O Departamento DST, Aids e Hepatites Virais da Secretaria Municipal de Saúde Pública de Cambé intensificou desde o início da semana as ações de orientação e prevenção das doenças sexualmente transmissíveis, para fortalecer os trabalhos relacionados ao Dia Mundial de Luta Contra a Aids no sábado, 1º de dezembro.
Uma das inovações da campanha este ano, conforme informou o diretor do departamento, Robinson Renato Rodrigues, são os testes rápidos de HIV, sífilis e hepatites B e C realizados diariamente no CTA (Centro de Testagem e Aconselhamento) e nas Unidades Básicas de Saúde 24 Horas e do Conjunto Cambé 4.
Pelo teste rápido o resultado é obtido em 15 minutos. O endereço do CTA é Rua Pará, 154, Centro, no prédio da Secretaria Municipal de Saúde. A UBS do Cambé 4 fica na Avenida Antônio Raminelli, 1.179, Jardim Ana Rosa. A Unidade 24 Horas está localizada na Avenida Pedro Viriato Parigot de Souza, 1.000, próximo ao Conjunto Castelo Branco.
O diretor do Departamento DST, Aids afirma que a inovação faz parte de programação sugerida pela Secretaria de Estado da Saúde. Com o slogan “Fique Sabendo”, a campanha de 2012 faz a testagem rápida e entrega o resultado à pessoa em 15 minutos. Robinson esclarece que o procedimento é rigorosamente sigiloso e ético, não cabendo às pessoas que fizeram o teste qualquer tipo de constrangimento.
“Quanto mais cedo a pessoa souber o diagnóstico de HIV mais fácil e barato é o tratamento. Isso vale também para o caso de sífilis”, afirma o diretor. “Tendo qualquer doença sexualmente transmissível aCampanha intensifica realização de teste rápido de Aidspessoa tem maior chance de contrair HIV. Essa chance é de mais de 20%”, acrescenta.
Ele alerta que atualmente em Cambé há casos constantes de condiloma, uma doença sexualmente transmissível causada pelo HPV (Human Papilloma Viruses) que provoca verrugas de coloração rosada, úmidas e macias nos órgãos genitais masculinos e femininos e na pele ao redor. “Condiloma não tem cura, não é diagnosticado com exame de sangue e algumas pessoas detectam, olham e acham que é alguma coisa comum”.
Segundo Robinson, o condiloma pode causar câncer de colo do útero, próstata, pele, boca, reto e garganta, entre outros locais do corpo. Há dois meses realizando a testagem rápida em Cambé, o DST, Aids tem detectado também muitos pacientes que não tinham sintomas de sífilis, mas contraíram a doença. Sífilis, porém, tem cura, conforme Robinson. “Mas se demorar o tratamento pode levar à morte e a problemas cardíacos, de ossos, neurológicos além de sífilis congênita”.
O Departamento DST, Aids reforça que a prevenção mais eficaz é o uso de preservativos durante a relação sexual. “É o mais eficaz, existe de graça e todo mundo tem acesso. O problema é que nem todos usam e boa parte é por vergonha de ir a uma unidade básica de saúde para pedir preservativo. Isso é um preconceito que não deveria existir, mas ainda é forte”.
Por isso, segundo Robinson, a ação constante do setor em Cambé é de romper as barreiras que dificultam a conscientização da população sobre o problema. “O melhor trabalho de prevenção é explicar como ocorre a doença e o que é HIV. É preciso que fique claro que a contaminação só é possível pela relação sexual, transfusão de sangue, em caso de drogas injetáveis e no aleitamento materno quando a mãe está doente. O problema é que ainda há pessoas que pensam que podem contrair HIV bebendo água no mesmo copo que foi usado por quem está doente. Então explicamos que o vírus, fora do corpo, morre em segundos”.
Quanto às pessoas que tem comportamento de risco, a recomendação é para que verifiquem frequentemente o órgão sexual. “Principalmente o homem tem que ver se tem algo diferente, como uma feridinha, uma verruga ou ardência, por exemplo”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.