Força Verde apreende aves e fecha rinha de galos no Norte do Paraná

0

Uma rinha de galos foi fechada por policiais do Batalhão de Polícia Ambiental Força Verde (BPAmb-FV), em Nova Esperança, município do Norte do estado. Foram apreendidos pela equipe 28 galos e sete pessoas foram autuadas. A ação aconteceu neste fim de semana, após a unidade receber denúncia anônima sobre a atividade ilegal. A abordagem foi feita em uma chácara, na área rural de Nova Esperança. “Os envolvidos responderão por maus-tratos aos animais. Foram encontrados no local biqueiras de aço, para que os golpes aplicados pelos animais fossem mais danosos”, disse o comandante da 2ª Companhia da Força Verde, capitão Hilberaldi Correia de Lima.

Além das biqueiras, os policiais apreenderam esporas adaptadas para também causarem lesões profundas em outras aves. Segundo o policial, dois galos foram encontrados mortos. Havia ainda papéis com nome de pessoas, de animais e anotações sobre as brigas. Isso caracteriza as apostas que eram feitas no local.

“A respeito das sete pessoas que a PM abordou, foram abertos sete autos de infração ambiental, sendo os animais apreendidos encaminhados para uma perícia”, disse o capitão. Um veterinário avaliou as condições de saúde dos galos ainda vivos. “O contexto imposto aos animais é o pior possível. Eles são maltratados e ainda recebiam injeções de anabolizantes”, afirma Correia de Lima.

A multa imposta aos detidos, que têm as idades entre 24 e 64 anos, varia de R$ 500,00 a R$ 3 mil. “A responsabilidade de cada um deles também poderá ser checada pelas autoridades através de laudos”, lembra Hilberaldi. O Comandante do Batalhão de Polícia Ambiental Força Verde, tenente-coronel João Alves da Rosa Neto, orienta que a participação da sociedade se torna importante para o combate e apuração de atos lesivos ao meio ambiente. Denúncias podem ser feitas através do Disque Denúncia da Força Verde: 0800-6430304.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Eu Aceito a Política de Privacidade

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.