andre vargasO ex-deputado federal André Vargas (sem partido) foi preso na manhã desta sexta-feira (10) em nova fase da Operação Lava Jato. Vargas foi localizado pela Polícia Federal no condomínio residencial onde mora com a família em Londrina. Outro ex-parlamentar detido pela PF foi Luiz Argôlo (SD-BA).

Vargas teve o mandato cassado no ano passado pela Câmara dos Deputados pela suposta ligação com o doleiro londrinense Alberto Youssef. Argôlo conseguiu concluir o mandato sem ser cassado por conta de um pedido de vista coletivo que impediu que seu caso fosse ao plenário.

A 11ª fase da Lava Jato foi batizada de “A Origem”. Ao todo, a Polícia Federal cumpre sete mandados de prisão, 16 de busca e apreensão, nove de condução coercitiva (quando a pessoa é levada para prestar depoimento) em seis estados brasileiros e no Distrito Federal. Foi decretado o sequestro de um imóvel de alto padrão em Londrina que seria de Youssef.

De acordo com a PF, a atual fase tem como bases a investigação feita em diversos inquéritos policiais e a baixa de procedimentos que tramitavam no Supremo Tribunal Federal, apurando fatos criminosos atribuídos a três grupos de ex-agentes políticos, que abrangem os crimes de organização criminosa, quadrilha ou bando, corrupção ativa, corrupção passiva, fraude em procedimento licitatório, lavagem de dinheiro, uso de documento falso e tráfico de influência.

O órgão informou que a investigação abrange, além de fatos ocorridos no âmbito da Petrobras, desvios de recursos em outros órgãos públicos federais.

Os presos serão levados para a Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, onde permanecerão à disposição da Justiça Federal.

Fonte: Portal Bonde

Portal Cambé, site de informações e serviços de Cambé – PR.

Responda

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.