Associação da Mulher Empreendedora de Cambé-AMEC procura propagar as Campanhas junto ao comércio local

Chegamos à metade de agosto, e a Campanha Agosto Lilás que acontece em todo o Brasil, continua sendo pauta!  Essa campanha que nasceu com o objetivo de alertar a população sobre a importância da prevenção e do enfrentamento à violência contra a mulher, se torna ainda mais pertinente com a mudança na rotina das famílias brasileiras que passaram pelo isolamento social, ou ainda se encontram em quarentena.

Mas o que de fato essa Campanha oferece às mulheres?  Além do caráter de utilidade pública, essa ação busca conscientizar a mulher e/ou famílias inteiras, que a violência doméstica, seja ela física, psicológica, sexual, moral e até patrimonial gera consequências, sim, para o agressor.

Neste ano, a ação citada, além de comemorar os 11 anos da Lei Maria da Penha, ganhou o reforço de outra conscientização, a Campanha Nacional do Sinal Vermelho para o enfrentamento direto da violência doméstica! Essa nova ação, foi lançada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e a Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) e oferece uma forma de auxílio efetivo. De acordo com a Campanha Sinal Vermelho, com um “X” em vermelho na palma da mão, feito com caneta ou até mesmo um batom, a mulher que sofre violência pode alertar os atendentes das redes de farmácias participantes da campanha de que é uma vítima e precisa de ajuda.

Segundo a Secretária Municipal de Assistência Social e Cidadania Angela Cristina Pascueto Amaral, responsável pelo trabalho realizado pelo Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), toda ação que tenha como intuito proteger a mulher é necessária. “Toda campanha que venha proteger a mulher é fundamental. Não é aceitável qualquer tipo de violência, todos nós devemos trabalhar no sentido de incentivar a proteção, o diálogo, é muito importante fazer a denúncia sempre que uma mulher for vítima de qualquer tipo de agressão, seja ela física psicológica”.

Ainda segundo informações cedidas pela Secretaria Municipal de Assistência Social e Cidadania, por meio do Creas, os números da violência doméstica subiram em Cambé neste ano. “Até este mês, foram registradas 152 notificações de violência (de janeiro a julho). Do número citado, 104 foram feitas no período de março a final de julho/2020 – período em que se iniciou o decreto de quarentena”.

Em comparação com o ano de 2019, em 2020 foram registradas 8 denúncias a mais, ou seja, no período de março a julho do ano passado ocorreram 96 notificações, de acordo com os dados fornecidos pela Secretária Municipal Angela. “Em números, pode não parecer um aumento significativo, mas a intensidade, os relatos das agressões implicam em grau de agressividade maior envolvido durante a pandemia”.

E além do apoio do poder público municipal e estadual, as mulheres cambeenses têm o apoio da AMEC- Associação das Mulheres Empreendedoras de Cambé, que cada vez mais procura dar voz às necessidades das mulheres.”Nós da AMEC queremos apoiar o trabalho qualificado ofertado pelo Creas, além de fortalecer junto ao comércio essas campanhas, já que somos uma associação de mulheres empresárias. Pensamos que a Campanha Sinal Vermelho deve ser adotada como uma ação permanente, já que se coloca como um mecanismo de defesa e socorro direto”.

E aí, o que você acha da união das Campanhas “Agosto Lilás” e “Sinal Vermelho”? A Coluna Bonita Ideia acredita nestas ações e acompanhará o papel do comércio da cidade, assim como da AMEC, na implantação da Campanha “Sinal Vermelho”!

Para saber mais sobre as ações já ofertadas pela Secretaria Municipal de Assistência Social e Cidadania, e saber como pedir auxílio ao Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), acompanhe as indicações abaixo:

O QUE É?

     Centro de Referência Especializado de Assistência Social, unidade publica prestadora de Serviço especializado de apoio, orientação e acompanhamento às famílias com um ou mais de seus membros com seus direitos violados decorrentes de situação de violência: Mulher, Criança e Adolescentes, Idosos, Pessoas com deficiência.

Endereço: Rua Belgica, 59, centro 3174-0452 creas@cambe.pr.gov.br

O que faz? Como a mulher chega ao atendimento?

O CREAS recebe as mulheres através das Fichas de Notificação on-line, ou por denuncia via telefone. E desta forma, o atendimento a essa mulher é agendado e essa mulher é atendida pela equipe técnica formada por assistente social e psicólogo. O atendimento, obviamente é realizado em sala fechada respeitando e garantindo todo o sigilo e individualidade.

Informações para contato e/ou denúncias:

Endereço: Rua Belgica, 59, centro 3174-0452 creas@cambe.pr.gov.br

________________________________________________________________
A Podologia Cambé esta instalada no Centro Comercial Canadá Localizado na Rua Holanda, 263 esquina com a Av Canada, Sala 311 no centro de Cambé, telefone: (43) 3254-7433 e WhatsApp: (43) 9.9918-7889
A Podologia Cambé esta instalada no Centro Comercial Canadá Localizado na Rua Holanda, 263 esquina com a Av Canada, Sala 311 no centro de Cambé, telefone: (43) 3254-7433 e WhatsApp: (43) 9.9918-7889

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.