Mauri Viana deixou claro ao presidente da C.Vale, Alfredo Lag que as negociações salariais não está acontecendo no estado

Presidente da Fenatracoop diz que estão brincando com coisa séria e greve geral no estado do Paraná não está descartada

Mauri Viana deixou claro ao presidente da C.Vale, Alfredo Lag que as negociações salariais não está acontecendo no estado
Mauri Viana deixou claro ao presidente da C.Vale, Alfredo Lag que as negociações salariais não está acontecendo no estado

Com a finalidade de esclarecer como anda a negociação salarial deste ano, o presidente da Federação Nacional dos Trabalhadores Celetistas em Cooperativas no Brasil – Fenatracoop Mauri Viana, esteve reunido com o presidente da cooperativa C.Vale, Alfredo Lang na manha da última quarta-feira (10/7). Durante o encontro realizado na sede da C.Vale em Palotina, o presidente da Fenatraccop, Mauri Viana revelou ao presidente Lang que na verdade, ainda não houve uma negociação propriamente dita. “Ninguém sentou comigo para negociar, o que houve na verdade foram encontros onde não tive a liberdade de expor as pautas de revindicação dos trabalhadores”, afirma Viana, ao relevar que a pauta de revindicação foi amplamente debatida e aprovada pelo Conselho de Negociação da Fenatracoop que é composto pelos presidentes dos sindicatos filiados.

Após fazer essa revelação, o presidente da Fenatracoop foi categórico ao dizer que há vários anos, as cooperativas e seus cooperados vêm acumulando ganhos significativos e na contra mão, os trabalhadores tem, cada vez mais o seu poder de compra diminuído. Para Mauri Viana essa situação pode ser vista no dia a dia. “Basta vermos nas propriedades, aqueles que tinham dois aviários, hoje tem quatro. Quem tinha quatro, hoje tem seis e assim sucessivamente. Além disso, os presidentes divulgaram amplamente nos meios de comunicações que as cooperativas vivem um dos melhores momentos financeiro desde o inicio do sistema no Brasil”, ressalta Viana.

Depois de fazer todas essas menções, o presidente da Fenatraccop, revelou ao presidente da C.Vale, Alfredo Lang que a forma que se encontra o processo de negociação, ele não vê outra saída  a não ser uma greve geral no setor em todo o estado do Paraná. “Estão brincando com coisa séria, não é possível que no movimento cooperativismo, uns ganham tanto e outros fiquem as margens da pobreza, sem esperança e expectativas de dias melhores. Apaixonado que somos pelo sistema cooperativismo, podem ter certeza que iremos lutar de unhas e dentes para defender o sistema, mas também estaremos de corpo e alma em defesa dos trabalhadores em cooperativa”, afirma Mauri Viana.

Responda

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.