “É um local de fluxo tranquilo, com espaço maior e melhores condições para fazer a segregação, triagem e armazenamento do material reciclável”, afirma Paulo César. Segundo ele, o funcionamento da central no novo endereço, a partir dos próximos dias, causa impacto ambiental e visual zero.
A principal mudança, porém, será na forma de coleta dos materiais recicláveis. O técnico ambiental adianta que o trabalho será executado através de terceirização, com a contratação de caminhão com motorista e dois coletores. “Todo o material coletado será doado à Associação Santos de Reciclagem de Cambé (Assarec), que é no momento a única a desenvolver os serviços de reciclagem no município”, informa o técnico ambiental.
Até o momento a coleta é feita com o caminhão e o motorista terceirizado, que necessitam de dois ou três participantes da Assarec como ajudantes. Com a nova forma de terceirização a Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente agiliza a coleta e cria melhores condições para a entidade proceder a segregação, a triagem e o armazenamento dos materiais.
Atualmente Cambé coleta a média de 70 toneladas de resíduos domésticos por dia. Nesse montante estão incluídos os materiais recicláveis separados pela própria população. Nos dez primeiros meses de 2011, a gestão ambiental coletou a média mensal de 11 toneladas de recicláveis. “Atualmente atendemos com esse tipo de coleta uma pequena parcela da área urbana do município. Vamos manter a rotina mas o objetivo é expandir a área de coleta, gradativamente, a partir de um trabalho de educação ambiental”, informa Paulo César. Segundo ele, esse trabalho inclui a meta de eliminar a distribuição de sacos à população para a entrega do material reciclável ao caminhão coletor.

Portal Cambé, site de informações e serviços de Cambé – PR.

Responda

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.