Crea-PR celebra 88 anos e lança prêmio para homenagear mulheres

1º Prêmio Crea-PR Eng. Enedina Marques irá reconhecer oito profissionais das engenharias em todo o Paraná

0

Neste mês, além de ser celebrado o Dia da Mulher na Engenharia (23) o CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA DO PARANÁ (CREA-PR) completa 88 anos e celebra as duas datas com o lançamento do Prêmio Crea-PR Eng. Enedina Marques, uma homenagem às mulheres que fazem a diferença em sua atuação como engenheiras.

O prêmio será entregue no dia 20 a oito mulheres profissionais das engenharias, indicadas por Entidades de Classe das regionais estaduais onde o Conselho está presente: Apucarana, Cascavel, Curitiba, Guarapuava, Londrina, Maringá, Pato Branco e Ponta Grossa. A premiação dá foco ao trabalho das engenheiras, que ainda são minoria dentre as profissões com registro no Crea-PR – mas que têm visto sua representatividade crescer. “Celebrar o Dia da Mulher na Engenharia com um prêmio de reconhecimento a mulheres que fazem a diferença é mais uma prova desta trajetória de feitos grandiosos do Crea-PR. Estamos muito felizes em criar essa premiação”, afirma Karlize Posanske da Silva, coordenadora do Comitê Mulheres do Crea-PR.

Enedina Alves Marques foi a primeira mulher a se formar em engenharia no Paraná, além de ser a primeira engenheira negra do Brasil. Em sua trajetória, foi auxiliar de engenharia na Secretaria de Estado de Viação e Obras Públicas, chefe da divisão de estatísticas e do serviço de engenharia do Paraná, na Secretaria de Educação e Cultura do Estado, e do Departamento Estadual de Águas e Energia Elétrica. Enedina trabalhou no Plano Hidrelétrico do Estado e atuou no aproveitamento das águas dos rios Capivari, Cachoeira e Iguaçu. A Usina Capivari-Cachoeira é um de seus maiores feitos como engenheira.

Inovação

O pioneirismo de Enedina Alves Marques está presente também na história do Crea-PR. Os avanços no uso de novas tecnologias, por exemplo, são realidade no Conselho antes mesmo da chegada da pandemia de Covid-19, com o propósito de ter um diálogo com os profissionais entrantes e também para manter os mais antigos sempre atualizados quanto à sua forma de interagir e trabalhar.

A partir das necessidades indicadas por Engenheiros, Agrônomos e Geocientistas, o Crea-PR desenhou diversas soluções para facilitar processos – tanto para os profissionais registrados como também para o atendimento ao público. A partir de um planejamento estratégico e uma pesquisa de opinião, o conselho desenvolveu métodos ágeis, contatando as pessoas e desenvolvendo protótipos a partir das ideias apresentadas.

“O Crea interativo é uma solução que surgiu desse processo: foi criada uma área de conversa restrita com o usuário do sistema a partir de uma demanda que tenha sido aberta por ele. Sempre que esse profissional volta para interagir com o Conselho, seu histórico de conversas e trocas pode ser acessado. Além disso, o status de sua nova requisição fica disponível nesse mesmo ambiente. É o que pode ser considerado um bom exemplo da tecnologia como facilitadora do desenvolvimento humano e profissional”, avalia o gerente de relações institucionais do Crea-PR Claudemir Prattes.

A vanguarda do Crea-PR está presente também em sua oferta de capacitação à distância. Seus primeiros cursos neste formato foram criados há pelo menos 15 anos – algo inédito entre os Creas do Brasil.

O Conselho também se destaca na atuação das equipes de fiscalização, que passaram por uma ampla modernização. O trabalho ganhou velocidade com investimento em tecnologia, parcerias e acordos de cooperação para cruzar dados e chegar a eventuais irregularidades. Uma das parcerias mais recentes, que ganhou destaque em jornais do Estado, foi com o Mercado Livre, maior marketplace da América.

A partir de um acordo de cooperação técnica, o Crea-PR está monitorando a comercialização de serviços das áreas das Engenharias, Agronomia e das Geociências – anunciadas no comércio eletrônico, com honorários abaixo das tabelas registradas pelas associações profissionais – e também o fornecimento ilícito de Anotações de Responsabilidade Técnica (ARTs) e de carteiras profissionais para técnicos não habilitados.

“Como toda inovação bem planejada e bem sucedida, a fiscalização remota também tem ganhos visíveis. Com os novos processos, parcerias e ferramentas, o Conselho ganhou ainda mais eficiência e otimização de recursos – sem desperdício de tempo e de orçamento com deslocamentos”, explica a gerente de Fiscalização do Crea-PR, Mariana Maranhão.

Frente Parlamentar das Engenharias, Agronomia e Geociências

Um dos pontos altos da comemoração do aniversário de 88 anos do Crea-PR foi o lançamento da Frente Parlamentar das Engenharias, Agronomia, Geociências e da Infraestrutura e Desenvolvimento Sustentável, no Grande Expediente da Assembleia Legislativa do Paraná.

“Estamos celebrando essa data com mais iniciativas voltadas para o futuro do Estado. Por meio da aproximação com a Assembleia e seus representantes, será possível desenvolver um relacionamento mais institucionalizado e permanente. Pretendemos ampliar e seguir com a promoção de diálogos”, diz o presidente do Crea-PR Engenheiro Civil Ricardo Rocha. 

A reunião ainda foi palco da apresentação do Estudo de Desenvolvimento Estadual, produzido com base no trabalho realizado pela Agenda Parlamentar do Crea-PR entre os anos 2020 e 2021. O material possui mais de 250 propostas com objetivo de contribuir com a melhoria da gestão pública.

Atualmente, o Crea-PR conta com 62.653 profissionais registrados em todo o Estado.

Sobre o Crea-PR

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná, criado no ano de 1934, é uma autarquia responsável pela regulamentação e fiscalização dos profissionais das áreas das engenharias, agronomias e geociências. Além de regulamentar e fiscalizar, o Crea-PR também promove ações de orientação e valorização profissional por meio de termos de fomentos disponibilizados via Editais de Chamamento.

Larissa Ayumi Sato – Assessora de Imprensa – CREA PR

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Eu Aceito a Política de Privacidade

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.