A Frente Ambientalista lançou a Plataforma Ambiental aos Municípios 2012 na Câmara. O documento apresenta propostas socioambientais com as quais devem se comprometer os candidatos às eleições municipais. A Plataforma é um instrumento para que o eleitor faça uma escolha consciente e depois cobre resultados de seus candidatos. O documento reúne os principais problemas que precisam ser solucionados nos municípios. As propostas estão articuladas em cinco eixos: desenvolvimento sustentável, clima, educação, saúde e saneamento básico.

Produzida pela Fundação SOS Mata Atântica, em parceria com a Frente e a Associação Nacional de Órgãos Municipais de Meio Ambiente, a Plataforma Ambiental traz sugestões e obrigações para os futuros prefeitos e vereadores. Entre elas, estão a implantação da Política Municipal de Meio Ambiente e a criação de políticas públicas que incentivem a preservação do meio ambiente. O diretor de políticas públicas da Fundação SOS Mata Atlântica, Mário Mantovani, pontua o principal objetivo da plataforma.
“Fazer com que essas pessoas entendam que meio ambiente é importante, não porque está na moda, porque é bacana, mas porque tem a ver com a qualidade de vida das pessoas. É uma relação direta.”

Quase mil candidatos já assinaram o documento, de acordo com o presidente da Frente Ambientalista, deputado Sarney Filho, do PV maranhense. Ele destaca a importância da Plataforma ao registrar um compromisso público dos candidatos.
“Na hora da campanha todo mundo faz um discurso bonito, todo mundo é a favor do meio ambiente, mas na prática, na administração eles esquecem essas promessas. Então, esse é um compromisso socioambiental que os candidatos assumem. Um compromisso assinado ele pode ser cobrado. Esse é o grande ganho. É um compromisso com a sustentabilidade, é uma nova maneira de governar.”

A Plataforma Ambiental aos Municípios 2012 está disponível no site da Fundação SOS Mata Atlântica em www.sosma.org.br. No endereço, os candidatos e os eleitores podem baixar o documento na íntegra e aderir à iniciativa.

De Brasília, Amanda Martimon

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.